Banner
Ex ministro da Fazenda Henrique Meirelles, pré-candidato a presidente da República pelo MDB.
Política

Henrique Meireles será o primeiro ‘presidenciável’ a visitar o Amapá

O ex ministro da Fazenda Henrique Meirelles (MDB) será o primeiro pré-candidato a presidente da República a visitar Macapá. Ele estará no Amapá no próximo dia 20, ocasião em que cumprirá uma agenda política na capital e quem sabe dando rumos para futuras alianças eleitorais.

A informação foi confirmada agora à noite por sua ex colega de ministério, a amapaense Fátima Pelaes (MDB) que também é pré-candidata a senadora pelo partido. “Será uma grande oportunidade não só para ouvirmos o ex ministro como também para que ele possa perceber um pouco sobre os problemas amazônicos e conhecer as contribuições que nossos quadros e a nossa gente pode e quer dar ao país”, disse Fátima.

Biografia

A carreira de Henrique Meirelles se iniciou em 1974 no BankBoston onde trabalhou por 28 anos com atuação nacional e internacional. Começou no departamento de Leasing e, após 4 anos, assumiu a Vice Presidência do banco.

Em 1984, por indicação de um membro do conselho do BankBoston, Meirelles cursou o Advanced Management Program (AMP) pela Harvard Business School, um curso que prepara executivos que assumirão a presidência de grandes corporações.

Em junho do mesmo ano, com o seu retorno ao Brasil, Meirelles foi nomeado presidente do BankBoston no país, cargo que ocupou por 12 anos.

Em 1996 sua carreira deu um grande salto: foi escolhido, pelo conselho do BankBoston, presidente mundial da instituição a partir da sede nos Estados Unidos. Ocupou o cargo até 1999.

Em 1999, o BankBoston Corp. fundiu-se com o Fleet Financial Group formando o FleetBoston Financial, oitava maior instituição financeira dos Estados Unidos, com US$ 220 bilhões em ativos, uma lista de 21 milhões de clientes em mais de 20 países. Possuía uma rede de 1,7 mil agências nos EUA e mais de 250 unidades na América Latina.

Em 2002, Meirelles se aposentou e retornou ao Brasil com toda essa experiência para trabalhar no serviço público. Foi presidente do Banco Central do Brasil no governo de Lula entre 2003 e 2011 e na gestão de Michel Temer foi o ministro da Fazenda.

 

Deixe Seu Comentário abaixo: