Página do jornalista amapaense Cleber Barbosa, voltada a difundir notícias, pensamentos, reflexões e atualidades sobre turismo, comportamento, economia, cultura, política e empreendedorismo.


sexta-feira, 6 de outubro de 2017

OPINIÃO | Notas da coluna ARGUMENTOS, sexta-feira, dia 06 de outubro de 2017.


Trans

Yueh Alexei Pantoja Fernandes é mais uma cidadã brasileira que conquistou o direito de mudar de nome e gênero em seus documentos, por meio de uma sentença favorável de um juiz de direito do Amapá. Mais precisamente de Laranjal do Jari.

Mídia

O caso em questão ganhou repercussão nacional, ao ser contado em reportagem da Rádio Justiça e que foi ao ar no programa A Voz do Brasil, retransmitido para todo o país na noite de quarta-feira.

Motivos

Ao nascer, Yueh recebeu o nome de Antônio Pantoja Fernandes Júnior, mas, alegou que “nasceu com sexo fisiológico masculino, mas que cresceu e se desenvolveu social e psicologicamente como mulher”.

Garçom

O empregador não pode utilizar a gorjeta recebida de terceiros em estabelecimentos comerciais para compor o salário mínimo a ser pago aos garçons. Foi o que decidiu Tribunal Superior do Trabalho, o TST.

Aviação

A chegada do mês de outubro reveste a Azul Linhas Aéreas com uma segunda cor: o rosa. A companhia realizará uma série de ações com o objetivo de alertar as mulheres quanto à importância da prevenção.

Figura

Dona Isa, esta simpática vendedora de café e refeições caseiras do Centro de Macapá, teve sua história contada ontem, em reportagem de nossa página na web. Ela foi uma das primeiras moradoras da Av. Machado de Assis, bem atrás do Parlamento Estadual e viu (quase) de tudo na história da política local.

Na pista

Ex deputado Jorge Amanajás, do PPS, teve aparição na propaganda eleitoral na tv e mostrou a velha desenvoltura à frente da telinha. Não só porque já disputou eleição a governador, mas por ter inovado ao dar aulas na tv, nos tempos do projeto social denominado Curso Desafio. Hoje pilota a Setrap.

Senado

Jorge falou ontem ao programa Luiz Melo Entrevista, da Diário FM. Ele diz ser mesmo candidato no próximo ano, mas descarta nova disputa para deputado (federal ou estadual). Sua preferência é para ser senador. “Mas faço parte da base do governador Waldez e vamos decidir isso da melhor forma”, disse ele.

Pasta

Enquanto isso não acontece, Jorge segue a vida como secretário de estado, aliás, tem se mostrado um gestor arrojado à frente da Secretaria dos Transportes. Foco nas estradas federais que tem delegação para agir, nas estaduais e também nas vias urbanas que ganham pavimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua conosco!

PUBLICIDADE