Página do jornalista amapaense Cleber Barbosa, voltada a difundir notícias, pensamentos, reflexões e atualidades sobre turismo, comportamento, economia, cultura, política e empreendedorismo.


sábado, 28 de outubro de 2017

POLÍTICA | Deputados discutem situação dos brasileiros que vivem na Guiana Francesa

A Comissão de Relações Exteriores e Defesa do Estado (CRE) da Assembleia Legislativa do Amapá (Alap) cumpre extensa agenda de trabalho em Caiena, capital da Guiana Francesa. Nesta quinta-feira (26), os deputados que compõem a CRE, Raimunda Beirão (PMB), Cristina Almeida (PSB), Jaci Amanajás (PV) e Paulo Lemos (Psol), reuniram-se com o cônsul adjunto do Brasil na Guiana Francesa, Afonso Nery.

Os temas abordados no encontro foram a situação dos brasileiros que vivem na Guiana Francesa, o retorno da expedição do Visa em Macapá e o um estudo para voltar com um voo semanal (Macapá, Caiena/Macapá). O cônsul Afonso Nery afirmou que, atualmente, os brasileiros vivem de uma forma mais tranquila na Guiana quanto à expedição do visa em Macapá.

“Ficou mais difícil por causa dos ataques terroristas ocorridos ultimamente nas cidades francesas. Em relação ao voo entre as duas capitais [Macapá/Caiena], há uma solicitação do próprio Governo Francês para que esse problema seja resolvido o mais breve possível”, informou Nery. Ele explicou aos deputados como funciona o sistema político e administrativo na Guiana Francesa e a relação entre Paris e Guiana.

A deputada Raimunda Beirão, presidente da comissão, solicitou um esforço do consulado brasileiro para tentar buscar um acordo para que os empresários amapaenses possam vender seus produtos no mercado da Guiana Francesa. Já a deputada Cristina Almeida quer um acordo entre os dois países para a valorização dos costumes, raízes e tradições. Atualmente, vivem 50 mil brasileiros na Guiana Francesa, que contribuem com o desenvolvimento da região.

Os deputados aproveitaram para visitar o sistema de recuperação da Avenida La Libertê, que antes era apenas um canal e agora é uma via pública totalmente revitalizada e arborizada. Para o deputado Paulo Lemos, o mesmo processo pode ser feito no canal do Beirol, em Macapá, aproveitando para fazer uma campanha de conscientização para a preservação do local e um projeto de arborização, com árvores frutíferas e paisagismo.

O deputado Jaci Amanajás disse que é importante manter esses canais limpos para evitar a proliferação de ratos, cobras e mosquitos. Com isso, evitar vários tipos de doenças e contribuir com a saúde das pessoas que moram às margens dos canais que cortam Macapá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua conosco!

PUBLICIDADE