Página do jornalista amapaense Cleber Barbosa, voltada a difundir notícias, pensamentos, reflexões e atualidades sobre turismo, comportamento, economia, cultura, política e empreendedorismo.


sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Coluna Argumentos, sexta-feira

Bomba
A notícia do final de semana na política tucuju foi a suposta saída do deputado federal Vinícius Gurgel (PR-AP) da base governista de Camilo Capiberibe (PSB). O parlamentar gravou uma entrevista exclusiva ao programa Conexão Brasília, da Diário FM, em que fala sobre esse e outros assuntos importantes. Jornalístico é sábado, às 8h.

Estudo
Contumaz crítico da política de Hugo Chávez, o senador José Sarney (PMDB-AP) recebeu ontem o secretário-executivo da Mesa de Unidade Democrática (MUD), da Venezuela, Ramón Guillermo Aveledo, que apresentou propostas da oposição venezuelana para as eleições presidenciais marcadas para outubro de 2012, naquele país.

Dívida
Balanço do programa Minha Casa, Minha Vida, revela a contratação de 1,3 milhão de unidades habitacionais desde 2009, quando foi lançado. Segundo o presidente da Caixa Econômica, Jorge Hereda, este número representa 45% da meta do programa de construir 3 milhões de casas populares até 2014.

Na bronca
Inaceitável. Essa foi a definição do senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) para o tratamento recebido por ele, pelo governador do Estado, Camilo Capiberibe, o senador João Capiberibe (PSB-AP), e os deputados Evandro Milhomen (PCdoB), Bala Rocha (PDT) e Luiz Carlos (PSDB/AP), do Ministério das Minas e Energia, ontem, quando foram recebidos pelo secretário executivo do ministério, Márcio Zimmermann.

Sobrevida
O ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, garantiu mais uns dias no próprio emprego. O trocadilho é para dizer que a presidente Dilma Rousseff vai dar uma segunda chance (ou seria a quarta?) ao pedetista. Problema é o desgaste junto à opinião pública, diante de novas denúncias e do Comissão de Ética da Presidência ter interpretado que ele agiu com ‘arrogância’.

Alternativa
O governador Camilo Capiberibe (PSB) reuniu-se ontem em Brasília com integrantes da Bancada Federal do Amapá. Foi no gabinete do deputado federal Bala Rocha (PDT). Em pauta, a Companhia de Eletricidade do Amapá, a velha CEA. Ficaram ainda mais dúvidas a respeito do futuro da estatal amapaense, mas foi bom ver a mobilização política para a busca de solução.

Raio-x
Sobre a CEA, o ex-deputado federal Lourival Freitas, hoje um importante executivo da Eletrobrás, era um dos convidados. Mas o relato que fez sobre as perspectivas de sobrevida da Companhia foram tenebrosos. Para ele, a CEA hoje não tem nem valor patrimonial, ou seja, nem que fossem vendidos seus bens isso valeria a pena. Federalizar e anistiar também também não.

Enterro
Diante do quadro pessimista sobre as possibilidades de salvar a CEA, o deputado Milhomen (PCdoB-AP) disparou a Lourival: - Você disse que não dá para pagar a dívida, não dá para federalizar e esperar algum pagamento pelo governo federal e nem dá para oferecer à iniciativa privada, qual a solução então? O deputado Luiz Carlos arrematou: - Só comprar a vela!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua conosco!

PUBLICIDADE