Página do jornalista amapaense Cleber Barbosa, voltada a difundir notícias, pensamentos, reflexões e atualidades sobre turismo, comportamento, economia, cultura, política e empreendedorismo.


terça-feira, 16 de maio de 2017

OPINIÃO | Notas da coluna ARGUMENTOS, terça-feira, dia 16 de maio de 2017.

Mercado

A Guiana Francesa já bateu o martelo, com o aval de Paris, claro. Está regulamentada a prática das conexões internacionais em Caiena, com dispensa de visto. Então quem tiver bilhete para a Europa, Caribe ou America poderá permanecer até 72 horas tranquilamente.

Oficial

Essa informação foi confirmada ontem à coluna pelo cônsul da França em Macapá, Alain Kraïs. É um grande avanço para o incremento do turismo regional, além de uma enorme vantagem aos turistas.

Romaria

Olha, quem já viajou de Macapá a Paris via São Paulo, por exemplo, sabe a amolação que é passar quase 24 horas entre escalas, conexões e o voo direto de 12 horas para atravessar o oceano Atlântico.

Economia

Para uma comparação prática, os dois voos diários que saem de Caiena levam 8 horas para chegar à capital da França, ao custo de 500 a 600 euros. Já os voos via Rio ou São Paulo custam mais que o dobro disso.

Abertura

Para fechar sobre essa grande novidade, a gente conclui que a Guiana Francesa quer de fato se abrir para o turismo. Quem comprar um pacote turístico para lá também não precisará mais do complicado visto.

Linhão
O Linhão do Tucuruí anda provocando uns apagões que estão amolando consumidores por aqui. Os cortes na transmissão teriam sido gerados por problemas na travessia da rede pela floresta amazônica. E olha que lá temos as maiores torres de transmissão do país. Alguma nota aí?

Clima

E o calor, reparou? Amigos, de uma hora para outra Macapá voltou a ser aquela ‘estufa’ que possibilita até fritar um ovo no asfalto da Av. FAB ao meio-dia. Para os mais antigos é sinal de que as chuvas começam a diminuir para a chegada do verão amazônico, que vai de julho a dezembro.

Publicação

Por falar nisso, a retomada das publicações da Revista Diário está na ordem do dia, como diria o ex deputado Vital Andrade. As reportagens sobre economia, turismo, comportamento e também o meio ambiente ganham aceitação dos leitores e um olhar generoso da crítica. Grande orgulho integrar o time.

Mobilidade

Titular da Setrap, Jorge Amanajás, confirma que além da Linha Verde, que ligará o Ramal do Km 9 até a Rodovia Norte Sul, haverá uma irmã chamada Linha Azul, um prolongamento da Av. das Nações (hoje Tupinambá) abrindo um leque de possibilidades para o Centro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua conosco!

PUBLICIDADE