Página do jornalista amapaense Cleber Barbosa, voltada a difundir notícias, pensamentos, reflexões e atualidades sobre turismo, comportamento, economia, cultura, política e empreendedorismo.


domingo, 3 de dezembro de 2017

OPINIÃO | Notas da coluna ARGUMENTOS, sábado, dia 02 de dezembro de 2017.

Garimpo

As agências envolvidas na mega operação de repressão ao trabalho escravo no Garimpo do Lourenço fizeram história. Depois da Lava Jato, está foi a segunda maior mobilização da PF no país, ação que agora promete se repetir em todo território nacional. Que seja!

A limpo

Na entrevista coletiva concedida ontem, autoridades federais disseram que no Lourenço ocorriam situações degradantes que levarão o estado brasileiro a ocupar permanentemente aquela região de Calçoene.

Fachada

A cooperativa garimpeira do Lourenço, sob a ótica dos procuradores, delegados e auditores, não passa disso, descrito no título da nota. De verdade mesmo só os trabalhadores, garimpeiros.

Vínculo

Já o argumento de que os garimpeiros não são empregados e sim cooperados e participam dos lucros, para a PF não isenta a cooperativa de garantir a eles condições dignas de trabalho.

Golpes

E qual seria a participação dos caciques, aqueles tidos como superiores da cooperativa? Para a PF usavam a estrutura para a prática de crimes como lavagem de dinheiro, evasão e tráfico de pessoas.

Idiomas
Um café da manhã serviu para que os novos dirigentes da escola de línguas Yázigi pudessem apresentar ontem o novo projeto educacional que começa a funcionar em fevereiro. A capacitação em idioma prepara nossos jovens para o mercado, para a vida, para o mundo. Na foto a equipe liderada pela professora e empresária Shahla Lofti.

Honra

O Exército Brasileiro reuniu as famílias de 20 jovens amapaenses para a programação de conclusão do curso do NPOR. Trata-se da segunda turma de oficiais de infantaria formados no Amapá. Foi uma festa diga do tamanho do feito deles e do 34 BIS, o Batalhão Veiga Cabral.

Caserna

O Amapá possui diversas personalidades e autoridades que ostentam o título de oficial da reserva, como o vice governador Papaleo Paes. Ontem, no evento, alguns foram lá como o empresário Glauco Cei, presidente da Etecon Engenharia e também da Soamar, Sociedade dos Amigos da Marinha.

Espadas

Neste sábado a programação será encerrada com a promoção dos alunos do NPOR a aspirantes a oficiais, com a respectiva entrega das espadas. Sem dúvida mais um momento inesquecível para esses jovens e seus familiares.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua conosco!

PUBLICIDADE