Banner
Edital promove o desenvolvimento do cinema local ao beneficiar a formação profissional, além de possibilitar a geração de emprego e renda | Foto: Divulgação
Cultura

Depois de aquecer mercado do audiovisual, editais para formação

Os profissionais do cinema amapaense ganharam mais uma oportunidade para ampliar o desenvolvimento do setor. O Centro Técnico Audiovisual (CTAV), vinculado ao Ministério da Cultura (MinC), publicou um edital de formação e capacitação de profissionais que atuam na área. O instrumento possibilita a distribuição de até R$ 16,1 milhões para produtoras independentes de todo o país. No Amapá, cabe ao Núcleo de Produção Digital Equinócio (NPD) – gerido pelo governo do Estado – a função de informar e orientar produtores interessados em acessar os recursos.

Para a gerente do NPD Equinócio, Ana Vidigal, o edital promove o desenvolvimento do cinema amapaense ao beneficiar a formação profissional, que é a base do setor, além disso, possibilita a geração de emprego e renda nas produtoras locais. Vidigal explica que o instrumento pontua três eixos: gestão empresarial e de mecanismo de financiamento normativo do audiovisual; criação e técnica; e acessibilidade audiovisual.

Dessa forma, as propostas poderão sugerir programas de ensino contemplando diversos conteúdos, como roteiro para cinema, gestão da produção e audiodescrição audiovisual, por exemplo. Uma pontuação diferenciada será concedida a propostas que firmarem parceria aos NPD’s, CTAV ou que realizem projetos de formação nas regiões Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sul e nos Estados de Minas Gerais e Espírito Santo.

A gerente ressalta que as produtoras serão responsáveis por gerir os recursos, mas, para garantir a execução do projeto, é possível fazer parcerias com organizações e instituições capacitadas para ofertar formação, como universidades, institutos de educação e o próprio NPD. “Estamos de portas abertas para apoiar as iniciativas interessadas em firmar parcerias conosco. Nosso comitê gestor avaliará a viabilidade de cada proposta”, frisa Vidigal.

Ela acrescenta que dúvidas sobre o certame podem ser sanadas através do e-mail [email protected] ou no NPD, de segunda a sexta, das 8h às 12h e das 14h às 18h. O espaço funciona no prédio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), na Avenida Ernestino Borges, Centro de Macapá.

Inscrições

As inscrições são gratuitas, iniciaram em 23 de outubro e ocorrerão em regime de fluxo contínuo. Elas devem ser feitas no site www.mapas.cultura.gov.br. Podem se inscrever empresas com fins lucrativos que estejam classificadas como agentes brasileiros independentes pela Agência Nacional de Cinema (Ancine); com registro regular de acordo com a Instrução Normativa nº 91, de 01/12/2010 da Ancine. O Centro Técnico Audiovisual (CTAv) ficará responsável pelo recebimento das propostas, que serão avaliadas por uma comissão em conjunto com a Ancine. Mais informações estão disponíveis no edital do certame.

Cinema 

Nos últimos anos, os profissionais do cinema amapaense vêm ganhando cada vez mais oportunidades de desenvolvimento. Em 2017, o governo do Estado garantiu, através de uma parceria com a Agência Nacional de Cinema (Ancine), o primeiro edital de Produção Audiovisual do Amapá. Em 2018, foi criado o Núcleo de Produção de Digital, um espaço, dotado de equipamentos de última geração, coordenado por profissionais do cenário local, e com a oferta de capacitações gratuitas, para fomentar, fortalecer e aperfeiçoar tanto os profissionais que já atuam na área, quanto os que desejam iniciar no segmento.

 

Deixe Seu Comentário abaixo: