Banner
TJAP celebra a união de 50 casais em casamento comunitário no município de Santana | Divulgação
Amapá

Casamento comunitário formaliza união de 50 casais em Santana

Após 23 anos de relacionamento, Deusenir Oliveira Sena e Doriel Correa de Oliveira disseram o tão esperado “sim” em mais uma edição do Programa Casamento na Comunidade, realizado na última sexta-feira (14), no município de Santana. Muito feliz, a noiva Deusenir revelou que sempre nutriu a vontade de trocar as alianças com o marido e ter a segurança do casamento civil. “Hoje está sendo a concretização de um dos maiores sonhos da minha vida, são 23 anos de uma relação que nos presenteou com quatro filhos e com este ato estamos reafirmando o sentimento que temos um pelo outro”.

Estácio mobile

E a emoção para o casal foi em dobro, além da realização do sonho de oficializar o matrimônio, Deusenir e Doriel casaram-se no mesmo dia em que a filha, Elaine de Oliveira. Pais da pequena Aylla, Elaine e Jhonatan de Souza já vivem juntos há seis anos. “É um momento muito especial para nossa família, é até difícil descrever a alegria que estamos sentindo, poder casar no mesmo dia em que minha mãe é uma experiência única”.

Elaine ressaltou ainda a importância da oficina de casamento, realizada pela Justiça do Amapá por meio da Central de Conciliação da Comarca de Santana.  O curso teve como objetivo ensinar técnicas de mediação de conflitos aos noivos, prevenindo conflitos no âmbito familiar e fora dele e estimulando-os a manter uma relação saudável e duradoura. “Foi fundamental a oficina, onde pudemos aprender mais sobre um ao outro, sobre como manter uma relação saudável, sabendo falar e ouvir nas horas certas”, finalizou a noiva.

Itinerante

O juiz Fábio Santana dos Santos, titular da 1ª Vara do Juizado Especial Cível Central e coordenador do Programa Casamento na Comunidade, destacou a presença do programa em diversas cidades amapaenses, ampliando o alcance das ações do casamento comunitário. “Neste ano já estivemos em outras Comarcas como Laranjal do Jari, Porto Grande e agora Santana, e estamos buscando novas parcerias para podermos levar este trabalho para mais cidadãos amapaenses”, afirmou o magistrado.

Vice-presidente da Assembleia de Deus de Santana, o pastor Aroldo Vasconcelos evidenciou a parceria com o Tribunal de Justiça do Amapá, possibilitando de maneira mais acessível o enlace dos casais. O pastor afirmou que a intenção é fortalecer cada vez mais a cooperação. “Essa é uma ação que merece um voto de louvor, e sempre estaremos de portas abertas para projetos que valorizem a família”, complementou.

Foi a terceira vez que o município de Santana recebeu o programa realizado pelo Tribunal de Justiça do Amapá, que nesta edição contou com as parcerias da Assembleia Legislativa do Amapá, Cartório Oliveira e Igreja Assembleia de Deus de Santana.

Deixe Seu Comentário abaixo: