Banner
Turismo

BEM NA FOTO: Ministério inclui Macapá em acervo de destinos turísticos

Cleber Barbosa, da Redação

 

Lançado em abril, pelo Ministério do Turismo, para auxiliar destinos turísticos a mostrarem seus atrativos para o mundo, o banco de imagens batizado de “MTur Destinos” não podia deixar de fora o Estado do Amapá. As belezas da capital amapaense foram registradas pelas lentes da fotógrafa Márcia Luzia Santos do Carmo, a nossa Márcia do Carmo, que captou, em imagens, os diversos atrativos turísticos. Ao todo são 60 fotografias da capital Macapá.
O acervo, que já está disponível no portal FLICKR, e reúne os principais destinos de lazer por meio de fotos da cultura, gastronomia, arquitetura e natureza de 169 cidades brasileiras. Todo o material é 100% gratuito para download e utilização das imagens, basta clicar aqui para ter acesso as mais belas paisagens do Brasil. O banco foi realizado por meio do trabalho de fotógrafos regionais que valorizaram a cultura das cidades e utilizaram de seu “olhar nativo” para mostrar os encantos dos locais onde vivem. “Esse é um trabalho inovador realizado pelo Ministério do Turismo com o intuito de dar ainda mais visibilidade para nossos destinos e, assim, estimular que cada vez mais brasileiros e estrangeiros se encantem com nosso país”, comenta o ministro do Turismo, Vinicius Lummertz.

Destinos
Em um primeiro momento, foram capturadas e categorizadas 5.880 imagens de 169 destinos. Para participar, o município precisava atender a alguns critérios, como vocação de lazer, fazer parte do Mapa do Turismo Brasileiro estar nas categorias A e C – ou seja, que têm fluxo de turistas domésticos e internacionais, empreendimentos regularizados e empregos gerados no setor. A expectativa é que o conteúdo seja atualizado periodicamente, para que outros destinos e atrativos sejam incorporados à plataforma.
O banco de imagens faz parte de uma série de iniciativas da Pasta para promoção dos destinos brasileiros. Em 2017, foram investidos R$ 60 milhões nas campanhas internas de divulgação de cidades. O valor é 67% maior que os R$ 35,7 milhões investidos em 2016 e 180% superior aos R$ 21,3 milhões de 2015.

 

Honra

Fotógrafa Márcia do Carno

A fotógrafa Márcia do Carmo, que se disse muito honrada com a publicação. “O Ministério selecionou um fotógrafo em cada estado, então com tantos outros grandes profissionais aqui ter minhas imagens servindo para divulgar o Amapá é maravilhoso, dono de locações muito bonitas e que só nos inspiram realmente”, diz a conceituada profissional, que é paraense de nascimento, mas filha de tradicional família amapaense.

Ela mantém uma página com uma coleção de suas melhores imagens no Facebook, basta acessar Márcia do Carmo Fotografia. Contatos também pelo WhatsApp (96) 99105-2194.

 

Política nacional para regionalizar os destinos turísticos do país

O interior da Fortaleza de São José de Macapá

O banco de imagens lançado esta semana em Brasília pelo Ministério do Turismo faz parte de uma série de iniciativas da Pasta para promoção dos destinos brasileiros. Desde que tomou posse no Ministério do Turismo, o ministro Marx Beltrão reforçou os investimentos na área: em 2017, foram investidos R$ 60 milhões nas campanhas internas de divulgação. O valor é 67% maior que os R$ 35,7 milhões investidos em 2016 e 180% superior aos R$ 21,3 milhões de 2015.

Regionalização
Embasando-se em recomendações da Organização Mundial de Turismo, o Ministério do Turismo adotou em 2004 essa política focada no desenvolvimento regional, dando maior protagonismo às Unidades da Federação. O Programa de Regionalização do Turismo trabalha a convergência e a interação de todas as ações desempenhadas pelo MTur com estados, regiões e municípios brasileiros. Seu objetivo principal é o de apoiar a estruturação dos destinos, a gestão e a promoção do turismo no País. A Política Nacional de Turismo, estabelecida pela lei 11.771/2008, tem dentre os seus princípios a regionalização do turismo.

 

Imagens retratam o melhor do lazer, da gastronomia e da cultura dos lugares

O artesanato amapaense também retratado nas imagens da fotógrafa Márcia do Carmo

No lançamento deste grande banco de imagens, durante a semana, o Ministério do Turismo explicou que o projeto denominado ‘MTur Destinos’, é um grande banco de imagens que reúne os principais destinos turísticos para lazer, com fotografia de experiências comprovadas assim como também, recortes sobre a gastronomia e a cultura de um total de 169 cidades brasileiras. O conteúdo está disponível no FLICKR e é 100% gratuito para download e utilização das imagens. Clique aqui para acessar o banco.
A equipe do MTur não esconde o entusiasmo com o alcance e a boa repercussão da iniciativa. “Esse banco de imagens atende a uma demanda histórica dos destinos e do mercado. A partir de agora, os turistas que tiverem interesse em conhecer mais sobre seu próximo destino podem pesquisar na plataforma as imagens dos principais atrativos das cidades. Para os gestores públicos e empresários do setor esse banco também é uma conquista, uma vez que todos poderão utilizar, de forma gratuita, as imagens para ações publicitárias, feiras e promoção dos destinos”, afirmou o ministro do Turismo, Marx Beltrão.

Sensibilidade
Neste primeiro momento, foram capturadas e categorizadas 5.880 imagens de 169 destinos, levando em conta aqueles que têm vocação de lazer, fazem parte do Mapa do Turismo Brasileiro e se encontram entre as categorias A e C – ou seja, que têm fluxo de turistas domésticos e internacionais, empreendimentos regularizados e empregos gerados no setor. A expectativa é que o conteúdo seja atualizado periodicamente, para que outros destinos e atrativos sejam incorporados à plataforma.
Confira todas as 57 imagens de Macapá no guia do MTur acessando o Site Flickr.

 

Curiosidades

-Este mapeamento define o território a ser trabalhado. O Mapa do Turismo Brasileiro é a base territorial de atuação dessa política para o desenvolvimento do turismo;

– A Categorização divide os municípios constantes no Mapa do Turismo Brasileiro, de acordo com o desempenho de suas economias do turismo.

60milhões
Valor do investimento em campanhas internas de divulgação dos novos destinos turísticos.

 

Curiaú

Deixe Seu Comentário abaixo: