Banner
Opinião

Notas da coluna ARGUMENTOS, quarta-feira, dia 01 de julho de 2020.

Volta

Estácio mobile

Com base nas recomendações das autoridades de saúde e orientados pelo setor de saúde ocupacional, o MP-AP, e está preparado para o retorno gradual ao trabalho presencial nas unidades do órgão ministerial – na capital e nos municípios.

Data

Após prorrogar por três vezes o teletrabalho, a administração superior do MP-AP trabalhou junto à sua equipe técnica a volta das atividades internas, para a próxima segunda-feira, dia 6.

Médicos

A organização humanitária internacional Médicos Sem Fronteiras (MSF) começou atividades no combate à pandemia de COVID-19 na Amazônia, em Tefé, cidade no estado do Amazonas.

Prevenir

Tefé recebe pacientes de pelo menos cinco municípios ao seu redor e está sendo apoiado por MSF com treinamentos para seus profissionais e na adaptação da estrutura para implementar medidas de prevenção.

Covid

Macapá tem 12.995 casos positivos de Covid-19, 256 óbitos confirmados e 109 em investigação epidemiológica. O Município tem agora 11.380 casos descartados, 6.510 pessoas recuperadas.

Mineração

Mineradora anunciou ter recebido resultados “encorajadores” de uma campanha de sondagem que está em andamento na propriedade da mina de ouro Tucano, no Amapá. De acordo com a empresa, o programa de 55 mil metros, que representa investimento de US$ 6,6 milhões, é focado em alvos próximos à atual operação.

Caiu

O novo (e já antigo) ministro da Educação, Carlos Alberto Decotelli, pediu demissão do cargo após 5 dias do anúncio feito pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de sua escolha para comandar o MEC (Ministério da Educação), feita na quinta-feira (25) da semana passada.

Desgaste

O motivo de sua saída foi o desgaste sofrido por conta dos erros e inconsistências presentes em seu currículo. O professor Decotelli – que havia sido nomeado, mas não empossado – entregou uma carta de demissão a Bolsonaro. O próprio presidente teria convencido o agora ex-ministro a deixar o cargo.

Perfil

Bacharel em Ciências Econômicas pela UERJ e ex-presidente do FNDE, Decotelli foi o nome escolhido para suceder Abraham Weintraub, que pediu demissão da pasta após 14 meses no cargo ao ser indicado para um posto de diretor representante do Brasil no Banco Mundial.

Compartilhe:

Deixe Seu Comentário abaixo:

Banner Gif Mobile