Banner
Senador eleito no Amapá, Randolfe Rodrigues (REDE) chega ao segundo mandato em Brasília | Foto: Divulgação
Política

Randolfe integra eleitos da Rede de Ação Política pela Sustentabilidade

O senador Randolfe Rodrigues (REDE) é um dos destaques da lista de candidatos eleitos em primeiro turno que integram a Rede de Ação Política pela Sustentabilidade – RAPS. Criada em 2012 para estimular o aperfeiçoamento da atuação política no País, a organização teve 149 de suas lideranças dos mais diversos partidos disputando cargos eletivos no domingo. Juntos, receberam mais de 23 milhões de votos.

A Rede de Ação Política pela Sustentabilidade – RAPS é uma organização pioneira na política brasileira, fundada em maio de 2012, cuja missão é contribuir para a melhoria do processo político e da qualidade da democracia no país. Isso é feito por meio da formação e apoio a novas e atuais lideranças políticas – comprometidas com a transformação do Brasil num país mais justo, próspero, democrático e sustentável; Com a construção de uma visão compartilhada de desenvolvimento sustentável pela qual essas lideranças trabalhem; Com a troca de experiências entre pessoas que enfrentam desafios públicos e políticos semelhantes.

Após as eleições de 2010, o grupo de fundadores da RAPS reconheceu que esta transformação deveria ser travada na arena política, mediante a ação pluripartidária e com diferentes matizes ideológicos. Reconheceu ainda que o país está em um momento da história no qual há um espaço político-institucional com oportunidades e sinergias em aberto que permitem o fortalecimento de um movimento da sociedade para a realização dos valores, princípios e projetos alinhados à sustentabilidade e que a promoção dessa agenda não é (e nem pode ser) privilégio de um só grupo político, de um só partido, mas, ao contrário deve refletir uma prioridade de toda a sociedade brasileira. Trata-se de um projeto de país.

Os trabalhos são desenvolvidos com base na Amizade Cívica, conceito cunhado para representar os vínculos que se estabelecem entre cidadãos, especialmente entre lideranças políticas, a despeito das diferenças ideológicas e partidárias, com respeito, diálogo, cooperação e construção conjunta de valores, projetos e propostas de políticas públicas. Colaborar com a construção da sociedade que queremos exige não somente trabalhar com todas as lideranças políticas alinhadas aos valores e princípios que defendemos, mas também estimular e formar novas lideranças comprometidas com essa agenda.

Fica cada vez mais evidente que para provocar transformações reais num país democrático, como o Brasil, é necessário fazer política real, uma política transformadora que engaje parcela relevante da cidadania.

É preciso empreender na política. A RAPS nasce alinhada a estes objetivos e se propõe a ser uma resposta de como é possível empreender na política de forma inovadora por um Brasil sustentável.

Randolph Frederich Rodrigues Alves tem 45 anos. Graduado em História pela Universidade Federal do Amapá (UNIFAP) e Direito pela Faculdade Estácio do Amapá (Famap), especialista em Direito Público pela mesma instituição, MBA executivo em Gestão e Políticas Públicas pela Fundação Getúlio Vargas do Rio de Janeiro (FGV – RJ). Professor universitário, foi secretário estadual de juventude (1995-98), deputado estadual (1999-2006) e atualmente está em seu primeiro mandato como senador (2011-2018). Foi eleito com a maior votação da história do Amapá e tomou posse como o senador mais jovem do Brasil. Filiado ao PT até 2005 e ao PSOL de 2005 a 2015, ingressou na REDE dias após o seu registro no TSE.

 

Deixe Seu Comentário abaixo: