Página do jornalista amapaense Cleber Barbosa, voltada a difundir notícias, pensamentos, reflexões e atualidades sobre turismo, comportamento, economia, cultura, política e empreendedorismo.


sexta-feira, 9 de setembro de 2016

Notas da Coluna ARGUMENTOS, desta sexta-feira, dia 09 de setembro de 2016.

Por escrito

O candidato Gilvam Borges protagonizou um fato político que já não se via em eleições recentes. Foi ao cartório registrar em livro público algumas de suas propostas para Macapá. O ex-prefeito Roberto Góes, que é o coordenador da campanha, também foi lá.

Falante

Já Adiomar Veronese é um dos vice que mais dá o ar da graça na propaganda eleitoral. O empresário, que é sócio de Jaime Nunes, outro poderoso empreendedor local, defende a chamada parceria público-privada.

A Lu

Já a vice de Ruy Smith, do PSB, não compareceu a uma entrevista agendada no rádio ontem, quando deveria acompanhar o cabeça de chapa. Alegou ter ficado afônica com as últimas chuvas que pegou na rua.

Conselheira

A vice do Promotor Moisés é a ex deputada federal Raquel Capiberibe, que foi Constituinte. Ela também já foi vice-prefeita de Azevedo Costa, em 1985, tentou o Senado em 1990 e depois indicada ao TCE-AP.

Vices

Dora vai com a empresária Daiane Lima, que ganhou notoriedade promovendo shows com atrações nacionais em Macapá. E como a tendência é homem e mulher, Aline vai com o Professor Márcio Costa.

Feito
Foto histórica de lideranças políticas e empresariais ontem no Porto de Santana. Foi para o primeiro embarque de soja produzida no Amapá. Mas ainda será implantado projeto de escoar também a produção de grãos do Centro-Oeste pelo terminal amapaense.

Emoção

O ex deputado Eider Pena, atual presidente das Docas de Santana, até quebrou o protocolo e discursou depois do governador do estado no evento no porto. Era para fazer um relato histórico sobre os quinze anos necessários até a consolidação do projeto da soja. Aí aproveitou para homenagear Waldez.

Visão

Marino Franz, empresário considerado o maior investidor do projeto dos grãos do Mato Grosso no Amapá, estava na China quando da visita do presidente Temer. E atravessou o mundo para participar do evento de ontem em Santana. Sábado ele concederá entrevista ao nosso Conexão Brasília, na Diário FM.

Valor

Carlos Penha, executivo brasileiro da Amcel – hoje japonesa – diz saber bem a importância histórica da empresa para o Amapá. Tanto que pilota pessoalmente projeto de comemorar os 40 anos da indústria, a ser festejado no próximo dia 15 com o requintado coquetel. Vou lá.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua conosco!

PUBLICIDADE