Página do jornalista amapaense Cleber Barbosa, voltada a difundir notícias, pensamentos, reflexões e atualidades sobre turismo, comportamento, economia, cultura e política.

PUBLICIDADE

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Sarney concede entrevista a Kennedy Alencar e se dá bem



da Folha Online
O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), negou que o arquivamento dos processos que envolvem seu nome, feito pelo Conselho de Ética da Casa, representasse um temor pelas investigações e disse que a falta de provas contra si mostra que ninguém queria investigá-lo, que é apenas uma guerra política. "Eu estou sendo vítima de uma monumental injustiça que será corrigida. Não tenho dúvidas disso."
A declaração de Sarney foi feita em entrevista ao jornalista e apresentador Kennedy Alencar, repórter especial da Folha e colunista da Folha Online, durante o programa "É Notícia", exibido na madrugada desta segunda-feira pela RedeTV!.

Ainda no primeiro bloco do programa, o presidente do Senado também negou ter feito nepotismo ao interceder na contratação de Henrique Dias Bernardes, ex-namorado de sua neta, e disse que o Código Civil não define ambos como parentes. "Muita gente faz favores. Legalmente eu posso e eu sou uma pessoa humana", afirmou.

No último bloco da atração, o senador disse que o pedido de seu filho Fernando Sarney junto ao TJ-DF (Tribunal de Justiça), de impedir a publicação de reportagens do jornal "O Estado de S. Paulo" que contenham informações resultantes da Operação Boi Barrica, não teve como intenção a censura. O presidente do Senado afirmou ainda que não condena a ação, mas que talvez tivesse aconselhando o filho a não mexer no assunto, caso tivesse sido consultado previamente.

Veja a íntegra da entrevista no site da RedeTV!.

Um comentário:

  1. O presidente mostrou segurança e coerência...acho q existem problemas verdadeiros a serem focados pela oposição, suas energias( q poderiam ser usadas na tentiva desesperada de manter-se de pé) estão sendo gastas à toa....

    ResponderExcluir

Contribua conosco!