Página do jornalista amapaense Cleber Barbosa, voltada a difundir notícias, pensamentos, reflexões e atualidades sobre turismo, comportamento, economia, cultura, política e empreendedorismo.


quarta-feira, 9 de maio de 2012

Deputado Gatinho assume posto na Comissão de Obras da AL


Deputado estadual Ocivaldo Gato (PTB), o Gatinho, que também é engenheiro

Em sessão extraordinária sob a presidência do deputado Bruno Mineiro (PT do B) a Comissão Permanente de Transportes e Obras Públicas (CTO) da Assembleia Legislativa (AL) do Estado do Amapá, realizou algumas mudanças na composição parlamentar, o deputado Ocivaldo Gato (PTB) assumiu a vaga deixada após renuncia do deputado Michel JK (PSDB). “É um parlamentar que tem formação na área de Engenharia Civil e vai contribuir para o crescimento da comissão”, frisou Michel. O vice-presidente da AL, deputado Junior Favacho (PMDB) assumiu a suplência na vaga do deputado Zezé Nunes (PV).
O deputado Manoel Brasil (PRB), citou quatro pontos à serem discutidos na comissão. O primeiro é a localização do Aeroporto Internacional de Macapá, que foi tema de uma audiência pública realizada dia 30 de agosto de 2011. A audiência teve como intuito propor a mudança do aeroporto para o Km 21, da BR-156, com o objetivo de oferecer segurança a população e melhorar a trafegabilidade no trânsito da capital, principalmente o fluxo de veículos da zona norte com a zona sul.
Segundo Manoel Brasil, a audiência pública foi importante para discutir a segurança dos moradores de moram entorno do aeroporto. “Macapá cresceu sem planejamento e a cada dia vem se expandindo. A área do aeroporto oferece riscos a mais de 7 mil pessoas, por isso, temos que transformar a área e o prédio do aeroporto em um grande centro de convenções para se desenvolver o turismo do Estado”.
O segundo ponto proposto pelo deputado é quanto a ponte binacional de 378 metros sobre o rio Oiapoque construída no estilo da moderna Octávio Frias de Oliveira, de São Paulo, deveria ser inaugurada em 2010, a um custo próximo de R$ 75 milhões – R$ 12,9 milhões. A situação de abandono começa a mudar com obras do Governo Federal em uma ponte para ligar Oiapoque à capital guianense, Caiena, e na pavimentação da BR-156, estrada que ainda tem cerca de 200 km em trechos não asfaltados entre o Oiapoque e a capital. Mas as melhorias demoram. Manoel Brasil sugeriu que a comissão agende uma visita a presidente Dilma Rousseff. “Não podemos ficar omisso nesse caso”, citou.
O terceiro ponto é a questão da Estrada de Ferra que liga a capital Macapá a Serra do Navio. A Estrada de Ferro do Amapá, inaugurada em 1957, tem por principal objetivo o transporte do minério de manganês extraído e beneficiado na Serra do Navio, Estado do Amapá, que é embarcado para exportação pelo Porto de Santana, em Macapá.  A preocupação da Comissão de Obras é quanto a manutenção da estrada e a utilização para o ecoturismo. Por ultimo o deputado sugeriu que a CTO realize visitas no Porto de Santana.
Finalizando a sessão os membros da comissão receberam relatórios das visitas feitas a Rodovia Norte/Sul e ao Canteiro de Obras da Companhia de Agua do Amapá (Caesa).

Assembleia Legislativa do Estado do Amapá
Departamento de Comunicação Social – DECOM
Texto: Everlando Mathias
Fotos: Jaciguara Cruz
Fones: (96) 3212-8311 / 9173-0295

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua conosco!

PUBLICIDADE