Página do jornalista amapaense Cleber Barbosa, voltada a difundir notícias, pensamentos, reflexões e atualidades sobre turismo, comportamento, economia, cultura, política e empreendedorismo.


segunda-feira, 11 de junho de 2012

Coluna Argumentos, domingo e segunda, 10 e 11 de junho de 2012.

Falou e disse

Em seu artigo semanal que o Diário do Amapá publica neste domingo, o senador e escritor José Sarney fala de relações exteriores. No texto ele homenageia o embaixador Melvyn Levitsky, de quem pinçou a seguinte frase-lição: “O papel do embaixador não é criar boas relações com o país onde está. É defender os interesses do seu país”.

Vale a pena

Paulo Skaf, presidente do Sistema FIESP – Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, e Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira, presidente do Sistema FIRJAN – Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro, convidam para o evento “Energias Renováveis para o Desenvolvimento Sustentável”, dia 19, durante a conferência Rio+20.

Briga promete

Eram favas contadas que a ex-deputada federal pelo PT, Professora Marcivânia, seria a indicação do atual prefeito Antônio Nogueira para a sucessão em Santana. O grupo político dela está encastelado na gestão e é tida como de grande densidade eleitoral. Robson Rocha, Mário Brandão e Charles Marques no páreo.

História

O blog soujipeiro.blogspot.com mergulhou num cenário que rende uma homenagem à indústria automobilística brasileira, o Museu Nacional do Automóvel, em Brasília. Com direito a recepção de um dos maiores conhecedores de carros, o curador do museu, Roberto Nasser, o site fez belos registros por lá.

Entrevista

Quem também andou falando e muito foi o deputado Vinícius Gurgel (PR-AP), que é o entrevistado de hoje no Diário. Ele reclama da enorme quantidade de recursos federais que o Amapá deixa “bater e voltar” por assim dizer, referindo-se aos convênios e emendas parlamentares que são alocados mas não carreados por falhas de governo e prefeituras.

Cabra bom

O deputado federal Silvio Costa (PTB-PE) concedeu uma entrevista ontem exclusiva ao nosso Conexão Brasília, pela Diário FM e deu o que falar. Membro da CPI do Cachoeira, ele mostrou a que veio e pense num “cabra que fica arretado” se alguém insinuar que a investigação vai dar em pizza. - Se fosse para isso eu não aceitaria fazer parte. Vamos apurar tudinho!

Nem aí pro DEM

Quando um partido lança uma candidatura com nomes a cabeça de chapa e vice do mesmo partido chama-se de chapa pura. Mas em se tratando de costuras para barrar uma eventual candidatura tucana tendo a orquestração do DEM nacional, os tucanos do Amapá não querem nem pensar no assunto. E prometem disputar cinco prefeituras este ano, incluindo Macapá.

Nem aí pro PSB

Quem não quer nem ouvir falar também em cooptação de sua executiva nacional em prol de apoio em São Paulo é a ala mais xiita do PT local. Nomes como Erroflym Paixão e Dalva Figueiredo defendem que o partido tenha candidatura própria para a sucessão municipal em Macapá. Mas como lá tudo se decide no voto é esperar pelo que vai dar a convenção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua conosco!

PUBLICIDADE