Página do jornalista amapaense Cleber Barbosa, voltada a difundir notícias, pensamentos, reflexões e atualidades sobre turismo, comportamento, economia, cultura, política e empreendedorismo.


quarta-feira, 25 de abril de 2012

Coluna Argumentos, quarta-feira, 25 de abril de 2012.

De alta

No dia do aniversário, o senador José Sarney (PMDB-AP) ganhou alta médica e pode curtir a companhia da família, apesar de ainda permanecer em São Paulo por mais alguns dias. Durante a internação ele havia falado pouco ao telefone, mas sua zelosa secretária Gizela anotou um a um os inúmeros telefonemas dos amigos e aliados.

Bate-pronto

Sarney foi logo encarando um “quebra-queixo” dos jornalistas na saída do Sírio-Libanes, em Sampa. Como sempre o presidente do Senado atendeu pacientemente, apesar de ecopnômico das respostas. Mas comentou o brutal assassinato do jornalista Décio Sá, que trabalhava em um jornal maranhense. “Foi um atentado á democracia”, disse ele.

Imprensa 

Décio Sá trabalhava no jornal O Estado do Maranhão e tinha também um Blog. Sua atuação era tida como muito corajosa e combativa, coisa que teria motivado o crime por encomenda. A polícia já sabe que a arma usada para assassiná-lo era de uso restrito da PM. A repercussão foi grande pelo país e também no exterior. Uma baixa nossa.

Ilusão de ótica 

Está no Soujipeiro.blogspot.com uma postagem a respeito dos espelhos retrovisores esféricos. Sabe o que é isso? São a última tendência em termos de espelhos automotivos, mas que requerem atenção especial pois refletem imagens menores que o original. 

Fogo trocado 

O Estado tem sua vigilância sanitária, certo? Mas foi preciso a vigilância do município percorrer os hospitais estaduais para uma série de irregularidades ser encontrada, pode? Anote aí. Nos próximos dias será a vez da vigilância estadual fazer o mesmo com os postos de saúde de Macapá. E vai encontrar muita coisa errada. Só aqui mesmo.

Timoneiro 

Não se ouviu mais falar em repassar o porto de Santana para o controle do Estado, não é? Bem, mas o presidente da Companhia Docas de Santana, o advogado Riano Valente, não quer nem saber dos entretantos e sim partir para os finalmentes, como diria o Odorico. Ele segue traçando e articulando apoios para a expansão do porto. Tá certo ele.

No sábado 

A mulher jovem e negra é a mais discriminada no mercado de trabalho. Essa foi a constatação da Audiência Pública realizada pela Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público realizada ontem em Brasília e comandada por Bala Rocha (PDT), que preside o colegiado. O parlamentar do Amapá deve falar mais sobre o assunto no Conexão Brasília.

Esfriou? 

O recadastramento de estudantes para a meia-passagem garantiu movimentação intensa ontem no prédio da Sub Prefeitura da Zona Norte de Macapá. Desde sua criação prometia muita coisa, mas a falta de orçamento emperra as coisas. Projeto de uma co-irmã na zona sul também não saiu. Mas no futuro quem sabe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua conosco!

PUBLICIDADE