Banner
"Triste Berrante" (Adauto Santos) chega hoje a todas as plataformas digitais | Fotos: Tiago Queiroz
Cultura

Filho de Renato, Chico Teixeira lança gravações inéditas de clássicos

Chico Teixeira, filho de Renato Teixeira, vai lançar uma leva de gravações de clássicos da música brasileira. São canções que ele queria ter inserido no recém-lançado álbum Ciranda de Destinos, que foi gravado em estúdio, mas que acabaram não entrando. Dia 24 de abril foi lançada a canção “Não Aprendi a Dizer Adeus”, de Joel Marques. As próximas serão: Triste Berrante, de Adauto Santos (22.05), Luar do Sertão, de João Pernambuco e Catulo da Paixão Cearense (26.06), e Romaria, de Renato Teixeira (10.07). E, como bônus, lançará também Samba em Prelúdio, de Vinicius de Morais e Baden Powell (12.06), em que Chico divide o vocal com a cantora e compositora da MPB Anna Setton.

GOVE  mobile

Chico tinha muita vontade de gravar as canções e acabou as incluindo nos shows da turnê, o registro aconteceu em um show realizado em Santo Antônio do Pinhal, fim do ano passado.

As canções estarão disponíveis em todas as plataformas de streaming, pela Kuarup Produtora.

“Nestes últimos 3 anos tenho me dedicado a fazer releituras de clássicos da música brasileira. Acredito que quando aprendemos a tocar músicas de outros compositores, conseguimos entender melhor o raciocínio poético e melódico do autor, diferente de quando a gente escuta. De certa maneira acabo colocando muito da minha personalidade nos arranjos, o que me fortalece muito como compositor, já tenho preparado muitas músicas autorais para serem lançadas. Ate lá, ainda tenho um caminho ainda a percorrer”, explica Chico Teixeira.

Assista “Triste Berrante”

Triste Berrante é uma das canções que escuto desde minha infância, uma canção muito familiar. Por volta de 6 anos de idade comecei a ir com meu pai Renato Teixeira a diversos programas de tv, ficava nos bastidores…vez ou outra invadia o palco e me escondia em suas pernas enormes. Em algumas apresentações, tive a oportunidade de escutar/ver de perto Adauto Santos e Solange Maria cantando esta canção. A presença forte de Solange com voz e interpretação potentes, a gentileza de Adauto, me marcaram profundamente. (Chico Teixeira)

Chico Teixeira voz e violão de aço
João Oliveira: violão de nylon e vocais
Helton Fagundes : violão de aço
Dalton Vicente: engenheiro de som Monitor/P.A, Mix e Master
Pedro Altman: luz

Produção artística, executiva e técnica: Patrícia Santiago

Mais sobre Chico Teixeira

Representante da sexta geração de músicos da família Teixeira, Chico nasceu em 22 de janeiro de 1980 e começou a carreira em 2002 com o lançamento do álbum homônimo gravado apenas em voz e violão. Em 2011 lançou “Mais que o Viajante”, trazendo acordes suaves de Dominguinhos, com quem tinha um vínculo afetivo familiar, em “Mochileira” – canção do cantor e compositor carioca radicado no Mato Grosso do Sul, Geraldo Roca.  Em 2017 foi a vez de “Saturno”, terceiro disco de sua carreira, com músicas em parceria com Roberta Campos, João Carreiro e Rodrigo Hid. Logo em seguida, em 2018, lançou “Raízes Sertanejas – Ao Vivo” através da Kuarup Produtora. Ainda em 2018, gravou algumas de suas canções autorais no programa Estúdio Show Livre e, em setembro de 2019, lançou seu sexto álbum: Ciranda de Destinos.

Compartilhe:

Deixe Seu Comentário abaixo:

Banner Gif Mobile