Página do jornalista amapaense Cleber Barbosa, voltada a difundir notícias, pensamentos, reflexões e atualidades sobre turismo, comportamento, economia, cultura, política e empreendedorismo.


sábado, 3 de fevereiro de 2018

DEFESA | Solenidade em Santana marca a troca de comando da Capitania dos Portos

Almirante Edervaldo Teixeira (ao centro) como os capitães Cezar da Silva e Oliveira Caldas | Foto: Secom/GEA
Coube ao almirante Edervaldo Teixeira de Abreu Filho, comandante do 4º Distrito Naval, realizar a troca de comando da Capitania dos Portos do Amapá, nesta sexta-feira (02), em Santana (AP). O governador do estado, Waldez Góes, além de diversas autoridades, participaram da concorrida cerimônia. Quem passou o bastão da organização militar foi o capitão-de-fragata Aderson de Oliveira Caldas, que está sendo substituído pelo também capitão-de-fragata Fernando Cezar da Silva, que já havia servido no Amapá.
Oliveira Caldas fez um breve balanço de suas atividades à frente da Capitania dos Portos, que apresentou números altamente favoráveis, tanto na fiscalização da navegação, na formação e capacitação de tripulantes, como na captação de recursos federais por meio de emendas parlamentares, para dar vazão aos projetos, operações e ações cívico-sociais da Marinha no Amapá.

Parcerias
Durante o evento, o governador Waldez ratificou o desejo de estreitar ainda mais o relacionamento institucional com a Marinha. Ele exemplificou iniciativas nas áreas da educação e da navegação no Rio Amazonas. Foi o caso do mapeamento da rota de transporte escolar nos rios, desenvolvido pelo governo em parceria com a Marinha e Exército Brasileiro.
Um trabalho que assegura os direitos dos estudantes, possibilita melhor gerenciamento do transporte escolar e ainda reduz custos para o Estado. “Mais de 50% dos transportes escolares do Amapá são ribeirinhos. Portanto, é de extrema importância reconhecer e valorizar o trabalho da Marinha no sentido de regular, fiscalizar, prezar pela segurança dos nossos estudantes, ribeirinhos e todos os que trafegam pelos rios do nosso Amapá”, frisou Waldez Góes.
Outra importante parceria mencionada, por ele, é a atualização das Cartas Náuticas do Amapá – documentos cartográficos -, para que seja possível a entrada e saída de embarcações com maior capacidade de carga pelo Porto de Santana, gerando desenvolvimento local e regional. “Com estudos altamente precisos, coordenados pela capitania, será possível, por exemplo, viabilizar a navegabilidade em lama, em determinados momentos e aumentar pelo menos um metro e meio de calado em navegabilidade, em função do aumento da tábua de maré”, explicou Góes, pontuando que, como consequência, haverá o aumento na exportação de mercadorias e barateamento dos custos das operações.

Resultados
O capitão Aderson de Oliveira Caldas, que deixou o posto de comandante da Capitania dos Portos e agora segue para o Rio de Janeiro, mencionou que a afinidade entre o órgão e os entes públicos municipais, estaduais e federais, contribuíram para que a instituição alcançasse o posto de 5ª melhor corporação da Marinha, em produtividade e satisfação do público atendido em 2017.
Ele também mencionou a atuação conjunta em eventos importantes, nos dois anos em que esteve no comando, como o Círio de Nazaré, em que não foram registrados acidentes graves fora do cais. “Desejo sorte e sabedoria ao novo comandante, que tenho certeza que fará um excelente trabalho, salvaguardando vidas nos rios do nosso Amapá, garantindo a segurança na trafegabilidade e dando continuidade às parcerias com os atores públicos em benefício da população”, considerou Caldas.
O novo comandante, capitão Fernando Cezar da Silva, ressaltou que dará continuidade às parcerias com o Estado e aos projetos da capitania em andamento. “Vamos prosseguir com as fiscalizações, as parcerias com os órgãos locais e, à medida que for necessário, iremos estudando e implementando novas ções. Como prioridade, já temos a implantação de uma unidade da Marinha do município de Oiapoque, fortalecendo o trabalho social e a atuação naquela região de fronteira”, frisou o comandante.
A Capitania dos Portos do Amapá é subordinada ao 4º Distrito Naval, e atende, além de todos os municípios do Amapá, nove municípios do Estado do Pará. Na solenidade de troca de comando, também estiveram presentes outras autoridades políticas, civis e militares.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua conosco!

PUBLICIDADE