Página do jornalista amapaense Cleber Barbosa, voltada a difundir notícias, pensamentos, reflexões e atualidades sobre turismo, comportamento, economia, cultura, política e empreendedorismo.


terça-feira, 25 de agosto de 2009

A população quer a paz, diz Jorge Amanajás


Jorge Amanajás (PSDB/AP) – O atual presidente da Assembléia Legislativa do Amapá cumpre seu terceiro mandato consecutivo e chegou ao parlamento em plena crise de relacionamento com o Executivo. Mas a partir do segundo mandato, em 2003, foi protagonista junto com seus pares, de um lento e gradual processo de retomada da credibilidade do Legislativo. Até mesmo os servidores da Casa estavam com a auto-estima prejudicada, pois vinham de anos de incertezas e aborrecimentos, com salários atrasados e sem crédito na praça. Em 2005, Amanajás assumiu a Presidência da AL um período de muitos avanços e conquistas, como a abertura das portas da Casa, que ganhou transmissões ao vivo pelo rádio e a criação de audiências públicas sobre os mais diversos temas do Amapá, produzindo debates eficazes e produtivos. O bom trânsito com outras autoridades do Estado, fez Amanajás ser reeleito em 2007 e novamente em 2009, prova inequívoca de sua liderança. “Além do preceito legal de que os Poderes Constituídos devem ter um relacionamento harmonioso e pacífico, é mais inteligente e a população também quer isso, afinal elegeu o governador Waldez Góes em 2003 porque ele pregava essa harmonia; foi assim com a reeleição do presidente José Sarney para o Senado Federal que sempre ajudou o Amapá a crescer apesar dos boicotes que sofreu e ainda sofre pelo fato de ser um imigrante como tantos outros nordestinos que para cá vieram nos ajudar a se desenvolver. A população reelegeu o nosso governador e elegeu prefeitos afinados com esse projeto de paz, como o da Capital, Roberto Góes, que realiza uma excelente gestão porque também trabalha dialogando com todos”, disse Amanajás.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua conosco!

PUBLICIDADE