Página do jornalista amapaense Cleber Barbosa, voltada a difundir notícias, pensamentos, reflexões e atualidades sobre turismo, comportamento, economia, cultura e política.

PUBLICIDADE

domingo, 17 de janeiro de 2016

Notas da Coluna Argumentos, domingo, dia 18 de janeiro de 2016.

Direto

Antônio Feijão, ex deputado federal, geólogo e agora postulante a advogado, é também um analista político de primeira linha. E ele arrisca um palpite sobre o cenário local: Waldez não disputa a reeleição para retomar projeto de virar senador da República.

Musculatura

É claro que o governador é a principal peça em qualquer tabuleiro do jogo político. Ele mantém coalizão em torno de seu governo e este ano quer fazer maior número de prefeitos pelo interior. E o da capital.

De fora

Jornalista Ney Pantaleão, um dos talentos da nova geração, diz ter encontrado o ex governador Camilo Capiberibe. Que teria dito não estar em seus planos voltar às urnas agora. PSB vai de Rui Smith para a PMM.

Sucessor

Em prevalecendo a tese de que Waldez deixa o Setentrião para disputar o Senado em 2018, cresce o papel do vice, Papaléo. É que depois de assumir as rédeas no estado, seria candidato natural à reeleição.

Clã

E os Borges? Dizem que Gilvam também postula a Prefeitura de Macapá. Outros dizem que não, e sim o Senado. Mas é voz corrente que Cabuçu Borges estará na briga pela sucessão em Santana.

Sudam
A nova diretora de administração da Sudam, Fátima Pelaes, está levando à risca a meta de contemplar projetos locais para financiamento federal. Ontem, por exemplo, ela visitou dois empreendimentos na zona norte de Macapá, voltados à produção de alimentos. Desenvolvimento regional.

Alternativas

Você também está preocupado com a crise? E se liga em inovação? Então saiba que uma Startup ensina 5 passos necessários para vencer a crise com mais vendas e menos custos. Não deixe de conferir postagem sobre esse tema em minha página. Acesse o Blog do Cleber Barbosa e confira.

Procura

A Zamin Amapá Mineração está em busca de um investidor para injetar recursos no negócio e garantir a sobrevivência da empresa. A mineradora, cuja produção de minério de ferro está paralisada há um ano, apresentou um plano de recuperação judicial em dezembro do ano passado, tentará voltar a produzir.

Chance

Segundo o site Notícias de Mineração, especializado no setor, a recuperação judicial que a Zamin oficializou perante o estado é a última alternativa antes do pedido de falência. Até um protocolo foi celebrado pela mineradora com o Governo do Amapá no ano passado com esse fim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua conosco!