Página do jornalista amapaense Cleber Barbosa, voltada a difundir notícias, pensamentos, reflexões e atualidades sobre turismo, comportamento, economia, cultura, política e empreendedorismo.


quinta-feira, 19 de julho de 2012

Coluna Argumentos, quarta-feira, dia 18 de julho de 2012.

Alta temporada

Leitor da coluna envia mensagem para dizer que é verdade que as viagens de navio para Belém voltaram a ser a solução para o nosso apagão aéreo. Mas que os preços das passagens fluviais também subiram, como a dos aviões. Uma passagem de rede saiu de R$ 120 para R$ 180. Já os camarotes com quatro camas custam mais de R$ 800.

Quem tem

Candidatos começam a sair do casulo e emprestam cores vivas a este início de campanha eleitoral. Mas em tempos de Ficha Suja, Transparência, 51A e outras armadilhas, todos os seus movimentos são friamente calculados. Mesmo com o aparato jurídico, tem gente perguntando até se pode apertar a mão do eleitor no balneário dia de domingo.

Escoltado

Apaixonado por jipes e aventuras, o médico cearen-se Raimundo Pinto chamou amigos para uma expedição pela Ilha do Marajó e Oiapoque. Estava tudo certo, mas na última hora eles desistiram da viagem. Mas ele não. Ontem já embarcava para o Marajó e semana que vem chega a Macapá. Jipeiros daqui irão aconpanhá-lo.


Estratégia
Ao entregar o novo Plano Nacional de Defesa, o ministro Celso Amorim disse que o tema não é assunto só dos militares, mas de toda a sociedade. O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP) con-cordou e disse que as mudanças da década forçam os parlamentares a também debater esse tema.

Comenda

A Força Aérea Brasileira vai condecorar a deputada federal Dalva Figueiredo (PT-AP) com a Medalha “Mérito Santos-Dumont”, que é uma honraria criada para homenagear civis e militares, brasileiros ou estrangeiros, por destacados serviços prestados à FAB ou em reconhecimento de suas qualidades e valor em relação à aeronáutica. Será sexta-feira em Brasília.

Historinha

Fim da noite de segunda-feira, zona norte de Macapá. No Centro de Saúde Marcelo Cândia, alguns pacientes esperam por atendimento médico na unidade, chamada UPA 24 Horas. Um deles, um aposentado de 69 anos, cego e de cadeiras de rodas, ouve que a “doutora” já saiu e que logo seu substituto iria chegar. O idoso sentia fortes dores na região da próstata. Cenário 1.

Cenário 2

A cena seguinte vista por um observador é o encontro da médica que saía do plantão com seu colega. Ele foi conferir todos os detalhes do carro zerinho dela, que mostrava uma a uma as funções do relusente Citroën, coisa de cinema. O colega estaciou sua picape S10 Rodeio de modo a focar com os faróis e ajudar a amiga a manobrar seu carro, sem arranhar.

Absurdo

Depois ele manobrou sua picape, pegou bolsa, cobertor, “necessaire” e foi ao alojamento. E os pacientes esperando. Aí foi ao consultório, mas bateu a porta na cara de todos e pediu para esperarem mais. Colocou máscara e passou a atender os pobres coitados. O aposentado precisou mandar o filho comprar seringas, pois na enfermagem não tinha. Nem agulhas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua conosco!

PUBLICIDADE