Página do jornalista amapaense Cleber Barbosa, voltada a difundir notícias, pensamentos, reflexões e atualidades sobre turismo, comportamento, economia, cultura, política e empreendedorismo.


quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

'Perdida' por 30 anos, jabuti aparece em caixa de som

Jabuti - Getty ImagesYahoo! Notícias
A história da jabuti Manuela é no mínimo curiosa. De propriedade da família Almeida, que vive na zona oeste do Rio de Janeiro, ela ficou desaparecida por 30 anos. Seu desaparecimento, porém, aconteceu dentro da própria casa onde vivia. Três décadas após seu suposto sumiço os donos a encontraram em um quarto, dentro de uma caixa de som. O caso foi revelado por uma reportagem do "Fantástico".

Tudo aconteceu no começo deste ano, mais exatamente com a morte do patriarca Leonel Almeida. Conhecido por guardar muitas coisas, ele as acumulava todas em um quarto - no qual estava perdida Manuela.

LEIA TAMBÉM:
Revista 'National Geographic' lista os 10 casos mais curiosos de 2012
Atrações para o aniversário de São Paulo


"Tudo que ele achasse que dava para consertar na rua, ele pegava. Se achasse uma televisão velha, pensava que no futuro poderia usar alguma peça para consertar uma nova e, assim, foi acumulando as coisas”, explicou ao "Fantástico" a filha Lenita de Almeida.

Após a morte, o filho Leandro foi responsável por juntar as 'tralhas' do pai e colocá-las para o caminhão do lixo levar. Nisso foi alertado por um vizinho que o jabuti estava dentro de um dos sacos de lixo, recém-saído de uma caixa de som velha.

Três décadas após seu 'sumiço', Manuela voltou a ser o mascote da casa, agora conhecendo também as novas gerações dos Almeida. A família garante que não há possibilidade alguma de um jabuti qualquer ter sido colocado no quarto por vizinhos e que, sim, essa é Manuela, a mesma de 30 anos atrás.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua conosco!

PUBLICIDADE