Banner
O empresário Edyr Pacheco no Centro de Atendimento ao Turista, na orla de Macapá | Foto: Breno Vinícius/CB
Amapá

Morre aos 72 anos em Macapá o empresário do turismo Edyr Pacheco

Cleber Barbosa, da Redação

Estácio mobile

Faleceu na manhã desta quinta-feira (30) no Hospital São Camilo, em Macapá, o empresário Edyr Campos Pacheco, vítima de complicações do novo Coronavírus (Covid-19). Ele era presidente do Sindicato das Empresas de Turismo do Amapá (SINDETUR) e um grande entusiasta do setor. Estava internado havia duas semanas, apresentando um quadro de pneumonia.

A família diz que ele lutou muito pela vida, depois que o quadro agravou, perdendo as funções renais. “Ele só tinha um rim e precisou ser submetido a diálise, que é filtragem do sangue do corpo em uma máquina”, disse sua companheira Irá. Com picos de pressão arterial, o procedimento precisou ser interrompido algumas vezes, tendo sido concluído no fim de semana, quando apresentou certa melhora, alimentando as esperanças entre amigos e familiares.

Natural do estado do Amazonas, prestou o serviço militar obrigatório no 1º Batalhão de Infantaria de Selva, em Manaus, tendo participado da instalação do Centro de Instrução de Guerra na Selva (CIGS), uma das mais tradicionais instituições de formação militar em todo o mundo. Ele tinha quatro filhos.

Mudou-se para o Amapá pouco depois, entrando para a atividade do comércio, impulsionado também por um prêmio de loteria, que o fez passar a ser carinhosamente tratado pelos amigos como “Magnata”.

Mas no dia a dia era um homem simples, amigo e muito bem relacionado. Teve uma experiência como candidato a vereador de Macapá, em 2004. Mas na administração do prefeito João Henrique Pimentel, no início da década de 2000, assumiu cargos públicos como diretor da antiga EMTU (Empresa Municipal de Transportes Urbanos) e no Gabinete Civil da Prefeitura de Macapá.

Rádio

Edyr Pacheco (com a camisa do Flamengo) entre convidados do programa de rádio | Foto: Bruce Barbosa/CB

Há cerca de cinco anos, Edyr descobriu que tinha câncer e passou por vários tratamentos fora do Amapá, tendo travado uma luta intensa contra a doença desde então. Nos últimos anos, Edyr Pacheco tornou-se colaborador da Rádio Diário FM (90,9), atuando como comentarista do programa Conexão Brasília, que vai ao ar aos sábados, apresentado pelo jornalista Cleber Barbosa.

Compartilhe:

Deixe Seu Comentário abaixo:

Banner Gif Mobile