Página do jornalista amapaense Cleber Barbosa, voltada a difundir notícias, pensamentos, reflexões e atualidades sobre turismo, comportamento, economia, cultura, política e empreendedorismo.


quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Roubo de gado no interior leva autoridades a discutirem segurança no campo

CID4-SEGURANÇA RURAL
Nesta segunda-feira, 6, reuniram-se na Secretaria de Estado da Justiça e Segurança Pública (Sejusp) o gestor da pasta, Marcos Roberto Marques; o diretor-presidente daAgência de Defesa e Inspeção Agropecuária (Diagro), Marco Antonio Silva de Sousa; o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Amapá (Faeap), Iraçu Colares; e representantes das áreas rurais dos municípios de Cutias do Araguari, Pracuúba e Amapá para discutir a segurança rural no Estado.
O tema principal do encontro foram as ocorrências de roubos e furtos de gado nas fazendas próximas à região da Reserva Biológica do Lago Piratuba, localizada no município de Cutias do Araguari.
O presidente da Faeap, Iraçu Colares, explicou que sempre ocorreram roubos em áreas rurais, no entanto, nos últimos anos, a situação tem se agravado e que muitos proprietários estariam procurando o sindicato preocupados com a situação. "Existem medidas que poderiam evitar o mal maior e já estamos fazendo isso", afirmou. O sindicalista lembra que os criminosos que agem em áreas rurais são bem informados e costumam estudar o ambiente antes de agir.
O diretor-presidente da Diagro, Marco Antônio, ressaltou que já tinha conhecimento de casos ocorridos na região. Ele afirmou que esse tipo de crime só acontece porque há escoamento dos animais. "As medidas já estão sendo tomadas, principalmente na parte da fiscalização, abate, inspeção e liberação da carne", afirmou.
O secretário da Sejusp, Marcos Roberto, garantiu aos pecuaristas que o Batalhão Ambiental e o Batalhão de Operações Especiais (Bope) vão agir na região. "Vou reunir com o delegado-geral de Polícia Civil, Tito Guimarães, para que um delegado instaure os procedimentos necessários de modo que possamos avançar no combate à criminalidade".
O presidente da Faeap disse que a reunião foi muito importante para que os pecuaristas possam ter o apoio do governo. "Hoje demos um passo importante para continuarmos desenvolvendo a pecuária no Estado. Unindo a segurança pública e a fiscalização da Diagro, o pecuarista terá mais condições de fomentar a economia", finalizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua conosco!

PUBLICIDADE