Página do jornalista amapaense Cleber Barbosa, voltada a difundir notícias, pensamentos, reflexões e atualidades sobre turismo, comportamento, economia, cultura, política e empreendedorismo.


quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Juventude discute políticas públicas na Câmara Municipal de Macapá

A audiência pública foi proposta pelo presidente da Casa, Vereador Acácio Favacho(PMDB). O encontro contou com a participação de vários segmentos da sociedade.

As políticas de Estado para a juventude do âmbito do município de Macapá, foram debatidas na tarde desta quarta-feira(04), durante audiência pública promovida pelo presidente da Casa, vereador Acácio Favacho(PMDB).

O proponente da audiência abriu os trabalhos dando as boas vindas aos presentes e colocando a Casa a disposição para a discussão do tema. O parlamentar destacou a importância das políticas voltadas aos jovens: "A juventude brasileira mostrou para todo mundo a sua força e vontade de transformar o País nas recentes manifestações", disse o vereador.

"Estamos aqui, assumindo na Câmara Municipal, o compromisso de lutar em favor das políticas públicas para os jovens e hoje apresento uma parte do nosso trabalho em favor de vocês e do desenvolvimento das ações que propiciem o bem estar da vida da juventude do nosso município”. Completou o presidente.

A presidente da UECSA(União dos Estudantes Secundaristas do Amapá), Thaize Mendes, falou a importância do encontro e cobrou apoio do legislativo na consolidação das leis que amparam a juventude, em  especial os estudantes.”Estamos com dificuldades no prédio da instituição que está fechado. Estamos sem apoio para reativá-lo, a fim de que seja usado por todos os movimentos estudantis”, revelou a líder estudantil.

O coordenador municipal da juventude, Ian Fernandes França, participou do evento e salientou a importância da Juventude na atual conjuntura quando se está tratando da reforma política. Ele também falou das ações que estão sendo desenvolvidas pela sua coordenadoria e pediu apoio do legislativo na aprovação de leis que amparem a juventude. “A juventude foi para as ruas e mostrou que quer discutir política. É necessário partirmos para uma nova parte da nossa história política”. Finalizou o coordenador.

O representante do segmento de artes, Israel Guedes, elogiou a iniciativa e disse que aproveitou para conhecer o parlamento municipal, assim como, ter um contato mais próximo dos legisladores. Para ele, que atua no Coletivo AP Quadrinhos, é de fundamental importância o apoio às iniciativas independentes. ”É assim que buscamos aproximar o legislativo dos diversos segmentos. Agora sabemos que há vereadores que se preocupam com nosso futuro”, disse o estudante.

Jorge Alberto, da Federação Amapaense de Hip Hop, disse que essas ações abrem as portas para um melhor diálogo com o segmento cultural. “Até pouco tempo atrás, a pauta da juventude não tinha nenhum espaço nos debates políticos. Agora a gente vê que os parlamentares estão tendo uma preocupação com essa massa”. Ele também disse que, a transformação e as políticas públicas vêm em longo prazo, por que fazem parte de um processo gradual, mas que este passo, sem dúvida, é essencial para um futuro melhor.  O artista também chama a atenção para a questão do extermínio da juventude negra, que é um processo que vem simultâneo e recorrente na sociedade. “É tão preocupante que o Governo Federal criou um programa, que é o Juventude Viva para enfrentar essa problemática do genocídio da juventude negra. Esperamos que o Estado, o município, crie um instrumento similar para dar encaminhamento a esse problema”. Chama atenção o estudante. 
Vereador Acácio Favacho

O presidente da Casa, vereador Acácio Favacho(PMDB), encerrou a audiência pública, falando de sua atuação a frente da CMM e a dedicação na aprovação de projetos para o bem da juventude.

A audiência ainda contou com a presença dos vereadores Allan Ramalho(PSB), Neuzinha(PSB), Washington Picanço(PSB), Rocha do Sucatão(PT), Ulisses Parente(PSDB), Edna Auzier(PDT), André Lima(PSOL), João Henrique(PR), Aline Gurgel(PR), Diego Duarte(PP) e Eddy Clay Góes(PR).

Shows
Os shows de hip hop, funk e demais estilos, realizados na área externa do prédio da CMM, serviram como ferramenta de críticas da juventude, que demonstram o anseio por educação de qualidade, programas que possam conduzir os jovens ao mercado de trabalho e ampliem a oportunidade de estágios, e que fomentem a cultura.
Várias apresentações artísticas culturais encerraram a audiência.

As sessões na Câmara Municipal ocorrem as terças e quintas-feiras, as 9h.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua conosco!

PUBLICIDADE