Página do jornalista amapaense Cleber Barbosa, voltada a difundir notícias, pensamentos, reflexões e atualidades sobre turismo, comportamento, economia, cultura, política e empreendedorismo.


sexta-feira, 27 de abril de 2012

Imprensa do Amapá perde o jornalista Carlos Bezerra

Faleceu ontem em Porto Alegre (RS) o jornalista amapaense Carlos Bezerra, um dos grandes nomes da imprensa local, que lutava pela vida havia alguns anos, depois de haver vencido uma importante etapa, que foi o transplantante de fígado. Em sua página pessoal na internet, ele lançou um pedido público de ajuda para continuar seu tratamento de saúde.

"SOS Carlos Bezerra"
Sou o jornalista Carlos Bezerra. Estou gravemente doente, com problemas renais, em Porto Alegre, onde fiz transplante hepático há quatro anos. Minha situação física e financeira é grave. Tenho que sair do local onde estou e não tenho condições financeiras para tanto e nem para onde ir. Se você puder, ajude-me com este com pedido de SOS. Que o D'us de Abrahão possa te recompensar. 


 Agradecido, 
 Carlos Bezerra 


E-mail: jornalista.cbezerra@gmail.com Blog: www.jornalistacbezerra.blogspot.com CEL: (51) 9855-36-08 CEL: (51) 9702-24-04 - (ANTONIA - ESPOSA) CAIXA ECONÔMICA FEDERAL CARLOS EMANOEL DE AZEVEDO BEZERRA CONTA POUPANÇA: AGÊNCIA: 0430 - CÓDIGO: 013 CONTA POUPANÇA: 00123157-0 


 PAZ PARA VOCÊ E O MUNDO.

quinta-feira, 26 de abril de 2012

Coluna Argumentos, quinta-feira, 26 de abril de 2012.

Extremos 

O município de Salinópolis, no Pará, entrou para as manchetes da mídia ontem de duas formas bem distintas. Primeiro a notícia de que a presidente da Câmara Municipal havia sido presa por chantagear o prefeito. Depois que um vendedor ambulante veio ao Amapá e levou o título de campeão do surf na pororoca do rio Araguari.

De Chico

A Prefeitura de Macapá precisa visitar o Posto de Saúde Marcelo Cândia, na zona norte. Usuários daquela unidade relatam que sequer havia um simples aparelho para medir pressão arterial de um idoso que apresentava mal estar. Ele é diabético também e um simples teste de glicemia ajudaria muito o médico. Ah, também não tem aparelho para isso.

A Francisco

Já o Estado, com um orçamento muito maior para a saúde, virou manchete ontem na Tv Amapá devido estar com o único hospital de Santana entregue ao caos. Pessoal de enfermagem decidiu que não há o que fazer pois de algodão a uma garrafa de álcool está faltando emplementos básicos. Coisa feia.

Produto da hora

Em um ano moradores cadastrados pela mineradora Anglo American receberão 50 mil mudas de açaí para o plantio em suas propriedades. Além da doação, orientações técnicas sobre manejo e economia. O açaí já é o quinto item da pauta de produtos exportados pelo Amapá.

Tristeza 

O colunista parou para comprar umas batatas fritas na orla de Macapá e foi abordado por um garoto esperto, falante, mas infelizmente carente. Pedia uns trocados e revelou jamais ter estudado na vida. - Mas por quê? Indagamos eu e minha esposa. E ele: - Minha mãe demorou muito... E eu: - Vai fazer o quê? O garoto: - Só se eu for no Conselho... [deve ser o Tutelar]

A prêmio

A polícia do Maranhão está oferecendo recompensa de R$ 100 mil para quem der alguma informação importante para a prisão dos acusados de assassinar um jornalista que atuava em São Luís e que fazia reportagens investigativas por lá. Dono de um Blog, Décio Sá foi covardemente morto por encomenda num bar da orla da capital do Maranhão.

Bem na foto

O delegado de polícia Ericlaudio Alencar apresentou ontem números bastante otimistas com relação ao poder de elucidação dos homicídios pela Polícia Civil. Segundo ele, esses índices apontam para generosos 95% a 98%. Parece muito? Ele diz que ajuda muito o fato da cidade ser pequena e as circunstâncias dos crimes e testemunhas dispostas a falar.

Ampliação

Recém-instalada nas novíssimas instalações na zona norte de Macapá, a Justiça Federal do Amapá poderá ampliar em breve das duas atuais varas judiciais para mais três. Projeto nesse sentido já teria passado pelo crivo do Conselho Nacional de Justiça e está prestes a ser ofocializado, garantindo ainda que a Seção Judiciária local passe do nível I para o nível IV. Uma boa.

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Governador Camilo Capiberibe é ouvido em depoimento no STJ

Governador que é investigado por peculato e formação quadrilha, foi ouvido durante uma hora pelo relator do inquérito da Operação Mãos Limpas ministro João Otávio de Noronha. O relator da Operação Mãos Limpas, ministro João Otávio de Noronha, ouviu na tarde dessa terça-feira (24), em Brasília, o governador do Amapá, Camilo Capiberibe (PSB). O governador é investigado pelos crimes de peculato e formação quadrilha, quando ainda era deputado estadual.
Camilo teve que dar explicações sobre um suposto esquema de emissão de notas frias em aquisição de passagens aéreas para comprovar os gastos com verba indenizatória. O depoimento do governador aconteceu um dia depois do STJ acatar a denúncia do Ministério Público Federal (MPF) contra a tia dele, a ex-conselheira Raquel Capiberibe, e irmã do pai dele, o senador João Capiberibe (PSB), pelo crime de peculato e formação de quadrilha, com suspeita de participar de um esquema fraudulento – juntamente com outros seis conselheiros e mais quatro servidores – que teriam desviado R$ 100 milhões do Tribunal de Contas do Amapá.
Segundo a assessoria de imprensa do Superior Tribunal de Justiça, as investigações correm em segredo de Justiça, por conta disso a imprensa não teve acesso ao depoimento de Capiberibe. O pai do governador, o senador João Capiberibe (PSB), tem dito que irá apresentar no Senado o projeto de lei para acabar com o segredo de justiça em processos envolvendo políticos e pessoas públicas. O depoimento do filho seria uma ótima oportunidade para dar visibilidade a iniciativa do senador. Mas contrariando o desejo do pai, Camilo Capiberibe preferiu o sigilo e ficar longe dos holofotes da imprensa.
Camilo Capiberibe poderia optar por se manter calado. Não responder a nenhuma pergunta se quisesse. Mas de acordo com a assessoria do STJ, o governador falou por apenas 20 minutos. Na audiência, houve perguntas do Ministério Público Federal, do Ministro Noronha. O delegado da Polícia Federal, responsável pelo inquérito, também, se quisesse, poderia ter enviado perguntas para Camilo por escrito.

Acusação - O governador do Amapá foi intimado pelo ministro João Otávio de Noronha, após análises em documentos apreendidos pela Polícia Federal, na operação Mãos Limpas, em setembro de 2010. Entre o material periciado, havia indícios de que Capiberibe e alguns colegas de parlamento teriam desviados recursos públicos. Conforme a PF, eles apresentavam notas fiscais da agência de turismo Martinica como se tivessem gastado com viagens aéreas – e recebiam reembolso por isso. Após investigar a Martinica, os policiais concluíram que as notas eram frias.
Os documentos entregues ao ministro comprovam que as viagens eram inventadas para que os deputados recebessem um extra dos cofres públicos. De acordo com os agentes, as notas fiscais apresentadas tinham valor exato de R$ 8 mil. A quantia foi determinada logo após a verba indenizatória ter passado de R$ 12 mil para R$ 20 mil. Em recente entrevista a TV Amapá, o governador garantiu que tem como comprovar os gastos. Por outro lado, as palavras de Camilo Capiberibe se contradizem com as da Polícia Federal. Ele limita as investigações – referentes ao uso da verba indenizatória – ao período que oscilou entre R$ 12 mil e R$ 20 mil. Mas neste trecho do processo onde Capiberibe é citado, contraria o governador.
Os policiais relatam que em outubro de 2010, um mês depois da realização da operação, houve novo aumento da verba de R$ 20 mil para R$ 50 mil, e em apenas uma das notas apresentadas como prestação de contas de Camilo Capiberibe, o governador gastou – somente em passagens aéreas – o valor de R$ 21.500,22. A equipe de reportagem do jornal a Gazeta tentou contatar o governador Camilo Capiberibe por telefone e por meio se sua assessoria de imprensa sem sucesso. Até o fechamento desta edição as ligações não foram retornadas.

(Emerson Renon/aGazeta)

Coluna Argumentos, quarta-feira, 25 de abril de 2012.

De alta

No dia do aniversário, o senador José Sarney (PMDB-AP) ganhou alta médica e pode curtir a companhia da família, apesar de ainda permanecer em São Paulo por mais alguns dias. Durante a internação ele havia falado pouco ao telefone, mas sua zelosa secretária Gizela anotou um a um os inúmeros telefonemas dos amigos e aliados.

Bate-pronto

Sarney foi logo encarando um “quebra-queixo” dos jornalistas na saída do Sírio-Libanes, em Sampa. Como sempre o presidente do Senado atendeu pacientemente, apesar de ecopnômico das respostas. Mas comentou o brutal assassinato do jornalista Décio Sá, que trabalhava em um jornal maranhense. “Foi um atentado á democracia”, disse ele.

Imprensa 

Décio Sá trabalhava no jornal O Estado do Maranhão e tinha também um Blog. Sua atuação era tida como muito corajosa e combativa, coisa que teria motivado o crime por encomenda. A polícia já sabe que a arma usada para assassiná-lo era de uso restrito da PM. A repercussão foi grande pelo país e também no exterior. Uma baixa nossa.

Ilusão de ótica 

Está no Soujipeiro.blogspot.com uma postagem a respeito dos espelhos retrovisores esféricos. Sabe o que é isso? São a última tendência em termos de espelhos automotivos, mas que requerem atenção especial pois refletem imagens menores que o original. 

Fogo trocado 

O Estado tem sua vigilância sanitária, certo? Mas foi preciso a vigilância do município percorrer os hospitais estaduais para uma série de irregularidades ser encontrada, pode? Anote aí. Nos próximos dias será a vez da vigilância estadual fazer o mesmo com os postos de saúde de Macapá. E vai encontrar muita coisa errada. Só aqui mesmo.

Timoneiro 

Não se ouviu mais falar em repassar o porto de Santana para o controle do Estado, não é? Bem, mas o presidente da Companhia Docas de Santana, o advogado Riano Valente, não quer nem saber dos entretantos e sim partir para os finalmentes, como diria o Odorico. Ele segue traçando e articulando apoios para a expansão do porto. Tá certo ele.

No sábado 

A mulher jovem e negra é a mais discriminada no mercado de trabalho. Essa foi a constatação da Audiência Pública realizada pela Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público realizada ontem em Brasília e comandada por Bala Rocha (PDT), que preside o colegiado. O parlamentar do Amapá deve falar mais sobre o assunto no Conexão Brasília.

Esfriou? 

O recadastramento de estudantes para a meia-passagem garantiu movimentação intensa ontem no prédio da Sub Prefeitura da Zona Norte de Macapá. Desde sua criação prometia muita coisa, mas a falta de orçamento emperra as coisas. Projeto de uma co-irmã na zona sul também não saiu. Mas no futuro quem sabe.

MA oferece R$ 100 mil por informações sobre morte de jornalista

A cúpula da Segurança Pública do Maranhão oferece recompensa por informações para o caso Décio Sá
SÃO LUÍS – No início da tarde desta terça-feira (24), o secretário de Segurança Pública, Aluísio Mendes, concedeu entrevista coletiva sobre o assassinato do jornalista Décio Sá, acontecido na noite dessa segunda-feira (23), em um bar da Avenida Litorânea. Aluísio Mendes voltou a enfatizar que a morte de Décio Sá foi “encomendada” e garantiu que nenhuma hipótese sobre o assassinato do jornalista está descartada. O secretário explicou, ainda, que o autor dos disparos que tiraram a vida de Décio Sá podem ter sido efetuados por um homem natural de outro Estado, uma vez que, em nenhum momento, o criminoso se preocupou em esconder o rosto. De acordo com depoimentos de testemunhas, a polícia já tem as características do assassino. Seria um homem forte e moreno com cabelos lisos e com traços indígenas. No entanto, a Secretaria de Segurança Pública, ainda, não divulgou o retrato-falado do bandido. O Disque-Denúncia está oferecendo R$ 100 mil por qualquer informação que leve a polícia a elucidar o assassinato do jornalista Décio Sá. O valor em dinheiro foi conseguido a partir de doações de dois empresários. Qualquer informação sobre os autores e mandantes do assassinato do jornalista Décio Sá pode ser repassado ao Disque-Denúncia. Os telefones são o 3223-5800 (capital) e 0300-313-5800 (interior). Por Paulo de Tarso Jr. e Ingrid Assis

terça-feira, 24 de abril de 2012

Sarney deixa hospital em SP no dia do aniversário de 82 anos

O presidente do Senado, José Sarney, ao deixar o
Hospital Sírio-Libanês nesta terça (Foto: Carlos
Oliveira / G1)
Carlos Oliveira
Do G1, em São Paulo

O presidente licenciado do Senado, José Sarney (PMDB-AP), deixou o Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, por volta de 11h20 desta terça-feira (24). Nesta terça, Sarney completou 82 anos - confira aviso de alta no fim da reportagem. Sarney estava internado desde 14 de abril, quando sentiu fortes dores no peito causadas pelo entupimento de uma artéria no coração. Passou por um cateterismo seguido de uma angioplastia na madrugada do dia seguinte. Ele chegou a ficar na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) e recebeu visita do ex-presidente Lula, do vice-presidente Michel Temer e de parlamentares no decorrer da semana passada. Ao sair do hospital, o senador disse que não está acompanhando as negociações para instalação no Congresso da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) para investigar as relações do bicheiro Carlos Cachoeira com parlamentares, empresas e agentes públicos. Sarney seria o responsável por instalar a comissão caso não estivesse de licença. "Não estou sabendo o que está se passando. [..] Esse é um problema que agora já não vai ser meu", disse, ao ser perguntado sobre uma suposta tentativa de PT e PMDB para não deixar a investigação respingar no governo. Conforme o filho de Sarney, deputado Sarney FIlho (PV-MA), o pai ficará os próximos 15 dias na capital paulista, onde ficará mais perto do Sírio, antes de retornar a Brasília. Não está descartado o retorno de Sarney ao hospital para exames. "Ele vai ficar mais 15 dias em São Paulo, por orientação médica, familiar também. O pessoal acha que ele deve descansar mais um pouco aqui", disse Sarney Filho. saiba mais Lula e parlamentares visitam José Sarney no hospital O deputado afirmou ainda que o pai recebeu diversas ligações em razão de seu aniversário nesta terça e que está bem e leu jornal e viu televisão. "Ele está muito bem, bem disposto. Hoje é o aniversário dele, então ele está atendendo telefonemas. Só não está melhor por causa da morte do Décio", disse Sarney Filho. O jornalista maranhense Décio Sá foi morto a tiros na noite desta segunda-feira (23), dentro de um bar em São Luís. O secretário de Segurança Pública do Maranhão, Aluísio Mendes, afirmou que a morte do jornalista "sem dúvida foi encomendada". A alta de Sarney estava prevista para a segunda (23), mas o cardiologista Roberto Kalil Filho, que coordena a equipe médica que trata o senador, pediu exames adicionais. Segundo a assessoria de Sarney, os testes foram feitos para garantir uma "saída segura".

Veja o aviso de alta divulgado pelo hospital: 

"AVISO DE ALTA
24/04/2012 11h25

O senador José Sarney recebeu alta hoje (24/04) do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.O paciente, que foi internado no dia 14/04, passa bem. A equipe médica que assiste o senador José Sarney é coordenada pelo Prof. Dr. Roberto Kalil Filho.

Dr. Antonio Carlos Onofre de Lira 
Dr. Paulo Cesar Ayroza Galvão Diretor Técnico Hospitalar Diretor Clínico"

domingo, 22 de abril de 2012

Coluna Argumentos, domingo e segunda, 22 e 23 de abril de 2012

Prostituição 

Em reunião realizada na Comissão Parlamentar de Inquérito – CPI – que apura denúncias de exploração e turismo sexual contra crianças e adolescentes, a deputada federal Dalva Figueiredo (PT) aprovou requerimento para realização de audiência pública da CPI do Amapá. Dalva quer regionalizar este debate. 

Boataria 

O acidente de avião no Amapá gerou boatos de que outra aeronave com políticos do Amazonas teria caído. Atraso na decolagem do voo em que estavam o governador, senadores e deputados contribuiu para o susto por lá. Eram Omar Aziz (PSD), Eduardo Braga (PMDB), Vanessa Graziotin (PCdo B), Átila Lins (PMDB), Silas Câmara (PSD) e Pauderney Avelino (DEM).

Nebuloso 

Vai começar mais uma vez uma nova edição dos Jogos Indígenas. Isso lembra de que foi supostamente no evento do ano passado que a então secretária estadual da Comunicação Jacinta Carvalho teria contraído um vírus que acabou levando a jornalista ao óbito. Passado todo esse tempo não se viu uma explicação oficial.

Pesar

Em nota distribuída à imprensa, o senador José Sarney (PMDB-AP) disse que o trágico acidente que retirou sua vida do deputado estadual Dalto Martins, seu correligionário, “não apagará de nossa memória seu espírito combativo e sua atuante carreira política”. 

Despedidas 

Em clima de consternação, a Assembleia Legislativa do Amapá recebeu ontem os eventos dos funerais ao deputado Dalto Martins. O clima ainda era de perplexidade diante do brusco desaparecimento do parlamentar, de 49 anos. Sua viúva, a médica Maria Teresa, roubou a cena e emocionou todo mundo com a homenagem ao amado.

Sobrevivência 

Os recrutas que incorporaram nas fileiras do Exército este ano iniciaram ontem a temida Operação Boina, um estágio na selva que os habilita ao direito de usar a boina rajada, símbolo do soldado da Amazônia. Enquanto eles ralam no mato as famílias ficam ansiosas pelo desfecho da operação. A coluna vai acompanhar parte da ação deste domingo.

Cenário 

Durou mais de seis horas a viagem dos jipeiros amapaenses rumo a Laranjal do Jari, no sul do Amapá. Isso mostra o quão detonada está a BR-156, no trecho sul (Macapá/Jari). E olha que estamos falando de jipeiros, com seus veículos preparados para pistas de chão acidentado e enlameado. Imagina os carros pequenos.

Tensão e estresse 

O presidente da Assembleia Legislativa, Moisés Souza, era a imagem da desolação ontem, nos funerais do amigo e aliado Dalto Martins. Talvez diante de toda a sobrecarga emocional dos últimos dias, seu corpo deixou para a hora do adeus o maior desconforto. Souza precisou ser amparado, com cãibras e dores musculares.

Confirmada morte de deputado em avião; AL apura sabotagem

O avião caiu logo após a decolagem e matou o deputado estadual Dalto Martins (PMDB), 
proprietário do monomotor, e um segundo ocupante da aeronave 
EMERSON RENON 
Direto de Macapá
Portal Terra

Foi confirmada na tarde desta sexta-feira que uma das duas vítimas fatais da queda de um avião em Macapá (AP) é o deputado estadual Dalto Martins (PMDB), proprietário do monomotor. Após a confirmação, o presidente da Assembleia Legislativa do Estado, deputado Moisés Souza (PSC), levantou a possibilidade de sabotagem no avião de Martins. Segundo ele, o parlamentar o procurou para dizer que sofria ameaça de morte e pediu para ter a segurança reforçada. O outro ocupante da aeronave ainda não foi identificado. A suspeita é que seja a empresária Raquel Loiola, que atua no mercado atacadista. Segundo a Polícia Científica, a identificação só será possível por exame de DNA. O monomotor C 206 - prefixo PR-CRR e pilotado pelo deputado - caiu logo após a decolagem. Segundo a Força Aérea Brasileira (FAB), a aeronave partiu às 5h48 do Aeroporto Internacional de Macapá em direção a Santarém (PA). O destino final era Manaus (AM). Às 5h52, o piloto comunicou que "estava com problema". De acordo com o superintendente da Infraero no Amapá, David Oliveira, a torre perdeu o contato após a comunicação com o deputado. "É uma área de mata fechada, com população no entorno, que fica a cerca de 7 km do aeroporto", afirmou. Conforme o comandante do Corpo de Bombeiro do Amapá, coronel Raimundo Miranda, após colidir com uma árvore, a aeronave pegou fogo e ficou completamente destruída. Agentes do Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa I) devem chegar ao local ainda nesta tarde, segundo a FAB, para investigar as causas do acidente.



Segundo a Força Aérea Brasileira (FAB), a aeronave partiu às 5h48 do Aeroporto Internacional de Macapá 
em direção a Santarém (PA). O destino final era Manaus (AM). Às 5h52, o piloto comunicou que 
"estava com problema"

Investigação
O peemedebista presidia a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga irregularidades na aplicação de recursos públicos. Conforme o presidente da Casa, Dalto teria pedido a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informações sobre os voos fretados pela Secretaria de Estadual de Saúde, com suspeitas de superfaturamento. Souza pediu ao Ministério Público Federal (MPF) e a Polícia Federal para acompanhem as investigações. "Ele vinha recebendo ameaças por conta das investigações. Eu não quero fazer pré-julgamento, mas é preciso que se investigue", disse o deputado, informando que o avião estava com as revisões em dia. "Além de Dalto Martins, outros parlamentares estão sendo ameaçados, entre eles, Roseli Matos (DEM), que preside a CPI da Amprev (Amapá Previdência)", disse. O presidente da Assembleia Legislativa decretou luto oficial por três dias. O corpo de Dalto Martins, que estava no terceiro mandato, será velado no plenário da Casa.

sábado, 21 de abril de 2012

"Dalto Martins: o político, o piloto, o desportista, o perito, o opositor, o homem”

Liderados por Moisés Souza, deputados jamais esperavam trazer o amigo de volta em um caixão
Os funerais do deputado estadual Dalto Martins (PMDB), morto em trágico acidente aéreo na última sexta-feira, levou representantes de vários setores da sociedade amapaense para a última homenagem a um homem de múltiplas atividades. De origens humildes, tornou-se médico, piloto de avião, oficial da PM paulista, servidor público da Polícia Técnica do Amapá e político de carreira. Aliás, uma bela carreira, forjada em uma atuação parlamentar combativa e aguerrida. O jornalista Cleber Barbosa ouviu algumas personalidades que compareceram ao plenário da Assembleia Legislativa ontem onde o corpo foi velado até seu sepultamento no fim da tarde. Acompanhe as principais opiniões sobre Dalto Martins e saiba mais sobre ele.

CLEBER BARBOSA 
DA REDAÇÃO

Blog – Como era o piloto de aviões Dalto Martins? 
Isaac Alcolumbre (deputado e piloto) – Eu não teria coragem de fazer esse vôo do dia 20 de abril. O tempo estava muito fechado, mas ele não temia não. Sempre enfrentou todas as batalhas, nunca se acovardou, sempre tinha posição firme nas suas propostas, por isso ele está indo, mas está deixando mais um aprendizado e todo esse legado para todos os seus companheiros que o acompanharam nessa trajetória. Falando em nome de todos os pilotos, faremos uma homenagem a ele fazendo uma revoada. Quis o destino que eu fosse a primeira pessoa a encontrá-lo, mas isso só me dá força meu irmão para continuar o que você fez por todos nós e pelo Estado do Amapá.

Blog – Como era o médico Dalto Martins, para a classe médica do Estado? 
Dr. Fernando Nascimento (Presidente do Sindicato dos Médicos) – Devemos agradecer ao doutor Dalto Martins, que apesar de suas atividades políticas nunca se afastou da classe, seja nas causas do CRM como do Sindicato, sempre foi a nossa voz na Assembleia. Mesmo muitas vezes discordando sobre o que a assembléia dos médicos queria, ele defendia essa proposta. Uma voz se cala, perdemos essa voz no parlamento, pois todos nós sabemos da problemática que se vive na saúde e todos os problemas do Estado são resolvidos de forma política. Perdemos o dr. Dalto e isso é muito significativo para a gente.

Blog – Como era Dalto Martins para a classe dos peritos criminais do Amapá? 
Odair Monteiro (Diretor da Politec) – Perdemos não apenas um companheiro, mas um amigo leal. Foi muito difícil para nós naquele momento saber que tínhamos um companheiro, o doutor Dalto Martins, naquela situação e pior ainda foi confirmar que realmente era ele. Tenho muito orgulho de dizer que conheci o doutor Dalto, uma pessoa humana, uma pessoa carinhosa, pois era assim que ele sempre nos tratava. Obrigado doutor Dalto, nós vamos sempre lembrar do senhor, que estará sempre com a gente, pelas vitórias que o senhor conquistou para a gente, pois o senhor nunca viu cor política para nos defender, foi intransigente em defender sua categoria, de médicos legistas, a categoria de peritos, em defender a Politec.

Blog – A franqueza do deputado Dalto Martins mais ajudava ou mais atrapalhava sua carreira política? 
Gilvam Borges (presidente regional do PMDB) – Olha, na política isso agrada um núcleo específico da sociedade, que observa as qualidades das lideranças, quando você pode observar o comportamento delas em relação a matérias que se discute, idéias que se defende, proposições que apresente no âmbito do Legislativo, como era o caso do deputado Dalto Martins. Já no mundo político é muito complicado porque a transparência de sentimentos, a posição honesta, aberta, ela contraria muitos interesses e quando isso acontece dói muito, daí em certos momentos o deputado Dalto ter tido algumas incompreensões porque era muito franco nas posições que defendia. Quando ele subia à tribuna os pares já sabiam que iria ser reto, falaria o que pensava.

Blog – Como era a convivência do deputado Dalto Martins como colega de parlamento? 
Roberto Góes (prefeito e ex-deputado) – Para a gente que conviveu com o Dalto o que mais vai ficar dele é aquele sorriso que ele sempre tinha e a disposição de melhorar a vida das pessoas. Convivi com ele na Assembleia por quase três mandatos e posso dizer que o município de Macapá perde um grande homem, perde um grande pai, perde um grande marido e perde um grande irmão. Deixa um legado muito grande por seus posicionamentos firmes. Quem convivia com ele nesta Casa e todos os deputados sabem disso, vai ficar este vazio, mas com certeza tira-se a responsabilidade que ele tinha com o desenvolvimento do município e do estado. Fica também o registro de sua paixão pela política, de combater o bom combate, de defender suas posições com firmeza, mas muitas vezes sabendo também voltar atrás.

Blog – A relação de Dalto Martins com a classe dos policiais civis do Estado? 
Roberto Prata (Delegado de Polícia) - A gente só tem a recordar coisas boas dele. Sabemos do ser humano que ele era, do amigo, do parceiro, por isso essa homenagem. Infelizmente de uma maneira trágica. Homem que sempre foi ligado à família, aos amigos, à política e fã também do Trem Desportivo Clube. Ele também ficou marcado à época em que eu era presidente da Associação dos Delegados de Polícia do Amapá e nós tínhamos uma luta de treze anos e ele foi muito bem escolhido pelo governador Waldez para apresentar o projeto da Lei Orgânica da nossa Polícia Civil e ele assumiu esse compromisso com a classe e conseguiu fazer aprovar.

Blog – O lado desportista de Dalto Martins, dirigente e torcedor do Trem desportivo Clube? 
Socorro Martinho (Presidente do Trem) - A gente tinha às vezes divergências, mas ele sempre lutava pelo objetivo dele, que era uma pessoa muito simples. Lembro que quando era jogo do Trem nós estávamos sempre na arquibancada, essa é uma lembrança que vai ficar. Ele poderia ficar numa tribuna de honra, mas ele era uma pessoa do povo, uma pessoa que gostava de fazer o bem, seja o bem para o Trem, que conseguiu muitas coisas, uma delas vai ficar para sempre, o estádio do Trem, como nenhum outro clube do estado do Amapá tem. O Trem cresceu muito com a vinda do Dalto Martins, não só o clube como o bairro, o estado do Amapá.

Blog – O que a morte trágica do deputado Dalto Martins trás em termos de reflexão do ponto de vista espiritual? 
Moisés Souza (Presidente da Assembleia Legislativa) – Tem dias que não são os melhores dias para se abrir o coração e colocar palavras, até porque muitas vezes as palavras não conceituam a dor, a experiência, não traz o significado do momento. Mas para tanto o salmista disse certa vez: - Ainda que eu andasse no vale da sombra da morte, mal algum eu temerei, porque o senhor está comigo. A tua vara e o teu cajado me consolam! Na realidade todos nós hoje talvez estejamos buscando uma justificativa para uma passagem tão abrupta e talvez não seja essa a finalidade. Talvez quem olhe de fora não saiba o que realmente ocorre aqui dentro. Nós sofremos, nós amamos, nós muitas vezes nos perdemos, mas muito mais nos achamos. Apesar dos embates políticos, das dificuldades e das diferenças não deixamos de ser meros mortais homens e mulheres que perdem e ganham, que ficam com dúvidas e com certezas e uma grande certeza é de que nós não somos nada. Do pó nós viemos e ao pó tornaremos.

Blog – Como era Dalto Martins como opositor? 
Camilo Capiberibe (governador) – Durante quatro anos nós dividimos este espaço democrático do parlamento, muitas vezes discordando e muitas vezes concordando. Sempre tivemos uma relação no mais profundo respeito, o deputado Dalto gostava do debate, gostava da posição, quase sempre com muita firmeza, com muita convicção e quis o destino que eu fosse eleito governador e ele continuasse nesta Casa. Apesar da nossa convivência em lados opostos o deputado Dalto desde que me elegi governador sempre procurou construir o diálogo, a crítica, a construção de um estado melhor, eu sou grato a ele pelo papel importante que ele desempenhou.

Blog – E o marido Dalto Martins, como ele era para sua família? 
Maria Teresa (esposa) – A minha dor com certeza não é menor do que a dor dos meus filhos, pela perda de um pai tão precocemente. Minha dor não é maior do que a dor dos irmãos, que tanto o admiravam. E a minha dor não é menor, nem maior do que a dor da mãe, pela perda de um filho tão querido. Conheci o Dalto quando nós éramos residente em um hospital de São Paulo, um dos maiores da América Latina, com mais de mil leitos e tinha muitos médicos. E foi numa greve de médicos e médicos residentes que aquele médico se levantou e pronunciou-se lá na frente. Eu fiquei: - Quem será esse médico falando assim, criticando dessa forma? Depois eu pude conhecer o Dalto, que sempre foi uma pessoa crítica, de não ter vergonha de dizer suas opiniões, ele defendia seus ideais, muitas vezes eu até discordava e agente até ia para o embate, mas ele sempre firme nas suas posições, nas suas convicções. Eu pude conhecer um guerreiro, que esteve comigo por mais de vinte anos. Acompanhei desde as primeiras aulas de aviação. Ele tinha várias paixões, a medicina, a política e a aviação. Ele morreu exercendo essas três paixões.

Perfil 



Sou médico, biólogo, tenente da Polícia Militar de São Paulo, piloto de avião e deputado estadual eleito para o terceiro mandato pelo PMDB-AP. Sou casado com a médica Maria Teresa e tenho três filhos. Nasci em Breves no Pará, meus pais não tiveram a chance de estudar, mas me deram a oportunidade de me tornar o que sou hoje. Tenho orgulho e fico feliz primeiramente por ser médico e poder ajudar uma pessoa de cada vez, e segundo por ser político e ter a possibilidade de ajudar várias pessoas ao mesmo tempo.

(Por Dalto Martins, em sua página na internet)

Coluna Argumentos, sábado, dia 21 de abril de 2012.

Acidente 

Macapá foi acordada ontem com a trágica notícia da morte do deputado estadual Dalto Martins (PMDB), depois que o avião que pilotava caiu e explodiu nos arredores da cidade. Aos 49 anos de idade, vivendo o esplendor da vida, ele se foi. Junto estava a empresária Raquel Loiola, que teria pego uma carona até Belém.

Carreira 

Dalto Martins era paraense, mas sua família mudou para Macapá quando ele ainda era menor. De origens humildes, o parlamentar se emocionava sempre que lembrava da trajetória difícil que enfrentou para formar-se médico. Também atuou como oficial do quadro de saúde da PM de São Paulo, como biólogo e perito da Polícia Técnico-Científica.

Personalidade

Atualmente presidindo a CPI da Saúde, Dalto Martins, dizia estar confiante de que a Comissão poderia ajudar a passar a limpo o setor da saúde pública do Estado. De temperamento forte e contundente nas palavras, tornou-se um deputado combativo e atuante, mas também polêmico por ser autêntico. Estava no terceiro mandato.

Bon vivant 

Se para uns Dalto poderia não parecer tão afável no primeiro contato, quem o conhecia bem ressaltava o quão ele valorizava a amizade. Realizado profissionalmente, era um bem-sucedido empreendedor, casado com Tereza, que conheceu ainda na faculdade, deixou três filhos.

Trabalho 

A imprensa amapaense deu ontem várias provas de maturidade e profissionalismo. Sem apelos sensacionalistas, mas garantindo o papel de garantir o acesso à informação, cobriu com a linha editorial peculiar de cada um, o trágico acidente aéreo que abalou a cidade e que repercutiu fora do Amapá. Saímos bem.

Reprovável 

A nota ruim do dia de ontem foi ver que o ódio e a intolerância estão chegando a níveis preocupantes no Amapá. Nas redes sociais a gente vê de tudo, claro, afinal é livre. Mas cá para nós os ataques pessoais, querelas políticas e militantes partidários aloprados demonstraram uma desumanidade ímpar. Vamos rezar gente!

Segurança 

O acidente aéreo de ontem remete mais uma vez a se questionar a segurança da aviação por aqui. É verdade que os índices de acidentes não são tão grandes, mas se algo puder evitar novas mortes muito melhor será. Não é de hoje que os pilotos reclamam da falta de cobertura de rádio em áreas remotas, bem como as grandes distâncias sem ponto de apoio.

Cenário 

No começo da noite de ontem chegou à Assembleia Legislativa o caixão com o que restou do corpo do deputado Dalto Martins, afinal foi carbonizado e desfi-gurado com a explosão. Se o clima político já não andava bem por aqui as dúvidas e perguntas que ficaram no ar podem complicar ainda mais a situação.

De Macapá procurador constrói veleiro para cruzar Piauí

   Fotos: Arquivo Pessoal/Veleiro-Aragem.com
Paulo Afonso usa seu veleiro Li-Si-Ri em Macapá. 
O procurador da Fazenda aposentado, Paulo Afonso Pereira da Silva, transformou seu antigo desejo em realidade. Ele construiu um barco e deseja percorrer o rio Parnaíba até chegar ao litoral.  “É um sonho que eu tenho desde a juventude. Já construí um pequeno barco a vela com o qual aprendi a velejar. Há mais de sete anos venho trabalhando neste barco que tem capacidade ara cinco tripulantes”, descreve.

O barco, batizado como Aragem tem acomodações para pernoite de quatro pessoas, “porque o outro tem que ficar acordado”, segundo explica Paulo Afonso. O procurador diz que não sabe quanto já gastou para transformar seu sonho em realidade. Projeto do Aragem Nesta sexta-feira (20), o Aragem será colocado nas águas do rio Poti e deve seguir sua viagem até a chegada ao Delta do Parnaíba, prevista para a próxima segunda ou terça-feira. A viagem de Paulo Afonso levanta a questão sobre a navegabilidade do Rio Parnaíba.

O ambientalista Cid Dias defende a iniciativa como a mais viável para o escoamento da produção dos cerrados. “Uma hidrovia é quatro vezes mais barata que uma construção rodoviária. A navegabilidade do Parnaíba já foi verificada, e identificados todos os pontos que precisam ser retificados”, descreve. O secretário estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Dalton Macambira reitera que o plano estadual de recursos hídricos fora concluído em 2010 e a Semar já sabe o que precisa ser feito para restabelecer a completa navegabilidade do rio. Carlos Lustosa Filho redacao@cidadeverde.com

As imagens da semana: a "transa de dois aviões".

17 de abril - Cabo Canaveral, Estados Unidos - Ônibus espacial Discovery sai do Centro Espacial Kennedy em cima de um avião e é transportado para o Smithsonian National Air and Space Museum em Washington. (Foto: AP)

sexta-feira, 20 de abril de 2012

Dalto Martins, por Dalto Martins. O que ele disse.

Dalto Martins pilotando o próprio avião, uma de suas grandes paixões na vida
Sou médico, biólogo, tenente da Polícia Militar de São Paulo, piloto de avião e deputado estadual eleito para o terceiro mandato pelo PMDB-AP. Sou casado com a médica Maria Teresa e tenho três filhos. Nasci em Breves no Pará, meus pais não tiveram a chance de estudar, mas me deram a oportunidade de me tornar o que sou hoje. Tenho orgulho e fico feliz primeiramente por ser médico e poder ajudar uma pessoa de cada vez, e segundo por ser político e ter a possibilidade de ajudar várias pessoas ao mesmo tempo.


Coluna Argumentos, sexta-feira, 20 de abril de 2012.

Instalação

Com o presidente José Sarney (PMDB-AP) ainda se recuperando em Sampa, coube à 1ª vice-presidente do Congresso, deputada Rose de Freitas (PMDB-ES), anunciar a criação da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) que investigará as relações do contraventor Carlinhos Cachoeira com agentes públicos e privados.

Já foi


O fato é que correndo o risco das investigações respingarem no governo, situação e oposição apuseram assinaturas de sobre para a criação da CPMI. Em sessão extraordinária do Congresso Nacional (Câmara e Senado), Rose de Freitas disse ainda que os partidos terão até as 19h30 da terça-feira (24) para indicar membros para a comissão.

Protocolo


O deputado federal Bala Rocha (PDT) reclamou ontem no rádio pela Justiça Federal ter marcado a inauguração do novo Fórum para uma terça-feira, dia agitado para a bancada federal, que não compareceu ao evento. Mas justiça seja feita, durante o evento o juiz Anselmo Duarte registrou agradecimento à bancada.
Comenda 


O colunista recebeu, sensibilizado, o Diploma de Colaborador Emérito do Exército, outorgado pelo Comandante Militar da Amazônia, general Villas Boas. A honraria foi entregue pelo coronel Pinheiro, durante a comemoração pelo Dia do Exército, anteontem.

Na bronca 


A procuradora-geral do Ministério Público estadual, Ivana Cei, falou ontem sobre as polêmicas que envolvem a relação do chamado Parquet e a Justiça Federal. Disse que com a justiça não existe nenhuma animosidade, mas sim no campo pessoal. Ela nem fez menção ao nome do desafeto, o juiz federal João Bosco Costa Soares.

Não foi


O pai do já saudoso empresário Bira da Sevel ainda não sabe da morte do filho. Seu Severo também está com a saúde debilitada, segundo informam amigos de Bira em Macapá. Ele está em Belém com uma unidade de tratamento semi-intensivo instalada em sua residência. Foi poupado por recomendações médicas, é claro.

Oitiva


Em mais uma rodada de depoimentos à CPI da Saúde, ontem foi a vez de se falar de oftalmologia. O médico do olho designado a falar foi Roberval Menezes, que está há 15 anos chefiando o setor de oftalmologia do Hospital Alberto Lima. Achou muito tempo? Pois é. Os deputados também e o setor está quase parado.

Vai babar


Na próxima semana será a vez dos prefeitos sentarem na cadeira de depoentes da CPI da Saúde. Requerimentos convocando Roberto Góes (PDT) e Antônio Nogueira (PT) foram aprovados durante a sessão de ontem á tarde da Comissão. Muita roupa suja poderá ser lavada quando decidirem falar, dizem.

Senador José Sarney emite Nota de Pesar a Dalto Martins


Nota de Pesar

É com consternação que nos solidarizamos aos amapaenses neste momento de perda do Deputado Dalto Martins.

O trágico acidente que retirou sua vida não apagará de nossa memória seu espírito combativo e sua atuante carreira política.

Uma história de respeito ao próximo que se iniciou no exercício da medicina e foi ampliada em seus mandatos de deputado estadual, nos quais sempre soube se portar como um legítimo representante do povo que o elegeu.

Á família do Deputado Dalto Martins e aos amapaenses nosso mais sincero pesar.

José Sarney

Presidente do Senado Federal

Assembleia Legislativa decreta luto oficial de três dias


DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÃO 
LUTO OFICIAL 

O Presidente da Assembleia Legislativa, deputado Moisés Sousa (PSC), através de Ato da Mesa Diretora, declara Luto Oficial por três dias, no âmbito do parlamento amapaense, em condolências pelo falecimento do Deputado Estadual Dalto da Costa Martins, que exercia seu terceiro mandato nesta Casa como digno representante do povo amapaense, pelo PMDB. O fatídico sinistro ocorreu nas primeiras horas do dia 20 de abril de 2012.

Deputado Moisés Sousa 
Presidente 
Deputado júnior Favacho 
1º Vice-Presidente 
Deputada Roseli Matos 
2ª Vice-Presidente 
Deputado Edinho Duarte 
1º Secretario 
Deputado Charles Marques 
2º Secretario 
Deputado Keka Cantuaria 
3º Secretario
Deputada Sandra Ohana 
4ª Secretaria

Deputado Dalto Martins morre em acidente aéreo nos arredores de Macapá

Dalto Martins como comandante: voar era uma de suas grande paixões na vida
O deputado estadual Dalto Martins (PMDB) morreu na manhã desta sexta-feira (20) em Macapá, depois que o avião monomotor que pilotava caiu e explodiu nos arredores da cidade, por volta das 5h40 pouco depois de decolar do Aeroporto Internacional de Macapá, em direção a Santarém (PA). Com ele estava também uma segunda pessoa, cuja identidade ainda não foi identificada. Na Assembleia Legislativa o clima é de perplexidade com a trágica notícia envolvendo um dos mais experientes parlamentares, já que Martins estava no seu terceiro mandato. Dalto da Costa Martins era amapaense e tinha 49 anos de idade. Era médico e também piloto comercial. Era casado com a também médica e tinha três filhos. Atualmente presidia a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que apura indícios de irregularidades na rede estadual de saúde. Era considerado um piloto muito experiente, com mais de 19 anos de profissão e pilotava o próprio avião; Segundo as primeiras informações a respeito do acidente, ele havia decolado por volta das 5h30 desta madrugada, tendo informado em seu plano de vôo que iria para Manaus (AM) com uma escala técnica em Santarém (PA). A previsão é de que a viagem duraria aproximadamente quatro horas. Pouco depois de decolar Dalto Martins teria reportado via rádio a torre de controle aéreo do aeroporto informando ter problemas com seu avião. A Infraero informou que o piloto dissera que iria tentar um pouso de emergência. Testemunhas disseram ter observado a aeronave sobrevoar muito abaixo do normal a comunidade do Coração, distante aproximadamente 12 quilômetros do Centro de Macapá. Pouco depois outras pessoas disseram ter ouvido uma forte explosão nas matas próximas a uma fazenda às proximidades da Rodovia Duca Serra, na zona oeste da cidade. A partir de então os bombeiros e a polícia foram acionados e as primeiras providências passaram a ser adotadas, como a preservação e isolamento do local. As causas do acidente só serão reveladas depois de uma perícia da Aeronáutica. Os corpos do deputado Dalto Martins e do segundo ocupante do avião foram removidos por volta das 10 horas da manhã para a Polícia Técnico-Científica e de lá liberados para uma funerária. O velório do parlamentar deverá ocorrer no Plenário da ALAP a partir do final da tarde desta sexta-feira. Um ato da Mesa Diretora da Casa decretou luto oficial de três dias no Legislativo.

Assembleia Legislativa do Estado do Amapá - ALAP 
Departamento de Comunicação Social – Decom 
Av. FAB, s/nº - Centro – Macapá (AP) 
(96) 3212-8311 Site: www.al.ap.gov.br

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Deputados participam de encontro sobre cooperativismo em Manaus

Os deputados estaduais Marília Góes (PDT) e Michel JK (PSDB) durante o encontro em Manaus (AM).
Ocorreu nos dias 13 e 14 de Abril em Manaus-Amazonas, o I Encontro das Frentes Parlamentares do Cooperativismo da Região Norte. O objetivo do encontro que aconteceu na Assembléia Legislativa do Amazonas foi integrar as Frencoop’s estaduais e municipais e os projetos de leis voltados para o cooperativismo. A luta pela aprovação da emenda constitucional que inclui um capítulo sobre cooperativismo na Constituição do Amazonas também contagiou os parlamentares dos estados de Roraima, Rondônia e Amapá. Participaram das discussões presidente da Frencoop do Amazonas, vice presidente da OCB Nacional e presidente da OCB de Roraima, presidente do Sistema OCB-Sescoop do Amazonas, presidente da OCB de Rondônia, presidente da Frencoop de Rondônia. O Amapá foi representado pelo Deputado Estadual e membro da Frencoop do Amapá, Michel JK, Deputada Estadual e secretaria executiva da Frencoop, Marília Góes e Presidente da OCB do Amapá Gilcimar Pureza. Para o presidente da Frencoop-AM, Deputado Estadual Luiz Castro (PPS), o encontro foi de grande importância para a troca de experiências dos parlamentares sobre as ações do cooperativismo em seus estados. O Deputado falou também que o cooperativismo é um movimento que envolve economia, sociedade e até mesmo a política, mas uma política sem partido. A bandeira defendida por todos os que participaram do encontro é fortalecer o setor em todo Brasil. O Deputado Michel Jk, disse que a região amazônica pode dar um exemplo de como as cidades e comunidades da região podem adotar este modelo, para gestão pública distribuir melhor a renda nas cidades e no campo, afirmou que é um entusiasta do cooperativismo porque é uma forma saudável de competição no sistema capitalista. A Deputada Marília Góes (PDT), explicou que no Amapá a Frente foi criada em março do ano passado, mas que já vem promovendo várias ações cooperativistas, principalmente nas ações estratégicas e a reforma da Lei Estadual do Cooperativismo, ”O Amapá é o único Estado da Federação em que todos os deputados fazem parte da Frente Parlamentar em prol do cooperativismo, o que ajudou na inserção da lei do cooperativismo no Estado, garantindo que outros projetos, através de requerimentos e de instrumentos legais que temos dentro da Assembléia Legislativa possam fortalecer mais o cooperativismo. Esse é um marco da Frencoop da região Norte e além de podermos trocar experiências dessas frentes parlamentares, é uma prestação de contas também por cada trabalho realizando”, disse a deputada. As autoridades políticas que participaram do I Encontro das Frentes Parlamentares do Cooperativismo da Região Norte esperam que haja maior engajamento dos políticos que atuam nessas frentes e mais acesso para os cooperados às linhas de crédito e ao Fundo Constitucional de Financiamento do Norte.

Blogueiro e jornalista, Cleber Barbosa é homenageado pelo Exército

O editor do Blog, Cleber Barbosa, ao lado do coronel Marcelo Pinheiro, do 34º BIS
O editor do Blog, jornalista Cleber Barbosa, foi homenageado ontem (18) durante as comemorações pelo Dia do Exército, em Macapá. Ele é jipeiro e ex-sargento do Exército, mas em sua atuação profissional na imprensa sempre procurou mostrar a importância e alcance social do trabalho do Exército, tanto que o Comando da instituição, por meio do general Eduardo Villas Boas, do Comando Militar da Amazônia (Manaus), outorgou a ele o Diploma de Colaborador Emérito do Exército. O evento aconteceu na Fortaleza de São José e foi presidida pelo tenente-coronel Marcelo Pinheiro, comandante do 34º BIS. Além do jipeiro, também foram agraciados com a comenda a procuradora da República Damaris Baggio Rossi, o deputado federal Davi Alcolumbre e o diretor de Regularização Fundiária Luiz Henrique Costa. O Diploma de Colaborador Emérito do Exército foi criado para homenagear autoridades civis e militares, nacionais e estrangeiras, que prestaram relevantes serviços ao Exército, bem como as Organizações Militares e Instituições Civis, nacionais e estrangeiras, que se tenham tornado credoras de homenagem especial do Exército Brasileiro.
O diploma conferido pelo Comandante da Amazônia
Diversas personalidades e um grande público prestigiaram o evento, que foi abrilhantado ainda por uma apresentação especial da Banda de Música do Comando da Fronteira Amapá, regida pelo tenente B. Carlos. Também houve um momento de espiritualidade, com uma reflexão sobre a fé cristã entre os militares, dirigida pelo capelão militar, Padre Marcos.

A capa da comenda outorgada pelo Exército
Outro momento especial e muito aplaudido do evento foi a leitura da Ordem do Dia do comandante do Exército, general Enzo Martins Peri, que ganhou uma encenação com a participação de índios, quilombolas, brancos e mestiços. Falando à reportagem, o coronel Pinheiro disse que a festa também serviu para se comemorar o Dia do Índio. “A história do nosso Exército se confunde com a história das relações entre índios, brancos e negros que marcaram a formação do povo brasileiro”, destacou o militar, que também recebeu cumprimentos de representantes do Jeep Clube de Macapá, como José Maria Esteves, que telefonou de Oiapoque para felicitá-lo, assim como o presidente do clube, João Cruz e o presidente de Honra, Manoel Mandi, que estiveram no local da cerimônia.

Coluna Argumentos, quinta-feira, 19 de abril de 2012.

Diagnóstico 

Vamos a três registros sobre o “raio-x” da saúde pública sob a ótica do presidente da Associação dos Médicos, Fernando Nascimento, durante depoimento à CPI da Saúde, na AL. “Não me lembro de já ter visto tanta reclamação no setor”, resumiu ele. Disse que desde a década de 60 não se vê obras importantes para novos leitos hospitalares.

Desculpas 

A série de franquezas do médico aos membros da CPI da Saúde registrou essa contundente declaração, em tom de desabafo. “Entra governo, sai governo a gente ouve as mesmas desculpas para a coisa não funcionar: - Não deu para fazer a tempo! Ou: - A licitação teve um problema e precisou ser cancelada! Ele está certíssimo.

X da questão 

Depois de muito revelar em sua oitiva, o médico Fernando Nascimento ouviu a seguinte pergunta do deputado Edinho Duarte (PP), que integra a CPI: - O senhor concorda com a afirmação feita ainda na última campanha eleitoral quando se dizia que na saúde “dinheiro tem, falta é gestão”? E o médico respondeu: - Acho que sim, é isso!

Made in Gurupá 

Queria ser uma mosca norte-americana para ver em Nova Iorque o deputado federal Bala Rocha (PDT-AP) praticando o seu inglês recém-repaginado num curso intensivo. Potencial e articulação ele tem e vai se dar bem na conferência da ONU. 

Realidade 

A mais contundente declaração de uma testemunha até agora à CPI da Saúde foi mesmo do médico Fernando Nascimento. Ele disse que enquanto não se encarar a coisa de forma profissional, com modelo de gestão empresarial, nunca vai dar certo. Ele denunciou que existem inte-resses político-partidários se sobrepondo ao juramento dos médicos.

Sobrecarga 

O presidente do Conselho Estadual de Saúde, Roberto Lima, disse que não bastassem os problemas em Macapá ele aponta Oiapoque e Laranjal do Jari como caos iminente. Na fronteira a unidade hospitalar está em obras há mais de quatro anos. No Jari, o fechamento da unidade de Almerim, leva gente de Prainha, Monte Alegre e Alenquer para o lado de cá.

Alerta 

 O presidente da CPI da Saúde, Dalto Martins (PMDB), que também é médico, fez um alerta durante reunião da Comissão. Segundo ele, pelo menos cinco mil pacientes ampaenses estão sob ameaça de ficar cegos por falta de estrutura na Secretaria Estadual da Saúde para a realização de cirurgias de catarata. “Sumiram equipamentos”, disse.

Quem se habilita?

Ainda sobre a CPI da Saúde, o deputado Edinho Duarte (PP) disse que melhorar a qualidade dos serviços da rede estadual de saúde é um verdadeiro tabu. Concordo com ele. Muita gente hesita em assumir a pasta, sabia? Certa vez o ex-deputado Lucas Barreto (PTB) disse que topava. Demoraram a nomeá-lo e ele afastou-se de Waldez Góes (PDT).

Ministério Público apura denúncia de trabalho escravo em fazenda no interior do Amapá

Internet
A ação foi apurar denúncia de trabalho escravo em fazenda no interior do Amapá
No último dia 4, o Ministério Público do Trabalho e o Ministério do Trabalho e Emprego, atendendo a denúncias de trabalho escravo, realizaram uma inspeção conjunta em uma fazenda em Macapá, no Amapá. Acompanhados pela Polícia Federal, auditores fiscais do MTE e um procurador do trabalho compareceram ao estabelecimento denunciado onde puderam verificar a ausência de condições mínimas de higiene, bem como a falta de uso de Equipamentos de Proteção Individual pelos trabalhadores. No dia 3 de abril, dois empregados que fugiram da fazenda se dirigiram à Polícia Federal para denunciar crime de trabalho em condições análogas a de escravo. Durante a inspeção interinstitucional motivada pela denúncia, foram resgatados trabalhadores que residiam na propriedade, os quais retornaram a Altamira/PA, sua cidade de origem, com as despesas custeadas pelo empregador, que se recusou a assinar as Carteiras de Trabalho e Previdência Social. Após o encaminhamento do relatório de inspeção pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE/AP), o MPT se manifestará sobre o ocorrido, podendo instaurar inquérito civil com o objetivo de propor a assinatura de Termo de Ajuste de Conduta (TAC), bem como ajuizar Ação Civil Pública contra o proprietário do estabelecimento. Ministério Público do Trabalho Assessoria de Comunicação Contatos Ministério Público do Trabalho : (91) 3217-7500/7501/7526 Página na internet: http://www.prt8.mpt.gov.br e-mail: prt8.ascom@mpt.gov.br

quarta-feira, 18 de abril de 2012

Concurso: CGU abre 250 vagas com salário de R$ 12.960

A Controladoria-Geral da União (CGU) publicou nesta terça-feira o edital de abertura para um concurso público com 250 vagas com salário inicial de R$ 12.960,77. O cargo é de analista de finanças e controle, mas a exigência é de Ensino Superior em qualquer área. » Concursos públicos abrem vagas pelo País com salário de até R$ 21 mil As oportunidades são distribuidas entre o escritório central no Distrito Federal (DF), além de Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia e Roraima. Para concorrer à vaga, é preciso se inscrever por meio do site www.esaf.fazenda.gov.br, a partir de 23 de abril. A inscrições vão até 6 de maio, e taxa é de R$ 140. As primeiras provas objetivas estão previstas para 16 e 17 de junho, com questões de conhecimentos básicos e específicos. Além das provas, o concurso também terá prova oral, avaliação da vida pregressa e curso de formação.

Portal Terra

Moisés Souza elogia obra da Justiça Federal em Macapá

O arrojado projeto arquitetônico da Justiça Federal, na zona norte de Macapá
O presidente da Assembleia Legislativa do Amapá (ALAP), deputado Moisés Souza (PSC) compareceu ontem (17) à cerimônia de inauguração da nova sede da Seção Judiciária do Amapá, que ganhou um novo e arrojado Fórum na zona norte de Macapá. Ele fez questão de felicitar o presidente do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, o desembargador Olindo Menezes, assim como o diretor local, o juiz federal Anselmo Duarte, pela agilidade e responsabilidade com que a obra foi concluída. Moisés Souza foi convidado para compor a Mesa durante a pomposa cerimônia, bastante concorrida, que aconteceu no auditório do novo prédio. “É muito importante para a sociedade amapaense receber um investimento como esse em nossa cidade, ampliando a capacidade do atendimento jurisdicional do cidadão, especialmente por ter sido edificada na zona norte, área de expansão da cidade e que os demais Poderes Constituídos em breve terão que seguir esse exemplo”, disse Souza. O dirigente da ALAP também destacou a mobilização da classe política para a concretização do sonho de dar à Justiça Federal uma sede digna e sua importância. Foi a partir de Emendas Parlamentares que os recursos foram alocados para a obra que precisou ainda da mobilização da Aeronáutica, da Infraero, da Secretaria do Patrimônio da União, do Estado e da Prefeitura para sair do papel. “E ainda assim foi construída em um tempo recorde, atendendo a todas as exigências legais do ponto de vista ambiental e administrativo”, acrescentou Moisés Souza.

O juiz federal Anselmo Duarte, o desembargador federal Olindo Menezes e o deputado Moisés Souza
Assembleia Legislativa do Estado do Amapá 
Departamento de Comunicação Social – Decom 
Av. FAB, s/nº - Centro – Macapá (AP) Fone (96) 3212-8311 
Fotos: Jaciguara Cruz

Novo Shopping traz valorização imobiliária da zona sul

Ilustração sobre o futuro Shopping Center
Chegada do mall aumenta procura por áreas residenciais e comerciais no entorno. Crescimento deverá ser ainda maior depois da inauguração, prevista para o final deste ano. A chegada de um grande centro comercial ao estado do Amapá, o Amapá Garden Shopping, desenvolvido pela Tenco Shopping Centers, está movimentando o setor imobiliário da região sul da capital Macapá, onde fica o bairro Marco Zero. Segundo especialistas da área de imóveis, a construção do novo empreendimento já promove a valorização dos imóveis do entorno e o aumento pela procura por áreas na região. Sônia Lacerda, corretora de imóveis de Macapá (AP), já percebe as mudanças. “Tenho visto que as casas e terrenos próximos ao futuro mall tiveram uma valorização de até 55%”. Segundo ela, até 2005 o local de maior visibilidade imobiliária da capital era o Centro de Macapá, seguido pela Zona Norte da Cidade. Porém, com a chegada do Amapá Garden Shopping, essa realidade vem mudando. “Hoje, as casas e terrenos da localidade possuem maior valorização financeira e visibilidade. Atualmente, um terreno ou mesmo uma casa na região não sai por menos de cem mil reais” revela a corretora. Raimundo Magno, vice-presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis (CRECI/12° Região), confirma a tendência de valorização. “Normalmente, com a implantação de um grande empreendimento, há grande movimentação no mercado, principalmente nas adjacências. O shopping vai engrandecer e oxigenar o mercado imobiliário. Com isso, o povo macapaense e a classe dos corretores de imóveis serão beneficiadas em todos os sentidos, a exemplo de outros grandes empreendimentos já instalados”, reforça. O futuro shopping de Macapá está localizado na rodovia Juscelino Kubistchek, principal via de interligação com a cidade vizinha Santana, que está, aproximadamente, a 24 km do local. O empreendimento conta também com a proximidade do Hospital Sarah Kubitscheck e da Universidade Federal do Amapá, fatores que aumentam o trânsito de pessoas nas imediações e potencializa o desenvolvimento imobiliário. Marcela Andrade, moradora de um condomínio residencial ao lado das obras do shopping, conta que a proximidade com o futuro centro de compras foi decisiva para a escolha do imóvel. “Daqui a pouco vou ter tudo bem pertinho: supermercado, lojas e cinema. Estou ansiosa para desfrutar destas facilidades”, avalia Marcela. Para o diretor comercial da Tenco Shopping Centers, Roger Tonidandel, essa valorização é comum em todas as cidades e regiões que recebem um empreendimento deste porte. “Shopping é sinônimo de segurança, entretenimento, conforto e, principalmente, comodidade. Ter um centro de compras como vizinho é ter as principais opções de entretenimento, gastronomia, serviços e comércio ao lado de casa”. Roger destaca que a valorização imobiliária é apenas uma das diversas vantagens. “O Amapá Garden Shopping veio para somar ao crescimento do estado, proporcionando grandes benefícios para a população, como a geração de empregos, desenvolvimento do varejo e atração de novos investimentos”. O diretor comercial evidencia ainda que a valorização será ainda maior quando o empreendimento estiver pronto. “O mercado imobiliário é muito sensível às transformações econômicas e sociais. Hoje, os bairros crescem em torno dos shoppings”, defende o diretor. Ele cita como exemplo o shopping Plaza Macaé, na cidade de Macaé (RJ), desenvolvido pela Tenco e inaugurado em 2008. Segundo Roger, o local foi o principal responsável pelo desenvolvimento da região onde o shopping esta instalado. O diretor explica também que o Amapá Garden Shopping vai contribuir significativamente para o crescimento e expansão da região. “Hoje, é quase impossível uma região ter sucesso comercial sem a presença de um centro de compras, pois os shoppings são responsáveis também por alavancar o varejo local”, finaliza.

Ascom/ Amapá Garden Shoppinh Keila Góes 81312521

Barco da Bíblia leva evangelização aos ribeirinhos

A missão de evangelização é facilitada com o Barco da Bíblia
A sociedade Bíblica do Brasil (SBB) que promove a missão de tornar a Bíblia acessível a todas as pessoas, prepara-se para a viagem inaugural do Luz na Amazônia II – Barco da Bíblia em 2012. A embarcação partirá de Belém (PA), em 28 de maio, devendo aportar em Macapá (AP) no dia 16 de junho. A principal finalidade do Barco da Bíblia é oferecer Escrituras a um valor acessível, facilitando sua aquisição por pessoas que vivem nos diversos contextos geográficos da Amazônia, que, em geral, não têm acesso a outras livrarias. O Barco da Bíblia foi totalmente remodelado, reunindo uma área de livraria mais ampla e moderna, que enfatiza o atendimento ao público, além de um espaço cultural, batizado de Museu da Bíblia. A ação está inserida no programa Luz na Amazônia. O Luz na Amazônia II – Barco da Bíblia, vai realizar duas viagens anuais pela região ribeirinha da Amazônia, com duração média de dois meses cada uma. Nesta primeira viagem de 2012, o Barco da Bíblia passará por cidades do Amapá e Pará e levará cerca de 30 mil exemplares das Sagradas Escrituras. A embarcação realizará o seguinte trajeto: Maio/Junho - 28/05: Saída de Belém para Macapá - 28/05 a 16/06: Macapá - 19/06 a 25/06: Laranjal do Jari - 27/06: Gurupá - 28/06 a 02/07: Portel Julho - 04 a 14: Breves - 15 a 17: Bagre - 18 e 19: Oeiras - 20 e 21: Curralinho - 22 a 24: São Sebastião - 26 e 27: Muaná - 28: chegada em Belém

Fonte: Gospel+

Lutadores se revoltam no Twitter com juízes do TUF


Na noite de ontem, aconteceu o quarto episódio do ‘The Ultimate Fighter – Em busca de campeões’, com a segunda luta classificatória para a semifinal dos pesos-penas do reality show, que é transmitido na Globo aos domingos após o programa Fantástico. Vitor Belfort, líder da equipe verde, teve o poder de escolha e definiu o combate entre John Macapá, da equipe Wanderlei e Rodrigo Damm, de sua própria equipe. Em um combate eletrizante que durou até o terceiro round e foi decidido parcialmente pelos juízes, Damm venceu e Macapá foi eliminado. Porém, o resultado foi muito questionado por fãs do programa, integrantes da equipe azul e Wanderlei Silva, inclusive no Twitter. O Damn e um otimo atleta Lutou Bem,mais o Jonh Macapa dominou a maior parte do combate e machucou MUITO Mais o oponente,essa e a verdade. Minotouro Nogueira, lutador dos meio-pesados do Ultimate, também não se demonstrou muito feliz com o resultado. Concordo que poderiam ter dado a luta para o John Macapa por ser Mais agressivo em pé. O próximo combate do ‘The Ultimate Fighter Brasil – Em busca de campeões’ acontece no domingo que vem após o Fantástico. Todos os episódios do programa você confere aqui, no MMA Space.

Presidente José Sarney terá 15 dias de licença médica



O presidente José Sarney terá licença de 15 dias e ficará em São Paulo até a alta médica. A senadora Marta Suplicy (PT-SP), 1ª vice, responderá pela presidência do Senado. Como previsto ontem pelo cardiologista Roberto Kalil Filho, Sarney deve permanecer no hospital Sírio-Libanês até o final desta semana. Hoje, por recomendação médica, as visitas foram restritas. Além da família, apenas o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o deputado Gabriel Chalita (PMDB-SP) estiveram com o presidente do Senado. A presidente Dilma Rousseff tem se informado sobre a saúde de Sarney em vários telefonemas para Kalil Filho. O senador Sarney está no hospital paulista desde sábado, 14. Na madrugada de domingo, 15, foi submetido a cateterismo, seguido de angioplastia. Havia sentido dores no peito na noite de sexta-feira, 13.


Boletins do Hospital Sírio-Libanês

José Sarney (PMDB-AP) passou a noite bem, segundo informou sua assessoria de imprensa na manhã desta terça-feira (17), mas foi aconselhado pela equipe médica a restringir as visitas para se focar na recuperação. Sarney, que foi internado no último sábado (14) e submetido a um cateterismo e a uma angioplastia, se recupera bem dos procedimentos, informam assessores. O presidente do Senado continuará internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, por tempo indeterminado. Nesta terça à tarde, Sarney foi transferido da Unidade Crítica Cardiológica (semi-intensiva) para um quarto. Segunda-feira, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), Sarney recebeu as visitas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, dos senadores Renan Calheiros (PMDB-AL), Marta Suplicy (PT-SP) e Gim Argello (PTB-DF), além do deputado federal Arlindo Chinaglia (PT-SP). Devido ao grande volume de ligações e de visitas, os médicos recomendaram que Sarney repouse e reduza o número de visitantes. Nesta quarta, no entanto, o vice-presidente da República, Michel Temer, e o ex-presidente, Fernando Collor de Mello, devem visitá-lo no período da manhã.

Boletins

  • 16/04/2012
  • 15/04/2012
  • 15/04/2012
  • 14/04/2012
  • 14/04/2012

PUBLICIDADE