Página do jornalista amapaense Cleber Barbosa, voltada a difundir notícias, pensamentos, reflexões e atualidades sobre turismo, comportamento, economia, cultura, política e empreendedorismo.


quarta-feira, 27 de setembro de 2017

AMAPÁ | Em encontro com servidores da UEAP, Waldez sanciona plano de carreiras

Cerca de 130 técnicos administrativos do quadro de servidores da Universidade do Estado do Amapá (Ueap) serão os beneficiados com a lei do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) dos servidores lotados na instituição. O governador Waldez Góes sancionou a nova legislação em concorrida solenidade no Palácio do Setentrião.

O PCCR é um conjunto de normas que oportunizam o estímulo ao desenvolvimento pessoal e profissional dos servidores da universidade. Além da regulamentação, ele contempla diversos benefícios para a categoria, como progressão, promoção, adicional e gratificações.
O projeto de lei foi enviado no mês de maio para apreciação da Assembleia Legislativa do Amapá (Alap). Este é um anseio da categoria desde 2014, segundo Gean Freitas, presidente do Sindicato dos Técnicos Administrativos da Ueap. Ele conta que desde 2015 trabalharam na construção do plano junto ao Governo do Estado, através da Agenda do Servidor.
“Hoje o sentimento é de felicidade. Esse plano vem para corrigir diversas disparidades que tínhamos em nossa universidade. A sanção veio antes do que esperávamos, graças ao empenho da equipe técnica de governo e do diálogo permanente conosco. Agora temos segurança e nossos direitos assegurados”, comemorou Gean.

Valorização
O reitor da Ueap, Perseu Aparício, reforçou que “a valorização dos servidores técnicos possibilita não só a satisfação dele em atuar, mas também fortalece os setores da instituição, para que consigamos produzir muito mais”, disse.
O governador Waldez Góes destacou que esse é mais um resultado da política adotada pela gestão, primando pelo diálogo permanente com as categorias, para valorizá-las, de acordo com a atual conjuntura do Estado, e fazer com que, assim, instituições e estado se fortaleçam e se desenvolvam.
“É uma metodologia exaustiva, mas por meio da qual é possível construir o melhor para cada categoria. Os avanços, as conquistas, mesmo em tempos difíceis de crise, têm sido possíveis, graças à disposição de exercitar permanentemente a democracia, o debate, e construir em consenso”, enfatizou Góes, acrescentando que as tratativas com a Assembleia Legislativa têm garantido a aprovação, na maior parte das vezes, da íntegra dos textos dos projetos construídos em conjunto com os servidores.

A deputada estadual Marília Góes, na ocasião representando a Assembleia Legislativa do Amapá, manifestou sua satisfação com os resultados do diálogo permanente entre gestão e servidores. “Esta é a única gestão, no Estado, que mensalmente dialoga com as categorias. Isso demonstra compromisso e que é possível fazer mais com menos. Prova que é possível avançar, mesmo com crise política, moral e econômica que assola o país e que afetou também o nosso estado”, considerou.

Foto: André Rodrigues/Secom/GEA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua conosco!

PUBLICIDADE