Página do jornalista amapaense Cleber Barbosa, voltada a difundir notícias, pensamentos, reflexões e atualidades sobre turismo, comportamento, economia, cultura e política.

PUBLICIDADE

domingo, 2 de julho de 2017

ENTREVISTA | “Não se pode demorar no resultado de exames importantes como um PSA”.

Dr. Alberto. Entrevista do médico nos estúdios da Diário FM sobre investimentos do Grupo Amaral Costa no Amapá
Um dos profissionais mais conceituados na Amazônia em medicina diagnóstica acaba de implantar em Macapá a primeira unidade do Laboratório Amaral Costa, presente há mais de 60 anos no vizinho estado do Pará e que pela primeira vez abre uma filial fora do estado de origem. E pelo que diz o diretor administrativo do Grupo Amaral Costa, o médico e empresário Alberto Amaral, a empresa veio para ficar. Ele esteve nos estúdios da Diário FM respondendo a questionamentos da equipe do LuizMeloEntrevista, ocasião em que detalhou os investimentos e também as contrapartidas sociais que pretendem implantar por aqui. Ele anuncia uma série de eventos voltados a compartilhar informações a respeito dos avanços da medicina laboratorial no Brasil e no mundo. Os principais trechos da entrevista o Blog publica a seguir.

Cleber Barbosa
Da Redação

Diário do Amapá – A primeira coisa que a gente gostaria de saber é se o laboratório Amaral Costa inaugurado agora em Macapá é o mesmo de Belém?
Dr. Alberto Amaral – Veja, o Amaral Costa de Belém já existe a quase sessenta e quatro anos. Ele vai completar agora. Nesse período, nós conseguimos expandir no estado do Pará, além da capital indo para alguns municípios, de modo que temos hoje trinta unidades no estado. E com essa experiência nós nos achamos com competência para poder sair de Belém e trazer para Macapá o nosso negócio.

Diário – Para além-fronteiras, como se diz?
Dr. Alberto – Exatamente, um grande salto para nós do Amaral Costa.

Diário – Como surgiu o laboratório? Qual era a proposta inicial do Amaral Costa?
Dr. Alberto – É uma história de superação, muito bonita, iniciada pelo pai de minha esposa, o doutor Carlos Amaral, num trabalho pioneiro que não para de crescer e se modernizar. Temos consciência do nosso compromisso e nossa responsabilidade com a vida dos clientes que confiam em nossos serviços, daí porque estamos sempre investindo na capacitação de nossos colaboradores, para oferecer um atendimento cordial, acolhedor e acima de tudo humanizado, com o detalhe de sempre priorizar a mão-de-obra local.

Diário – E sobre a decisão de vir para o Amapá, como aconteceu?
Dr. Alberto – Bom, a ideia de nós escolhermos o estado do Amapá, para virmos, enfim, foi primeiro pela proximidade; segundo, pela empatia que nós percebemos que existe entre o Pará e o Amapá; também pela grande quantidade de clientes que nós temos do Amapá indo a Belém fazer exames em nossos laboratórios. Então sabemos que aqui no Amapá tem excelentes profissionais médicos, tem excelentes laboratórios, mas nós achamos conveniente, pela procura que tínhamos lá em Belém, que nós poderíamos trazer o laboratório aqui para Macapá. E você até perguntou no começo se era o mesmo laboratório, a mesma qualidade, então respondo agora que sim.

Diário – Que fez o Amaral Costa ter essa reconhecimento, claro, não é?
Dr. Alberto – Sim, além disso, nós temos hoje tecnologia que nos permite acompanhar lá o que está acontecendo aqui, online, então os exames também vão ser acompanhados por Belém. E os equipamentos que foram trazidos aqui para Macapá também são de ponta, de última geração, que vão também nos possibilitar também que a gente possa oferecer exames de qualidade.

Diário – E quais são esses serviços que estarão sendo disponibilizados agora nesta unidade de Macapá?
Dr. Alberto – Eu diria que toda a gama de exames de laboratório. Agora, claro que nem todos nós iremos executar aqui, mas a grande maioria sim. E aqueles que nós não executamos aqui em Macapá nós realizaremos em Belém; e o que não se realizar em Belém, iremos enviar para outro local, mas a população usuária aqui de Macapá também terá a oportunidade de se beneficiar com uma gama de exames disponíveis.

Diário – Ou seja, o amapaense passa agora a contar com tudo isso e deixa de fazer um gasto grande nas viagens em busca do diagnóstico preciso sobre o que tem realmente, não é?
Dr. Alberto – Perfeito. Eu acho que é uma comodidade, pois além de você não precisar se deslocar daqui da cidade, nós também estamos trazendo por exemplo a coleta domiciliar, que você pode solicitar e recebe o coletador em sua residência, com todo o comodismo. Nós temos também e vamos oferecer aqui o Oficelab, para as empresas que quiserem poderão nos chamar, nós iremos até elas e com isso executamos lá mesmo as coletas e com isso se evita que o funcionário saia da empresa e perca horas de trabalho. Também, por exemplo, o resultado mais rápido, como exame de hormônio, que vamos poder disponibilizar até para o mesmo dia; ou o exame de Beta HCG ou um PSA que é importantíssimo, que deixa o homem naquela tensão aguardando alguns dias, agora no mesmo dia você já vai ter o resultado.

Diário – O laboratório aqui foi instalado no prédio onde por muitos anos funcionou a Caixa Econômica Federal, foi uma mão de obra e tanto para abrigar toda aquela estrutura não é?
Dr. Alberto – Não poderia ser diferente, né? [risos] Até porque nós estamos com todo o respeito para com o povo do Amapá para trazer uma estrutura confortável, digna da nossa lá de Belém realmente.

Diário – E quais são os projetos de responsabilidade social que a empresa também está trazendo para o Amapá doutor?
Dr. Alberto – Bom, nós temos inúmeros projetos, mas claro tudo pode se adaptar ás necessidades locais. Agora mesmo estivemos conversando com o Padre Paulo, do Ijoma, quando realmente ficamos muito sensibilizados pelo trabalho dele e podemos sim estar ombreados com programações como o Outubro Rosa, o Novembro Azul, enfim, já surgiram algumas ideias até para que a gente possa trazer profissionais aqui para outras ações.

Diário – Como o que por exemplo doutor?
Dr. Alberto – Olha, temos um corpo técnico altamente qualificado, então queremos executar em Macapá uma importante agenda anual de eventos, como treinamentos técnicos, palestras, conferências, cursos e outras atividades relacionadas à Medicina Laboratorial. Essas atividades serão destinadas à classe médica, colaboradores e estudantes da área de saúde. O principal objetivo é a atualização dos avanços no mundo desse campo da medicina.

Diário – E sobre os exames de imagem, doutor, estarão também sendo oferecidos nesta primeira etapa da implantação?
Dr. Alberto – Nós não vamos ter inicialmente aqui a parte e imagem; nós vamos entrar agora só com a parte de laboratório; ainda sobre os projetos sociais, nós temos vários projetos sociais, como a parte de diabetes, campanhas, enfim, os projetos são grandes.

Diário – É o que a sociedade espera doutor, que vocês possam ter muito sucesso e ajudar o estado a crescer.
Dr. Alberto – Eu queria agradecer a todos pela oportunidade que estão nos dando e dizer que nós estamos muito felizes por estar aqui em Macapá, pela receptividade que nós estamos tendo, pelo carinho das pessoas, que a gente sente a viração mesmo, aqueles bons fluidos que estão nos incentivando cada vez mais a melhorar. Então queria na oportunidade fazer um convite a todos para irem nos conhecer na Avenida Iracema Carvão Nunes, número 248, no prédio da antiga Caixa Econômica… [mais risos], que é uma marca registrada. Então queria finalizar dizendo que todos terão o nosso respeito pois temos certeza de que o povo amapaense não vai se decepcionar com o Amaral Costa.

Perfil…
Entrevistado. Alberto Amaral é formado em Medicina pela Universidade Federal do Pará (1971-1977), com especialização em Ginecologia e também em Patologia Clínica. Ele integra a segunda geração de dirigentes de uma tradicional empresa de Medicina Diagnóstica no Pará, o Laboratório Amaral Costa. Casado com a também médica Isabella Amaral, filha do fundador do grupo. O Amaral Costa nasceu do idealismo do médico Patologista Clínico e Prof. de parasitologia da UFPA Dr. Carlos Amaral Costa, que em companhia do Dr. Mário Moraes, médico e Prof. de micologia da mesma universidade, fundaram em 21 de setembro de 1954, aquele que viria a ser um dos maiores centros de Medicina Laboratorial do Norte do país.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua conosco!