Página do jornalista amapaense Cleber Barbosa, voltada a difundir notícias, pensamentos, reflexões e atualidades sobre turismo, comportamento, economia, cultura, política e empreendedorismo.


sábado, 31 de agosto de 2013

População amapaense passou de 700 mil em julho, revela IBGE

cad8-3
No dia 1 de julho deste ano, a população do Amapá era de exatos 726.512 habitantes. Os números são de uma pesquisa divulgada ontem pelo IBGE, e que inclui as estimativas das populações residentes nos 5.570 municípios brasileiros com data de referência em 1º de julho de 2013. As estimativas populacionais são fundamentais para o cálculo de indicadores econômicos e sociodemográficos nos períodos intercensitários e são, também, um dos parâmetros utilizados pelo Tribunal de Contas da União na distribuição do Fundo de Participação de Estados e Municípios (FPE e FPM, respectivamente).

“A população amapaense terá superado os 800 mil habitantes em cinco anos, e deve chegar a 983.304 em 2030”, diz um especialista em Censo do IBGE Amapá.

A tabela com a população estimada para cada município foi publicada ontem no Diário Oficial da União, e os interessados em contestá-la têm até 20 dias a partir da publicação, para apresentar reclamações fundamentadas ao IBGE, que decidirá conclusivamente.

No caso do Amapá, as estimativas indicam, por exemplo, que as taxas de fecundidade que em 1991 era de 4,62%, caíram para 3,61% em 2000, despencaram para 3,12% em 2005, e podem chegar a minguados 2,75% em 2050. Nesse ítem, o Amapá figurava em 26º, e chegará ao 27º posto entre os 28 estados brasileiros, daqui a 47 anos.

No ranking da mortalidade infantil entre estados, o Amapá chegará a 13º lugar em 2015. E a expectativa de vida do amapaense, que era de 68,17 anos em 2000, chegou a 71,28 anos em 2010, e chegará a 72,73 anos em 2015.

Os números indicam também que em 2027 o Amapá ainda teria cerca de 30 idosos para cada 100 crianças, valores semelhantes aos observados nas Regiões Sul e Sudeste em meados da década de 2000.

O município mais populoso conti-nua sendo Macapá (foto), com 437.255 habitantes, e o menos povoado é Pracuuba, com 4.277 pessoas.

Brasil
A população brasileira continuará crescendo até 2042, quando deverá chegar a 228,4 milhões de pessoas. A partir do ano seguinte, ela diminuirá gradualmente e estará em torno de 218,2 milhões em 2060.

Além da projeção da população para o país e das unidades da Federação, a publicação traz projeções da fecundidade feminina por faixa etária, da mortalidade, da esperança de vida ao nascer para o país e para as unidades da Federação e do saldo migratório (imigrantes menos emigrantes) internacional e interno, entre outros indicadores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua conosco!

PUBLICIDADE