Página do jornalista amapaense Cleber Barbosa, voltada a difundir notícias, pensamentos, reflexões e atualidades sobre turismo, comportamento, economia, cultura, política e empreendedorismo.


segunda-feira, 26 de agosto de 2013

TURISMO NO TUMUCUMAQUE: Maior parque florestal aberto ao público

TURISMO / O maior parque florestal do mundo fica no Amapá e agora poderá se tornar uma das maiores ferramentas para impulsionar o turismo no Estado ao ser aberto ao público

CLEBER BARBOSA
EDITOR DE TURISMO

O Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque completou durante a semana 11 anos de criação, ocasião em que foi objeto de uma reunião de seu Conselho Consultivo, quando estava em pauta entre outros temas a abertura da unidade para a visitação do público. Trata-se do maior parque em floresta tropical do mundo e agora que poderá ser explorado pelo turismo certamente vai virar uma das maiores referências no segmento e um incremento para a essa importante atividade econômica local.

Segundo o chefe do Parque, o engenheiro ambiental Christoph Jaster, algumas experiências já foram feitas neste sentido, ainda do ponto de vista piloto, com o estabelecimento de um roteiro turístico denominado Pólo Oiapoque, a ser formatado e colocado no mercado, para ser comercializado.

O dirigente disse que o incremento do turismo no Parque é de suma importância. “É o principal pilar para criar alguma questão de sustentabilidade, pela existência. O Parque precisa promover a questão do desenvolvimento do entorno e justamente do Trade turístico é um dos principais elementos para proporcionar essa realidade”, disse ele.

A Fortaleza de São José de Macapá foi o palco da festa de aniversário de 11 anos de criação do Parque do Tumucumaque, o maior do planeta e que agora poderá ser aberto ao público para visitações.
Entre as atividades que poderão ser desenvolvidas dentro do Parque estão as famosas trilhas, arvorismo, rapel, canoagem ou simplesmente a contemplação da natureza e da fauna do lugar. Grandes parques nacionais pelo Brasil e pelo mundo apostam nesse tipo de iniciativa, inclusive uma modalidade de turismo em franca ascensão, o chamado turismo científico.
"Vão cobrar isso da gente com certeza porque se fala tanto do parque que tem que ser um produto nosso".
Elenilton Marques, empresário.
 O presidente da Associação Brasileira de Agências de Viagem no Amapá (Abav-AP), o empresário Elenilton Marques, foi às comemorações pelo aniversário do parque e se disse bastante otimista com a possibilidade da entrada do parque ser franqueada aos turistas que visitam o Amapá. “Essa é uma grande novidade e queremos estar antenados com relação a isso, pois vão cobrar isso da gente com certeza porque se fala tanto do parque nacional e internacionalmente e na verdade tem que ser um produto nosso”, disse o atual dirigente da Abav-AP.

Esta é uma fase de estruturação deste roteiro turístico, de grande potencial, mas que para ser desenvolvido plenamente deve estar atrelado a rigorosas regras de convivência com os ecossistemas e vocacionado a formar turistas conscientes da importância da preservação ambiental.

Parque de conservação integral da natureza

O Parque do Tumucumaque é uma unidade de conservação brasileira de proteção integral da natureza localizada nos estados do Amapá e do Pará, com território distribuído pelos municípios de Almeirim, Amapá, Calçoene, Ferreira Gomes, Laranjal do Jari, Oiapoque, Pedra Branca do Amapari, Pracuuba e Serra do Navio. O parque limita-se ao norte com a Guiana Francesa e com a República do Suriname, estando conectado, através do território ultramarino francês da Guiana Francesa, à Comunidade Européia. Desta maneira, Montanhas do Tumucumaque integra, junto aos parques nacionais da Serra do Divisor, do Cabo Orange, do Pico da Neblina e do Monte Roraima, o conjunto de Parques Nacionais fronteiriços da Amazônia brasileira. Com uma área de 3.846.429,40 ha (38 464 km² ou 8,78 milhões de acres) e um perímetro de 1 921,48 km, Montanhas do Tumucumaque é o maior parque nacional do Brasil e o maior em florestas tropicais do mundo.1 Foi criado com a finalidade de assegurar a preservação dos recursos naturais e da diversidade biológica, bem como proporcionar a realização de pesquisas científicas e o desenvolvimento de atividades de educação, de recreação e turismo ecológico.

Criado para ser o maior do planeta, o Tumucumaque deu fama ao Amapá

O parque Montanhas do Tumucumaque foi criado através de decreto emitido pela Presidência da República em 22 de agosto de 2002, com uma área de aproximadamente 3.867.000 ha (hectares). As terras do parque pertenciam ao Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA). Um estudo técnico do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) realizado em parceria com o INCRA, segundo indicações do Programa Nacional de Diversidade Biológica (PRONABIO) do Ministério do Meio Ambiente, mapeou a região do parque indentificando-a como prioritária para a manutenção da biodiversidade.
O plano de manejo da unidade de conservação foi publicado em 10 de março de 2010 por meio da Portaria de número 28/2010 do ICMBio. O Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque não iclui o município de Pracuuba e a dimensão correta do Parque é de 3.843.429 ha ou 38.464 km².Um dado interessante é Por exemplo: Do município do Oiapoque o Parque abrange 73,4% e do município de Laranjal do Jari 52 % (Plano de Manejo do Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque).
O território do parque abrange uma área de 38.464 km², pouco menor que a da Suíça. Tumucumaque é o maior parque nacional do Brasil e também o maior parque de floresta tropical do mundo. O parque, que ocupa 26,5 % da área total do estado do Amapá, está inserido na região conhecida como Escudo das Guianas, ao norte da planície amazônica.
A porção brasileira do Escudo das Guianas tem uma área de aproximadamente 1 milhão de km², distribuída através dos estados do Amapá, Pará, Amazonas e Roraima.

CURIOSIDADES

-  O relevo da unidade inclui porções das planícies e terras baixas da Amazônia setentrional e do Planalto das Guianas, ao norte, com destaque para as elevações da cordilheira que dá nome ao parque, conhecida como Serra Tumucumaque ou Montanhas do Tumucumaque ou ainda como ‘Tumuk Humak’.
No parque existem florestas primárias intocadas. A área do parque é coberta por floresta ombrófila densa do tipo submontana.

3,8 MILHÕES
De hectares. Esta é a extensão do Tumucumaque.

FAUNA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua conosco!

PUBLICIDADE