Página do jornalista amapaense Cleber Barbosa, voltada a difundir notícias, pensamentos, reflexões e atualidades sobre turismo, comportamento, economia, cultura, política e empreendedorismo.


quarta-feira, 29 de junho de 2016

Notas da Coluna ARGUMENTOS, quarta-feira, dia 29 de junho de 2016

Invasão

Foi pacífica a operação de reintegração de posse de uma área da Infraero ontem, na zona norte de Macapá. A Justiça Federal restabeleceu o interesse público sobre aquela área nobre de uma nova cidade, cuja ocupação inicia com órgãos públicos do Estado e da União.

Contradição

Sim, existe outro lado sobre a invasão feita por “sem-tetos”. Há um déficit habitacional, ou pelo menos gente que mora mal. Mas também não tem como omitir a ação de especuladores entre os carentes.

Ganância

A coluna recebe um email de uma leitora que diz ser vizinha de uma mulher que possui casa própria no Infraero 2, no chamado Conjunto Barcellos, que ocupava cinco lotes na invasão. “Para vender depois”, diz.

Riscos

Agora tem uma invasão que acabou prosperando e que daqui a um tempo vai dar muito trabalho. São barracos erguidos ao lado da ponte Sérgio Arruda, em cima do lago mesmo. Condições subumanas, claro.

Trens

Tem reclamação também lá pelas bandas da Perimetral Norte. Produtores rurais sentem a falta dos trens de colonos, pois os altos custos com transporte rodoviário leva todo o lucro dos hostrifrutis.

Parceria

O chefe-geral da Embrapa Amapá, Jorge Yared, e a reitora da Universidade Federal do Amapá (Unifap), Eliane Superti, assinaram convênio visando fortalecer os cursos de pós-graduação. O ato dá seguimento à cooperação técnico-científica consolidada entre ambas.

Televisão

Levy Fidelix deu o ar da graça ontem na propaganda eleitoral. O já conhecido candidato a presidente do Brasil veios com os clichês de sempre e a produção artesanal do programa de tv. O curioso foram as seguidas saídas dele do quadro, dando as costas à câmera. Na última, seguiu ao Planalto.

Absurdo

E a gasolina hein? Amigo, passou dos R$ 4 em postos de combustíveis locais e supera os R$ 5 pelo interior do estado. E a coisa é pior em alguns distros ou comunidades que não possuem postos de gasolina. Os combustíveis armazenados em galões chegam a custar até R$ 10 o litro. Fora os riscos do armazenamento.

Interior

Vinícius Gurgel acabou não aparecendo na festa que sua emenda parlamentar garantiu o pagamento da obra, uma passarela de concreto em uma vila no interior de Mazagão. Mas não foi por falta de sintonia com Waldez ou Dilson, que nos discursos fizeram as honras da casa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua conosco!

PUBLICIDADE