Banner
Opinião

Notas da coluna ARGUMENTOS, do jornal Diário do Amapá (In Memoriam)

Dor

Estácio mobile

Amigos e amigas deste espaço, todos devem ter o entendimento que eu como jornalista sempre adotei uma postura conservadora em relação a esse ofício, especialmente uma antiga regra de minha profissão, que fala em impessoalidade. Mas preciso me abrir.

Partida

Esta será a segunda vez que compartilho meu pequeno espaço no jornal para dividir algo tão pessoal e intenso, como a despedida de um ente querido. A primeira vez foi meu irmão, hoje, minha esposa.

Saúde

Ontem, papai do céu entendeu que era hora de pôr fim a três longas semanas de luta diária para estabilizar a saúde de minha esposa, Nádia, vítima também do Covid, esse vírus que tem causado tanta dor.

Amor

Minhas esposa fez sua passagem para o plano celestial às 2h30 da madrugada de ontem, dia 28. Nesse momento, acredito que passou em casa e me fez adormecer, meia hora antes da minha oração das 3h.

Anjo

Nádia partiu serena, resignada, consciente de que havia cumprido um lindo papel entre nós, como filha, esposa, mãe, tia, cunhada, irmã, comadre, madrinha e, claro, como Cristã fervorosa que sempre foi.

Começo

Bem, quero falar de sua origem. Nasceu na mesma cidade que eu, Serra do Navio, numa época muito especial por lá, de vida comunitária, paz e amizades. Aliás, nossos pais eram amigos. De lá, ela saiu aos 9 anos, mudando-se para Belém. Alguns anos depois eu a reencontrei, corri atrás, é claro!

Romance

Começamos a namorar de uma maneira muito romântica, todos na família falam disso. Fizemos tudo certo: noivado com um jantar em família, anúncio da data do casamento, compras (parceladas) da mobília, enxoval e depois o sim, no dia 24 de julho de 1993. No ano seguinte, o primeiro filho, Bruce, hoje com 26.

Família

No ano 2000, a família aumentou, vieram os gêmeos Breno e Bruno, que nos presentearam vindo ao mundo no dia do aniversário do irmão mais velho. Em 2009, pra fechar a conta, a cereja do bolo, nossa Bruninha. Vais fazer muita falta a todos nós amor, amigos e familiares que te amam.

Obrigado!

Hoje apresento em meu nome e de minha família as despedidas à minha amada esposa Nádia, que já está com Deus, num local reservado para as pessoas justas e que praticaram o bem nessa passagem por nosso mundo. Agradeço às inúmeras manifestações recebidas nestes dias, orações, telefonemas. Vá em paz minha vida!

Compartilhe:

Deixe Seu Comentário abaixo:

Banner Gif Mobile