Banner
Opinião

Notas da coluna ARGUMENTOS, quinta-feira, dia 08 de abril de 2021.

Mineração

Estácio mobile

O aumento da produção de aço chinesa em 2020 impulsionou os preços do minério de ferro a uma alta de dez anos e proporcionou retornos fantásticos aos acionistas da BHP, Rio Tinto, Fortescue e Vale, entre outras. A S&P Global elevou sua premissa de preço para a commodity de US$ 100 a tonelada para US$ 130 a tonelada para este ano.

Paradoxo

Segundo o site Notícias de Mineração, esse aumento da atividade industrial na China pós-Covid-19 continua alimentando a robusta demanda por aço no país, de acordo com a S&P, ao mesmo tempo que interrupções estão afetando o fornecimento de minério de ferro do Brasil. Enquanto isso o Amapá tem pátios lotados de minério de ferro. Enferrujando.

Arte na rua

O novo Shopping Popular contará com dois murais dedicados à valorização da cultura amapaense que estão sendo pintados pelo artista plástico Jeriel Luz. Os temas escolhidos foram o modo de vida do ribeirinho e o encanto das rodas de marabaixo. A primeira pintura foi denominada “Marabaixo, Ritmo e Força”.

Turismo

Enquanto os governos correm para conter novas e mais contagiosas variantes da Covid-19, “passes de viagens” ou “passaportes de vacina” não serão suficientes para reviver o turismo: a indústria só poderá ver uma recuperação em 2024. A análise é do time de economistas da seguradora de crédito Euler Hermes. (CleberBarbosa.Net)

Ouro


Uma campanha de sondagem promovida pela mineradora Great Panther na mina de ouro Tucano, em Pedra Branca do Amapari, aponta para a continuidade da mineralização em profundidade, segundo a mineradora, o que dá “mais confiança” no modelo geológico que será usado para projetar uma nova estimativa de reserva e recursos minerais na operação no Amapá. Mais detalhes em postagem no Blog.

Adeus a Robério


O pesquisador da Embrapa Robério Nobre, que ocupava o cargo de secretário estadual do Meio Ambiente do Amapá, perdeu ontem a luta contra o Covid-19. Tem uma ficha de relevantes serviços à pesquisa e ao estado.

As últimas

ATENDIMENTO – O governador Waldez Góes presidiu uma reunião virtual com os prefeitos e o Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública (Coesp) para discutir as medidas que farão parte dos decretos estadual e municipais baseadas nas informações atualizadas do relatório epidemiológico. O relatório epidemiológico das últimas duas semanas aponta uma diminuição de 13,7% no número de novos casos. O ritmo de transmissão também vem caindo e agora está em 1.08, o que significa que cada 100 pessoas com covid-19 podem contaminar outras 108. No relatório nacional o Amapá aparece como um dos estados com menor letalidade do país (1,3%).

NÚMEROS – O boletim epidemiológico desta quarta-feira, 7, informa que já são 100.292 casos de covid-19 no Amapá. Desse total, 73.257 pessoas estão recuperadas – 73% dos casos. Outras 1.356 foram a óbito – o que representa uma taxa de letalidade de 1,3%, a menor do país, como informa o Conselho Nacional de Secretários de Saúde- Conass. Para efeito de comparação, a taxa de letalidade nacional está em 2,6%, sendo Rio de Janeiro com o maior índicie de 5,8%. A letalidade é a proporção entre o número de mortes e o número de pessoas acometidas pela doença.

Compartilhe:

Deixe Seu Comentário abaixo:

Banner Gif Mobile