Página do jornalista amapaense Cleber Barbosa, voltada a difundir notícias, pensamentos, reflexões e atualidades sobre turismo, comportamento, economia, cultura e política.

PUBLICIDADE

sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

AVENTURA: Do Oiapoque ao Chuí de Jeep

 A viagem de um extremo ao outro do Brasil inclui visitas ao Comando do Exercito, em Brasília, bem como à fábrica de lubrificantes da Ypiranga, em São Cristóvão, no Rio de Janeiro.
Jipeiros se transformam em embaixadores do turismo amapaense na maior expedição de suas vidas que vai atravessar o país de Jeep Willys.

Texto: Cleber Barbosa | Arte: Rômulo Araújo

Quatro exemplares raros do Jeep Willys que foram completamente restaurados por seus proprietários serão empregados na maior expedição da vida dos jipeiros Manoel Mandi, José Maria Esteves, Cláudio PPG e Vilmar Walendowsky. Eles partem de Oiapoque no dia 5 de janeiro de 2015 rumo ao outro extremo do país, o Chuí, no Rio Grande do Sul.
A aventura, de 5,2 mil quilômetros, foi idealizada por Mandi, um empresário que se realizou como piloto Off-road. Campeão Brasileiro de Rally em 2012, é o atual presidente do Jeep Clube de Macapá. “Esse é um antigo sonho de consumo que a gente sempre teve, algo realmente inédito que está nos enchendo de orgulho em poder realizar”, derrete-se o aventureiro. E são vários os objetivos da expedição, segundo relata o organizador da viagem: 

OBJETIVOS
- Divulgação do Amapá como destino turístico. O grupo levará impressos com material promocional do estado, dos municípios de Oiapoque e Macapá, além de bandeiras oficiais e souvenires;
- Sensibilizar outros jipeiros do país para a importância de se promover um rally internacional sediado no Amapá, com a marca “Meio do Mundo”;
- Fazer homenagem ao Jeep Willys, criado para o transporte de comandantes militares e feridos na Segunda Guerra Mundial e que ainda hoje resiste, proporcionando lazer e adrenalina aos donos;
- Conhecer um Brasil diferente, sob o aspecto de suas rodovias federais e das cidades à beira da estrada;
- Chamar a atenção para a necessidade de conclusão do asfaltamento da BR 156, no Amapá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua conosco!