Banner
Totalmente revitalizada pelo Governo, a Casa do Artesão reabre com um acervo de mais de 30 mil peças | GEA
Turismo

Casa do Artesão novamente de portas abertas ao turismo

Cleber Barbosa, da Redação

Estácio mobile

Este final de ano está sendo marcado pela reabertura da Casa do Artesão, localizada na Praça Beira-Rio, em Macapá, reabre as portas para visitação e comercialização de peças artesanais. O funcionamento será das 15h às 21h. O local passou por obras de reforma e revitalização no telhado, rede elétrica, hidráulica, pintura e ambientes externos. Os serviços foram realizados pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinf). O espaço foi reinaugurado oficialmente com variada programação.
A Casa do Artesão é ligada à Secretaria de Estado do Trabalho e Empreendedorismo (Sete). São mais de 30 mil peças em argila, cerâmica, cipó, madeira, sementes, quadros, entre outros materiais que estarão à venda. A maioria é consignada de artesãos da capital e demais municípios do Estado.
A novidade é uma área reservada para a manualidade. Pela primeira vez, os trabalhadores manuais individuais e os membros de empreendimentos econômicos solidários terão a oportunidade de expor e comercializar suas peças dentro da Casa do Artesão. O espaço funcionará no primeiro piso. O objetivo é gerar oportunidades de negócios para mais de 100 profissionais cadastrados pela Coordenadoria de Empreendedorismo da Sete. Essa era uma reivindicação antiga da categoria e que, agora, está sendo atendida pelo governo do Estado.
A Casa do Artesão também vai abrigar, em breve, a Galeria Mestres Artesãos. É uma exposição permanente com fotos que contam a história de artesãos pioneiros do Amapá. “A reabertura da Casa do Artesão era aguardada com muita ansiedade pelos artesãos amapaenses. É um espaço estratégico e que recebe um bom público, tanto local, quanto nacional e internacional. Os artesãos estão na expectativa de boas vendas neste fim de ano”, disse a secretária do Trabalho e Empreendedorismo, Maraína Martins.
Em 2017 o espaço necessitou passar por uma nova reforma. Para que não ocorresse interrupção nas vendas de artesanato e atendimento ao público, a Sete fez uma parceria com a Secretaria de Estado do Turismo (Setur). Durante o período da reforma no prédio, as peças e as vendas de artesanato foram transferidas para o salão cultural do Monumento Marco Zero do Equador, na zona sul de Macapá, que funciona como um anexo da Casa do Artesão. A Sete já havia implantado, em 2016, outro ponto de exposição e vendas de artesanato no Museu Sacaca, local estratégico e bastante frequentado por turistas. E em novembro de 2018, visando difundir ainda mais o artesanato amapaense.

Orla, Sacaca e aeroporto agora também tem Casa do Artesão

Além da matriz na orla, agora tem Casa do Artesão no Museu Sacaca e no Aeroporto de Macapá. Os três espaços reúnem atualmente mais de 30 mil peças de artesanato, a maioria produzida por artesãos de Amapá, Calçoene, Oiapoque, Arquipélago do Bailique, Mazagão Novo e Velho, Tartarugalzinho, Macapá, Ferreira Gomes, Porto grande, Maruanum, Torrão do Matapi, Pedra Branca do Amapari, Laranjal do Jari, Maracá, áreas indígenas como: Wayana, Tukue, Waiãpi e Palikur, além de Afuá (PA). São mais de 130 profissionais cadastrados.
De janeiro a novembro de 2018, a Sete, por meio da Coordenadoria do Artesanato, responsável pela gerência da Casa do Artesão, consignou cerca de 300 mil peças. Para garantir uma melhor acomodação das peças em exposição, o governo realizou a compra de novos módulos expositores e a revitalização das barracas da Feira de Artesanato, que ficam em frente à Casa do Artesão.
Aos sábados e domingos, a Casa do Artesão vai funcionar no horário das 15h às 21h. De terça a sexta-feira, o funcionamento será das 09h às 21h. O prédio não abre às segundas-feiras para a venda de peças.

Arte e gastronomia no Feirão Natalino da Casa do Artesão em Macapá

Desde sexta-feira, acontece uma série de atividades do Feirão Natalino, em frente à Casa do Artesão, das 17h às 22h, no Centro de Macapá. O evento, que encerra no domingo, 23, compõe a programação do Celebra Amapá, projeto do governo do Estado para colocar a população no clima de Natal e Ano Novo. O Feirão Natalino é organizado pela Secretaria de Estado do Trabalho e Empreendedorismo (Sete). O primeiro dia contou com a chegada do ‘Papai Noel’ a partir das 17h30; encenação da peça teatral “Um Natal Diferente” pelo grupo Encenarte Cia de Teatro, às 19h, e show musical às 20h.
Foram montadas 65 barracas, sendo 54 para os empreendedores que farão a exposição e comercialização de artesanato, artes plásticas, trabalhos manuais e, 11 para a gastronomia. No local também haverá um palco para a apresentações culturais com teatro e shows artísticos. As inscrições para empreendedores interessados encerrou nesta quinta-feira, 20.
O coordenador de empreendedorismo da Sete, Ezequias Costa, disse que o objetivo é oportunizar aos artesãos garantirem uma boa renda neste fim de ano e mostrar à população e aos turistas o artesanato amapaense.

Programação
23/12 (domingo)
Local: Casa do Artesão – Rua Azarias Neto, Centro
17h – Som mecânico
19h – Apresentação de Toada (Grupo Guerreiros Waiana)
19h30 – Desfile com peças artesanais
20h – Show com Edinelson Saudade
21h – Show com a bateria da Escola de Samba Piratas da Batucada
22h – Encerramento

Curiosidades

– É na Casa do Artesão que você encontra o melhor do artesanato amapaense.

– Uma variedade imensa de objetos de madeira, sementes, cerâmica revestido com pó de manganês (minério), artigos indígenas, bolsas feitas de fibras vegetais e etc.

– Fica Localizada na Av. Azarias Neto, s/n, no Centro, Macapá, Amapá, Brasil – (96) 3212-9156

30.000
Quantidade de peças em exposição.

ARTE

Deixe Seu Comentário abaixo:

Banner Gif Mobile