Página do jornalista amapaense Cleber Barbosa, voltada a difundir notícias, pensamentos, reflexões e atualidades sobre turismo, comportamento, economia, cultura, política e empreendedorismo.


sábado, 27 de fevereiro de 2016

ARTIGO | Será possível viajar ao exterior em 2016?



Em 2016, devemos ter uma nova leva de turistas viajando ao Brasil, pois as Olimpíadas e o fator câmbio vão fazer com que o Rio de Janeiro entre ainda mais na berlinda. Recentemente, o Guia Travel Hacker do KAYAK apontou a capital carioca como um dos destinos com o maior aumento de interesse durante os últimos 12 meses, junto de cidades como Montreal, Atenas e Milão. O guia leva em consideração mais de 1 bilhão de buscas que acontecem no site.

No entanto, enquanto as pessoas ao redor do mundo planejam suas viagens ao Brasil este ano, a alta do dólar e o atual cenário do Brasil, de instabilidade econômica e política, está afetando o costume dos brasileiros de viajar ao exterior.

Aquela percepção que tínhamos nos anos 90, de que apenas ricos e milionários tinham condições de se banhar nas águas de Miami ou tomar um chocolate quente em Paris, voltou a assombrar alguns viajantes. Famílias que costumavam passar férias em Saint-Barthélemy e enviar seus filhos para Orlando durante o recesso escolar estão revendo planos e começando a buscar ferramentas para economizar. Já as famílias das classes mais baixas, que sonhavam com as águas do Caribe ou em conhecer o Mickey, parecem mais preocupadas com o desemprego que atingiu 1,7 milhão de brasileiros em 2015.

Com a recente volta do IR de 25% sobre remessas ao exterior e a desvalorização do real em mais de 50% frente ao dólar, muitas pessoas poderiam desistir dos seus planos de viagem, mas o fato é que apesar de todas as notícias desfavoráveis, nunca vimos tantas passagens aéreas internacionais em promoção como nos últimos seis meses.
Esse cenário trouxe a possibilidade para o consumidor comprar passagens de classe econômica para Nova York, por exemplo, por R$ 1.400 (já com todas as taxas) ou de classe executiva por R$ 4.000 – valores até 4 vezes menores do que os praticados em altas temporadas antes da crise.

Atualmente, somente no aeroporto de Guarulhos, 36 companhias aéreas fazem rotas para destinos internacionais. Muitas estão diminuindo a capacidade dos seus voos, mas mesmo assim, ainda devemos ver promoções para destinos internacionais em 2016, pois as empresas preferem vender os assentos em vez de decolarem com eles vazios. Talvez as promoções ocorram com menos frequência que em 2015; no entanto, é importante usar da tecnologia para ficar ligado nas promoções.  

Como encontrar as melhores promoções em 2016

Hoje em dia, não existe mais a necessidade de esperar as promoções da madrugada: basta utilizar um metabuscador – ferramenta já muito comum nos EUA, mas também presente no Brasil, para criar um Alerta de Preços. Por estar conectada com centenas de sites de companhias aéreas e agências de turismo online, a ferramenta alerta o consumidor assim que uma passagem entrar em promoção.
Selecionei alguns destinos internacionais com bom preço em 2016. São rotas que apesar da desvalorização do real, têm uma excelente relação custo-benefício:

1.       Europa – Portugal
Passagens a partir de R$ 2.035
Hotéis 4 estrelas a partir de R$ 120 (para duas pessoas)

2.       Europa – República Tcheca
Passagens a partir de R$ 2.175  
Hotéis 4 estrelas em Praga a partir de R$ 92 (para duas pessoas)

3.       América do Sul - Chile
Passagens a partir de R$ 844
Hotéis 4 estrelas em Santiago a partir de R$ 120 (para duas pessoas)

4.       Caribe – Curaçao
Passagens a partir de R$ 1.611
Hotéis 3 estrelas a partir de R$ 184 (para duas pessoas)

5.       América do Norte – Canadá
Passagens a partir de R$ 2.279
Hotéis 4 estrelas em Montreal a partir de R$ 208 (para duas pessoas)
Independente de para onde vai o dólar ou o euro, em tempos de crise planejamento é tudo. Ainda existem promoções a serem encontradas e a tecnologia existe para otimizar nossas vidas. 

Kaio Philipe é Country Manager do KAYAK Brasil, 
líder global de pesquisas de viagens online.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua conosco!

PUBLICIDADE