Banner
Opinião

Notas da coluna ARGUMENTOS, quarta-feira, dia 18 de abril de 2018

Aviação

Rendeu uma boa discussão nas redes sociais a cotação de preço feita por um internauta para comprar um bilhete da Azul na rota Macapá/Belém/Macapá. São exatos R$ 2.090,00 para fazer a ‘ponte aérea’ de 35 minutos. Dá para ir ao Rio Grande do Sul!

 

Bronca

Aí sobrou para a classe política local, especialmente pelos mimos a salamaleques com que a companhia aérea foi recebida por aqui ao trocar as aeronaves de hélices, por jatos bem maiores. A tarifa não caiu.

 

Ataque

Por falar em iternet, lideranças locais do MBL (Movimento Brasil Livre), do “Fora Dilma”, denunciaram ter tido sua página invadida por hacker. Deixaram inscrições “Queremos o Lula Livre” e “Somos todos Lula”.

 

Desculpas

O coronel Aclemildo Barbosa, ex comandante da PM no governo Camilo, propôs uma retratação pública ao governador Waldez, por ofensas proferidas contra ele em suas redes sociais. Ele já fez a postagem.

 

Paradoxo

Barbosa teve um comando marcado pelas polêmicas em conciliar a liturgia do cargo com a aguerrida militância político-partidária, ligado ao PSB. Ele ainda está na ativa e pediu desculpas ao governador.

 

Agronegócio

Desembarcaram ontem em Macapá os dois instrutores dos painéis “Campo Futuro” que a Federação de Agricultura e Pecuária (Faeap) promove hoje e amanhã com produtores e fornecedores. Alan Malinski e Diego Humberto de Oliveira visitaram o Porto de Santana, ciceronianos por Iraçu Colares (Faeap).

Acidente

A Capitania dos Portos do Amapá, por meio do Comando do 4º Distrito Naval confirmou em nota ontem, com pesar, que foram encerradas as buscas ao Primeiro-Sargento da Marinha do Brasil, Jânio Guimarães Carvalho, de 43 anos de idade após ter sofrido queda na água durante esporte náutico.

 

Mazagão

O militar estava a bordo de uma embarcação de esporte e recreio chamada “Marapanim I”, no rio Vila Nova, entre o rio Matapi e o Furo do Mazagão (AP), por volta das 16h40 de domingo. Ontem, seu corpo foi localizado a 500 metros do local, por volta das 11 horas da manhã, sendo reconhecido por colegas.

 

Remoção

O Corpo de Bombeiros Militares do Amapá (CBM-AP) realizou a remoção do corpo para as providências legais, na Polícia Técnico-Científica. A Marinha do Brasil instaurou inquérito para apurar as causas, circunstâncias e responsabilidades pelo acidente.

 

Deixe Seu Comentário abaixo: