Página do jornalista amapaense Cleber Barbosa, voltada a difundir notícias, pensamentos, reflexões e atualidades sobre turismo, comportamento, economia, cultura e política.

PUBLICIDADE

sábado, 1 de março de 2014

Coluna Argumentos, sábado, 01 de março de 2014

Rigor

Quando a Justiça Eleitoral decidiu apertar o cerco contra a propaganda irregular a gente viu muita coisa boa acontecer. O objetivo, claro, era o de garantir o chamado ‘equilíbrio’ do pleito. Tinha a ver com a chegada do instituto da reeleição. Uso da máquina, sabe?
Policromia

Pois é, aí tudo passou a ser mais controlado, como proibições de prefeitos, governadores e presidentes em participar de inaugurações no período eleitoral. Até as cores de governos merece mais atenção.

Uma lei

E eis que surge uma boa iniciativa neste sentido. Da lavra do jovem vereador Diego Duarte (PP), em Macapá agora só se pode usar as cores da bandeira do município. Vale para os prédios públicos também.

Faixas

Nesse negócios de cores, Roberto Góes quando prefeito pintou faixas de ônibus de azul. Mas era legal. Agora se pergunta sobre as faixas vermelhas que a PMM pinta.

Marcas

Quem não se lembra do azul Barcellos? Era uma marca do ex-governador. Waldez usava azul celeste. Capi e o filho Camilo, claro, usam amarelo em prédios e até carteiras escolares.

Polêmica
Nem mesmo a lista de negociações suspeitas, execuções fiscais e judiciais impediram a Ecometals de obter licença do Estado para operar nas pilhas que a União diz ser minério da Icomi. Vem barulho.

Balanço
Foram 54 pessoas, entre magistrados, serventuários, colaboradores e parceiros, que arregaçaram as mangas e trabalharam bastante durante sete dias para garantir atendimentos jurisdicionais às comunidades do Arquipélago do Bailique. Era a 108ª Jornada Itinerante Fluvial, da Justiça local.
 
Personalidade

De servidor de carreira do Banco do Brasil, dono de uma história de vida fantástica, o professor universitário José Carlos Zingra tem um livro dando pinta de virar best seller. Mas nos Estados Unidos, onde traduziu com sucesso a obra “O segredo da montanha proibida”. Topa conferir? Procure nas boas livrarias que vale a leitura nesse feriado prolongado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua conosco!