Banner
Opinião

Coluna ARGUMENTOS, terça-feira, dia 02 de julho de 2024.

Marabaixo

O projeto “Eu visto Marabaixo” garantirá um crédito no valor de R$ 2 mil em uma loja de tecidos para que grupos culturais de marabaixo, batuque, zimba e sairé iniciem a confecção de suas indumentárias para a programação do Encontro dos Tambores 2024.Coordenado pela Fundação Marabaixo e também pela Secretaria de Estado da Cultura (Secult).

Inclusão

A pedido do Ministério Público Federal (MPF), a Justiça determinou que a Funai, o Iphan, a Funasa e a União – responsável pelos imóveis da Advocacia-Geral da União no estado (AGU) e do Núcleo Estadual do Ministério da Saúde – apresentem cronograma dos serviços necessários para adaptar suas sedes em Macapá ao acesso de pessoas com deficiência.

Moeda real

Um dos planos mais inovadores da economia mundial está completando 30 anos. Há exatamente três décadas, o cruzeiro real, uma moeda corroída pela hiperinflação, dava lugar ao real, que estabilizou a economia brasileira. Uma aposta arriscada que envolveu uma espécie de engenharia social para desindexar a inflação após sucessivos planos econômicos fracassados.

Natureza

O Governo do Amapá realizou uma visita técnica em Pedra Branca do Amapari para analisar terrenos que poderão servir de base para o 1º Centro de Pesquisa e Treinamento em Manejo Florestal do estado. O trabalho, realizado entre os dias 25 e 30 de junho, teve como foco o georreferenciamento, além do levantamento topográfico e florestal.

Energia

Uma comitiva liderada pelo governador Clécio Luís, a primeira-dama Priscila Flores, além de outros gestores públicos e a imprensa, fez uma longa viagem de carro e barco no fim de semana até a comunidade Rio Ariramba, em Mazagão, para registrar um número de 2.790 kits de energia solar instalados em áreas remotas do Amapá. Desde agosto de 2023, a Equatorial tem transformado a realidade de pessoas de regiões ribeirinhas.

Saúde masculina

Médico Lecildo Lira, que é especialista em Urologia, foi o especialista de ontem no programa Ponto de Encontro. Falou de Saúde masculina. Cuidados especiais que todo homem deve ter com a próstata.

AS ÚLTIMAS

CENÁRIO Um dos planos mais inovadores da economia mundial completa 30 anos nesta segunda-feira (1º). Há exatamente três décadas, o cruzeiro real, uma moeda corroída pela hiperinflação, dava lugar ao real, que estabilizou a economia brasileira. Uma aposta arriscada que envolveu uma espécie de engenharia social para desindexar a inflação após sucessivos planos econômicos fracassados. “Tem uma expressão popular ótima, que é o engenheiro de obra feita. Depois que fez, dizia: ‘Ah bom, devia ter feito assim.’ Mas durante o processo… Vamos lembrar, foi um processo extraordinariamente arriscado, difícil, com percalços, podia ter dado errado em vários momentos”, relembrou o economista.

ESTRATÉGIA  Ao indexar toda a economia, a URV conseguiu realinhar o que os economistas chamam de preços relativos, que medem a quantidade de itens de bens e de serviços distintos que uma mesma quantia consegue comprar. Aliado a um câmbio fixo, no primeiro momento, e a juros altos, para atrair capital externo, o plano deu certo. Em junho de 1994, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) tinha atingido 47,43%. O indicador caiu para 6,84% no mês seguinte e apenas 1,71% em dezembro de 1994. O sucesso do Plano Real, no entanto, não se deve apenas à URV. O Congresso Nacional também foi importante para aprovar medidas que saneavam as contas públicas.

Compartilhe:

Deixe Seu Comentário abaixo:

Banner Gif Mobile