Página do jornalista amapaense Cleber Barbosa, voltada a difundir notícias, pensamentos, reflexões e atualidades sobre turismo, comportamento, economia, cultura, política e empreendedorismo.


quarta-feira, 9 de maio de 2012

CPI da Saúde pode fazer busca e apreensão de documentos na Sesa


Em sessão realizada nesta terça-feira (08), a Comissão Parlamentar de Inquérito da Saúde da Assembleia Legislativa recebeu ofício da Secretaria de Estado da Saúde do Amapá. Nele constava a solicitação de nova dilação de prazo de 60 dias para a conclusão do trabalho de reprografia de documentos, em decorrência de um quantitativo de 60 mil cópias. Ainda consta no documento o montante de R$ 120 mil reais gastos com fotocópias, representando 15% do total a ser fornecido conforme requerido. A SESA já havia solicitado anteriormente prazo de 10 dias e não foi cumprido.
Para o relator da CPI/SAÚDE – AL, deputado estadual Jaci Amanajás (PPS), o secretário de saúde Lineu da Silva Facundes poderia enviar o material até por pendrive. “Acho que o secretário só pode estar de brincadeira pedindo mais prazo para entregar a documentação. Existem outros meios de nos entregar esse material, o próprio pendrive serviria, contanto que nos enviasse. Creio que o prazo máximo seria até 30 dias”.
O deputado estadual Edinho Duarte (PP) também não concordou com o prazo. “O secretário colocar no papel tudo isso e assinar, é declarar sua incompetência diante dessa pasta que é a Saúde, está subestimando nossa inteligência. Já demos prazo e dizer que ainda não foi entregue a documentação por querer mais tempo para xerocar é absurdo demais. Não podemos aceitar isso. Temos que entrar com pedido de busca e apreensão”.
Ao final dos trabalhos, foi aprovado o requerimento de Edinho Duarte dilatando o prazo por mais 15 dias. Caso contrário, se a equipe de técnicos da Secretaria de Saúde não entregar a documentação em tempo hábil, será realizada busca e apreensão na instituição.

Monalisa Kato
9965-8070

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua conosco!

PUBLICIDADE