Banner
A Cachoeira do Pium, no município de Amapá, onde os técnicos observaram o despejo de lixo | Fotos: SETUR
Turismo

Despejo de lixo ameaça um paraíso natural no interior do Amapá

Cleber Barbosa, da Redação

Estácio mobile

Uma missão da Secretaria de Estado do Turismo (Setur), em parceria com o Sindicato dos Guias de Turismo do Amapá (Singtur) foi até o município de Amapá (AP), distante 208 quilômetros de Macapá, para levantamento do potencial de um novo produto turístico, a Cachoeira do Pium. Trata-se de um verdadeiro paraíso emoldurado em uma natureza exuberante do bioma costeiro do estado, mas infelizmente já ameaçado por alguns frequentadores.

Os especialistas como o guia Sandro Borges, reclamam do despejo de entulhos. “O lugar é privilegiado pela natureza, porém os visitantes estão deixando as belezas da cachoeira oculta pelo lixo. Foi impactante o que encontramos. Precisamos mudar essa realidade, lugar de lixo é no lixo”, pondera o representante do estado na missão.

Mobilização

Além da equipe técnica da SETUR Amapá, também integravam a delegação representantes da Secretaria Municipal de Turismo de Ferreira Gomes, município vizinho e que também apoio a criação de um roteiro integrado. “Não adianta levar sacolas plásticas e descartar no local, pois não existe o sistema de recolhimento, a responsabilidade é exclusiva dos frequentadores. Seja consciente, o impacto do lixo na natureza é devastador, além de ser um crime ambiental”, acrescentou o guia de turismo Sandro Borges.

Leia também:

Acompanhe mais imagens do interior do município de Amapá

Compartilhe: 

Deixe Seu Comentário abaixo:

Banner Gif Mobile