Página do jornalista amapaense Cleber Barbosa, voltada a difundir notícias, pensamentos, reflexões e atualidades sobre turismo, comportamento, economia, cultura, política e empreendedorismo.


quarta-feira, 11 de outubro de 2017

MEMÓRIA | Fortaleza de São José de Macapá caminha ao reconhecimento pela Unesco

A Fortaleza de São José de Macapá ganha novamente o noticiário nacional ao figurar num seleto grupo de fortificações brasileiras que podem virar patrimônio cultural da humanidade

Texto: Cleber Barbosa | Foto: MR Fonseca
Para a Revista Diário (Macapá)

U ma equipe técnica do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Arquitetônico Nacional) inicia por Macapá uma viagem por 10 estados para levantar informações a respeito de 19 fortificações brasileiras, visando aponta-las à Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) para o reconhecimento como “Patrimônio Histórico da Humanidade”. Trata-se de um longo processo iniciado ainda em 2006, quando da entrega da maior e mais completa restauração do monumento, ocasião em que o intelectual José Sarney, membro da Academia Brasileira de Letras e à época senador pelo Amapá, lançou esse desafio.
Na visita feita agora ao Amapá, o diretor de articulação e fomento do Iphan, o professor Marcelo Brito, se disse impressionado com o que encontrou, ratificando as informações a respeito do potencial da Fortaleza de São José de Macapá em ganhar tal reconhecimento internacional. “Para o Brasil expressa o papel que teve essa tipologia arquitetônica na definição de um país de dimensões continentais na América do Sul  com é o Brasil hoje”, disse ele.

GRANDIOSA
De acordo com o representante do Iphan, na lista geral de 1.075 bens culturais já reconhecidos como patrimônio da humanidade,  o Brasil possui 21, mas nada relacionado a fortificações, daí o projeto de indicar algumas das principais, dentre elas exatamente a maior do período colonial português – a fortaleza amapaense. “Me surpreendi com suas dimensões monumentais, mas de fato ainda há muito trabalho o que fazer num esforço conjunto de trabalho até a apresentação final do projeto, previsto para o próximo ano”, disse o diretor do Iphan.
Entre os que têm muito trabalho pela frente está o Estado, na conservação e preservação da fortaleza. Na verdade até já está fazendo, com o anúncio de uma obra de recuperação e manutenção, prevista para ser entregue até dezembro deste ano.
Em 2008, numa grande mobilização de amapaenses e turistas que já a conheciam, a Fortaleza de São José de Macapá foi eleita entre as ‘Sete Maravilhas Brasileiras’, numa lista que contém sete monumentos ou construções brasileiras que por votação pública foram definidas como maravilhas brasileiras.

REVISTA CARAS
Através de eleição online, leitores da revista poderiam escolher seus sete votos entre 30 maravilhas, que foram previamente escolhidas levando em consideração não apenas a beleza, mas também a importância histórica-político-cultural. A site da revista anunciou as campeãs em 2008, após 3 meses e meio de votação e mais de meio milhão de votos. A revista lançou uma coleção com um jogo de chá e um cartão tridimensional de cada monumento, com a Fortaleza do Amapá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua conosco!

PUBLICIDADE