Banner
Opinião

Notas da coluna ARGUMENTOS, quinta-feira, dia 14 de março de 2019.

Toga
O juiz federal João Bosco Costa Soares atua agora também na região do Vala do Jari, cumulativamente com a 2ª Vara Federal, em Macapá. E mesmo distante, mantém o estilo proativo nas audiências de conciliação. Bom para ambas as partes, sabe?

Frente
E foi lá no Jari que ele reuniu diversos entes envolvidos no processo de pavimentação da rodovia BR 156 numa audiência E ali, tête-a-tête, ouviu e fez cada um falar onde e como destravar o processo.

Estrada
Bem, dessa audiência saíram encaminhamentos importantes, com respectivos prazos para serem executados. E a estratégia é fazer pontes no inverno e asfalto no verão, que foi como a estrada mais avançou.

Porto
Outra magistrada, Odaisa Picanço, da Justiça do Trabalho, convocou pesquisadores paraenses a fazer uma perícia na área do porto da mineradora Anglo Ferrous, em Santana. Onde outro píer afundou este ano.

Técnicos
Os pesquisadores são liderados pelo professor doutor Marcelo Rassy, da Universidade Federal do Pará. O grupo tem prazo de dez dias para a conclusão dos trabalhos de campo, no município de Santana.

Diálogo

O senador amapaense Lucas Barreto foi ao Palácio do Planalto, em Brasília, para audiência com o presidente Jair Bolsonaro. Na pauta, a abertura da Renca, pesquisa de petróleo e ajuda federal para o Amapá. Também fez um convite para que o mandatário visite o Estado em breve. Saiu muito confiante da reunião.

Caneta
Waldez sanciona nesta quinta-feira a Lei que trata da readequação funcional dos professores Classe A, reestrutura e organiza o Plano de Cargos e Carreiras do Quadro de pessoal do Poder Executivo. Também serão assinados 290 decretos de promoção funcional dos servidores estaduais.

Diálogo
O projeto, de autoria do Executivo, foi debatido com a categoria e Sinsepeap, por meio da Agenda do Servidor, com a participação direta do Conselho Permanente de Valorização do Profissional da Educação Básica (CPVPEB) e Procuradoria-Geral do Estado (PGE). O projeto foi aprovado por unanimidade na ALAP.

Efeitos
A Lei permite conceder progressão horizontal dos professores Classe A, assegurando a evolução deste profissional para o nível correspondente à titulação, dentro da mesma classe. Isto significa que um professor com pós-graduação, mestrado ou doutorado, por exemplo.

 

Deixe Seu Comentário abaixo: