Página do jornalista amapaense Cleber Barbosa, voltada a difundir notícias, pensamentos, reflexões e atualidades sobre turismo, comportamento, economia, cultura, política e empreendedorismo.


quarta-feira, 2 de agosto de 2017

GESTÃO | Observatório da Despesa Pública é implantado no Tribunal de Contas do Estado

O Tribunal de Contas do Estado do Amapá (TCE/AP) inicia os trabalhos do “Observatório da Despesa Pública – ODP.TC”, que irá produzir informações estratégicas para monitorar e subsidiar as fiscalizações dos gastos públicos no Estado, utilizando a tecnologia da informação para a produção dos dados.

O observatório irá funcionar como uma “malha fina” das despesas públicas, cruzando informações de diferentes fontes para identificar a má aplicação dos recursos e até o desvio na esfera estadual e municipal. “A finalidade é apurar, por exemplo, a existência de relações pessoais entre sócios de uma empresa e os servidores do órgão que a contratou”, explica José Paulo Brito, coordenador do ODP.TC, ressaltando que os dados irão contribuir para o aprimoramento das fiscalizações do Tribunal de Contas.

Composto por auditores e analistas o primeiro objeto de estudo do ODP.TC, serão as compras governamentais, que irá analisar os quesitos de efetividade, funcionalidade e economicidade nas aquisições públicas.

No âmbito do TCE/AP, o ODP.TC vai funcionar como metodologia de trabalho ligada ao Núcleo de Informações Estratégicas (NIE), unidade de inteligência criada nos parâmetros do Projeto INFOCONTAS, como mais uma medida no combate à corrupção e à melhoria da gestão Pública.

“Tais medidas representam um salto qualitativo nas ações do Tribunal e em pouco tempo terão repercussão positiva nas políticas públicas do Estado”, pontuou o coordenador.

Acordo de Cooperação
Por meio de Acordo de Cooperação com a CGU, o Tribunal do Amapá aderiu à metodologia, dando origem ao ODP, que é a unidade de produção de informações estratégicas do Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União, com ênfase àquelas que visam subsidiar e acelerar a tomada de decisões estratégicas, por meio do monitoramento dos gastos públicos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua conosco!

PUBLICIDADE