Banner
Obra está orçada em R$ 163,2 milhões, com recursos da Infraero e bancada federal | Foto: Maksuel Martins/GEA
Política

Após 15 anos, obra nº 1 de Lula, pode trazer Bolsonaro a Macapá para inaugurar

Cleber Barbosa, da Redação

Estácio mobile

A obra de construção de um novo aeroporto na cidade de Macapá recebeu a ordem de serviço nº 001 do governo de Luís Inácio Lula da Silva, em 2004. Porém, passados quase 15 anos, período marcado por escândalos e denúncias de toda sorte sobre as administrações do PT no país, o novo terminal de passageiros finalmente está sendo entregue à população e há quem queira o presidente Jair Bolsonaro (PSL) na capital do Amapá para a inauguração, programada para o dia 26 de março.

Tratando-se ou não de excesso de empolgação de bolsonaristas, o fato é que a notícia começou a circular nos meios políticos e empresariais em Macapá e em Brasília agora há noite, suscitando o debate sobre o que essa oportunidade poderia representar em termos de colocar o Amapá de vez na agenda política do Planalto.

O primeiro terminal – até hoje em funcionamento – foi inaugurado em 1974 e há muito tempo não vem atendendo às necessidades dos usuários, além de ir de encontro aos novos conceitos de ‘aeroshopping’ que a Infraero vem implantando em seus terminais pelo país.

 

Deixe Seu Comentário abaixo: