Página do jornalista amapaense Cleber Barbosa, voltada a difundir notícias, pensamentos, reflexões e atualidades sobre turismo, comportamento, economia, cultura, política e empreendedorismo.


sábado, 16 de setembro de 2017

DIREITO | Algoz de Dilma, jurista Janaína Paschoal é reprovada em prova para professora

Alçada pela mídia à condição de uma das maiores juristas do país por ser responsável pela acusação que culminou no impeachment de de Dilma Rousseff pelas pedaladas fiscais, a Professora de Direito Penal da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo Janaína Paschoal teria ficado em último lugar dentre seus pares no concurso para a cadeira de Professor Titular.

Segundo o plantão de jornalismo do Portal Yahoo Notícias, os Juristas Alamiro Velludo e Ana Elisa Bechara ficaram com a vaga que foi disputadíssima, embora com outros professores da universidade que não Janaína. Ambos tiveram notas que giraram numa média 9,5 e 9,2, respectivamente, muito superior às auferidas pela jurista do impeachment, cujas notas variaram entre 6,44 e 7,20.

Outro lado
O internauta Siddou Miccione, em mensagem enviada à nossa redação, contesta essas informações e diz que Janaína foi a terceira colocada em um certame que tinha apenas três vagas, portanto teria sido aprovada. Abaixo a ítegra da postagem dele em uma rede social.






Sua informação não procede. Janaína passou no concurso em 3 lugar. Eram três vagas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua conosco!

PUBLICIDADE