Página do jornalista amapaense Cleber Barbosa, voltada a difundir notícias, pensamentos, reflexões e atualidades sobre turismo, comportamento, economia, cultura, política e empreendedorismo.


terça-feira, 5 de julho de 2016

Notas da Coluna ARGUMENTOS, terça-feira, dia 05 de julho de 2016

Internet

Moradores do Parque Felicitá, condomínio às margens da Rodovia JK, enviam email se dizendo uma arara com o provedor de internet Você Telecom. As constantes interrupções e a lentidão quando volta não aparecem na fatura mensal de prestação dos serviços.

Apagão

Mas o problema não é só neste condomínio, pela cidade inteira se ouviam reclamações ontem. A coluna procurou a Você Telecom, que disse ser um problema maior, no Linhão do Tucuruí. Voltaria à noite.

Lentidão

Aliás, muita gente que achava a internet de fora do Amapá a oitava maravilha da humanidade anda revendo seus conceitos. Sim, pois em qualquer lugar do Brasil hoje há problemas de congestionamento de tráfego.

Prazo

Quem não sacou abono salarial do ano-base 2014 pode receber entre 28 de junho e 31 de agosto. É que o prazo havia terminado dia 30, mas foi prorrogado ontem, conforme anúncio feito pelo Ministério do Trabalho.

Dureza

O presidente Michel Temer disse ontem que para o enfrentamento da crise terá que adotar (mais) medidas impopulares. Com o preço que está o feijão e a gasolina, dá até medo de saber quais serão.

Paradoxo
Apesar do sinal verde da Assembleia Nacional e do presidente François Hollande, a ponte binacional sobre o Rio Oiapoque ainda rende polêmica no Parlamento Francês. Os deputados Favennec e Carpentier (RRDP) chamam de uma situação de “ridícula” o fato da ponte já precisar de reparos.

França

A aprovação do último acordo entre Brasil e França para a abertura da ponte binacional de Oiapoque se deu com uma Assembleia Nacional quase vazia, em Paris. Mas os poucos que estavam lá ‘bateram’ e até ‘ironizaram’ o fato da obra ter sido concluída a tanto tempo e jamais inaugurada.

Entrada

Gabriel Serville, relator da Comissão dos Assuntos Externos, explicou que agora nada impede a entrega da ponte, mas a inauguração não resolve outros problemas fronteiriços, como  as migrações, os vistos, o ouro ilegal e saque dos recursos da pesca. Ele sugere um reforço na chamada ‘cooperação regional’.

Razão

O vice, deputado Thierry Mariani, fala que o medo de aumentar a imigração ilegal, não se justifica e pondera: “Basta tomar uma canoa!”, diz, acrescentando ainda: “Se queremos desencorajar a imigração ilegal, devemos permitir a migração normal”, disse o político francês.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua conosco!

PUBLICIDADE