Página do jornalista amapaense Cleber Barbosa, voltada a difundir notícias, pensamentos, reflexões e atualidades sobre turismo, comportamento, economia, cultura, política e empreendedorismo.


sábado, 21 de abril de 2012

Coluna Argumentos, sábado, dia 21 de abril de 2012.

Acidente 

Macapá foi acordada ontem com a trágica notícia da morte do deputado estadual Dalto Martins (PMDB), depois que o avião que pilotava caiu e explodiu nos arredores da cidade. Aos 49 anos de idade, vivendo o esplendor da vida, ele se foi. Junto estava a empresária Raquel Loiola, que teria pego uma carona até Belém.

Carreira 

Dalto Martins era paraense, mas sua família mudou para Macapá quando ele ainda era menor. De origens humildes, o parlamentar se emocionava sempre que lembrava da trajetória difícil que enfrentou para formar-se médico. Também atuou como oficial do quadro de saúde da PM de São Paulo, como biólogo e perito da Polícia Técnico-Científica.

Personalidade

Atualmente presidindo a CPI da Saúde, Dalto Martins, dizia estar confiante de que a Comissão poderia ajudar a passar a limpo o setor da saúde pública do Estado. De temperamento forte e contundente nas palavras, tornou-se um deputado combativo e atuante, mas também polêmico por ser autêntico. Estava no terceiro mandato.

Bon vivant 

Se para uns Dalto poderia não parecer tão afável no primeiro contato, quem o conhecia bem ressaltava o quão ele valorizava a amizade. Realizado profissionalmente, era um bem-sucedido empreendedor, casado com Tereza, que conheceu ainda na faculdade, deixou três filhos.

Trabalho 

A imprensa amapaense deu ontem várias provas de maturidade e profissionalismo. Sem apelos sensacionalistas, mas garantindo o papel de garantir o acesso à informação, cobriu com a linha editorial peculiar de cada um, o trágico acidente aéreo que abalou a cidade e que repercutiu fora do Amapá. Saímos bem.

Reprovável 

A nota ruim do dia de ontem foi ver que o ódio e a intolerância estão chegando a níveis preocupantes no Amapá. Nas redes sociais a gente vê de tudo, claro, afinal é livre. Mas cá para nós os ataques pessoais, querelas políticas e militantes partidários aloprados demonstraram uma desumanidade ímpar. Vamos rezar gente!

Segurança 

O acidente aéreo de ontem remete mais uma vez a se questionar a segurança da aviação por aqui. É verdade que os índices de acidentes não são tão grandes, mas se algo puder evitar novas mortes muito melhor será. Não é de hoje que os pilotos reclamam da falta de cobertura de rádio em áreas remotas, bem como as grandes distâncias sem ponto de apoio.

Cenário 

No começo da noite de ontem chegou à Assembleia Legislativa o caixão com o que restou do corpo do deputado Dalto Martins, afinal foi carbonizado e desfi-gurado com a explosão. Se o clima político já não andava bem por aqui as dúvidas e perguntas que ficaram no ar podem complicar ainda mais a situação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua conosco!

PUBLICIDADE