Página do jornalista amapaense Cleber Barbosa, voltada a difundir notícias, pensamentos, reflexões e atualidades sobre turismo, comportamento, economia, cultura, política e empreendedorismo.


quinta-feira, 27 de junho de 2013

Manifestantes protestam pacificamente nas ruas de Macapá

Polícia estima que 3 mil pessoas tenham participado da manifestação.
Militares e guardas municipais acompanharam todo o trajeto.

Maiara PiresDo G1 AP
Comente agora
Manifestantes percorreram principais vias de Macapá (Foto: Maiara Pires/G1)Manifestantes percorreram principais vias de Macapá (Foto: Maiara Pires/G1)
Cerca de 3 mil manifestantes, segundo estimativa da polícia, percorreram as ruas de Macapána tarde desta quarta-feira (26). Num percurso que durou aproximadamente 2 horas, os participantes do ato saíram da Praça da Bandeira, no centro da cidade, caminharam pelas principais vias da capital, retornando ao local de partida, por volta das 19h. Policiais militares e agentes de trânsito acompanharam todo o percurso. Nenhum ato de vandalismo foi registrado.
Com cartazes e rostos pintados, os manifestantes reivindicavam por ações de melhorias na saúde e educação, combate à corrupção e mais transparência no poder público.
Percurso durou aproximadamente 2 horas (Foto: Maiara Pires/G1)Percurso durou aproximadamente 2 horas
(Foto: Maiara Pires/G1)
Pouco antes das 17h, enquanto se concentravam na Praça da Bandeira, os participantes passaram por revistas feitas pela polícia militar. Eles foram orientados a sentar no chão, caso percebessem grupos agindo contra o patrimônio público, comércio ou residências. A medida, segundo a polícia, serviria para identificação mais imediata de vândalos.

Durante o trajeto, os manifestantes gritavam palavras de ordem, principalmente ao se aproximarem de órgãos municipais e do Executivo, além da Assembleia Legislativa doAmapá. Guiados pelo carro som, os participantes do movimento fizeram paradas estratégicas para cobrar melhorias na saúde, educação, transporte público, entre outros setores. O hino nacional foi cantado várias vezes durante a caminhada.
 
Participantes se preparando para sair às ruas (Foto: Maiara Pires/G1)Participantes se preparando para sair às ruas
(Foto: Maiara Pires/G1)
Quando os manifestantes se aproximaram do centro comercial de Macapá, a maioria dos lojistas fecharam as portas. Vários estabelecimentos comerciais e agências bancárias colocaram folhas de compensado e alumínio nas portas de vidro.
O comandante da Polícia Militar do Amapá, coronel Pedro Paulo Rezende, considerou o ato desta terça-feira um dos mais pacíficos, desde o início das manifestações há exatamente uma semana.
Ele informou que houve três autuações de condução de adolescentes portando drogas, tipo crack. Eles foram levados para o Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) do Pacoval. Um estudante foi preso com uma faca.
"Apesar dessas autuações, o movimento foi muito pacífico. Não houve ocorrências graves, não houve ofensa à polícia. Se continuar assim, não teremos problemas", disse Rezende.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua conosco!

PUBLICIDADE